Vídeo – Jean-Michel Bayle com a CRF250R 2014

Por Mariah Morgado | Foto por Divulgação | 08 de agosto de 2013 - 7:36

A equipe oficial Honda Motocross estava animada por convidar a lenda dos esportes a motor, Jean-Michel Bayle, como convidado especial da equipe no Grand Prix da República Tcheca no final de semana passado, seguindo para o evento da imprensa para a apresentação da CRF250R 2014, no qual Bayle andou na pista de Loket.

Bayle é um famoso bicampeão Mundial de Motocross, que foi o primeiro europeu a conquistar títulos no AMA Supercross e AMA Motocross, antes de fazer uma mudança inacreditável para corrida de asfalto e em nível de Grand Prix. Uma lenda aos olhos de muitos, Bayle conquistou realizações incríveis e é um dos pilotos de maior sucesso de sua época.

 Em 1988, Bayle venceu o campeonato mundial de Motocross 125, seguido pela categoria 250 no ano seguinte. Depois o francês viajou para o exterior para competir nos Estados Unidos em 1990 e foi um dos poucos europeus a derrotar os americanos no AMA Motocross. Ele venceu nas categorias 250cc e 500cc no campeonato e também um título do AMA Supercross. Apesar dos críticos esperando um fracasso em sua decisão de mudar da terra para o asfalto, Bayle correu nos campeonatos Mundiais das 250 e 500 com finalizações entre os seis primeiros e três pole positions. Bayle também foi parte da equipe vencedora no Bol d’Or e nas prestigiosas corridas de resistência de 24 horas de Le Mans.

Imagem de Amostra do You Tube

Bayle, que andou com uma moto Honda pela maior parte de sua carreira no motocross, não participou de um evento de Motocross por algum tempo e ficou feliz em ver que o ‘espírito Honda” ainda está intacto  entre a equipe de fábrica da Honda. O ex-campeão Mundial passou um tempo com o piloto Evgeny Bobryshev, transmitindo seu conhecimento de muitos anos para o piloto russo que conseguiu uma posição no pódio sob condições difíceis durante o final de semana.

O líder do campeonato Mundial de Enduro E2, Alex Salvini e o piloto da fábrica no Rally Dakar, Sam Sunderland, também foram convidados especiais da equipe durante o final de semana que também recebeu muitos jornalistas para o evento da imprensa europeia durante dois dias depois da corrida.

“É ótimo voltar as corridas e ver o que está acontecendo, principalmente acompanhando a equipe por trás dos bastidores. Isso me trouxe muitas lembranças dos meus dias de corridas. Eu corri com a Honda por toda a minha carreira no motocross e é bom ver que o espírito ainda existe. As motos são bonitas e divertidas de pilotar, tem sido muito interessante para mim. Faz um longo tempo que não vou a eventos de motocross e eu passei mais tempo nas corridas de asfalto,” Bayle disse.

Bayle

Para muitos o evento da imprensa provou ser extremamente emocionante e nostálgico quando Bayle se equipou para andar em uma CRF250R zerada pela pista de Loket. O francês demonstrou sua habilidade e estilo diante dos muitos jornalistas presentes, mas também foi uma oportunidade para o piloto experiente apontar o quão difícil o Motocross é em comparação com correr na estrada. Bayle agora prefere andar livre com sua moto off-road pelas muitas trilhas próximas a sua casa no sul da França.

“Eu ando um pouco em casa, mas Motocross não muito. Eu ando em trilhas, me divertindo, então foi bom andar em uma pista de GP, principalmente com os jornalistas franceses e meus amigos do passado. O Motocross é fisicamente muito difícil e embora eu ainda saiba andar, meu corpo não acompanha tanto quanto antes. As motos estão melhorando o tempo todo, mas é surpreendente sentir a Honda ainda parecer com as antigas, com melhorias em áreas diferentes das motos que pilotei. O esporte está evoluindo com novas pistas e é bom para o show, muitas crianças querem saltar e existe muita divulgação no esporte, mas o show está muito melhor do que na minha época,” concluiu Bayle.

A terça-feira finalizou um final de semana ocupado para a esquadra da Honda World Motocross, seguido por dois na pista de Loket com muitos pilotos testando o modelo 2014 da CRF250R que se espera estar à venda na Europa nos próximos dois meses.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly