Prévia do Mundial de Motocross na Bélgica

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 16 de agosto de 2013 - 8:49

O campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2 2013 teve uma semana de folga antes de viajar para o Bastogne, na Bélgica, para a realização da décima quinta etapa da temporada. O circuito belga, localizado na região de Walloon, vai sediar o Grand Prix pelo segundo ano consecutivo, e desta vez será o cenário de uma verdadeira batalha de Motocross dos Ardennes, onde o piloto da casa, Clement Desalle, vai correr para impedir que Antonio Cairoli vença, o que pode ser seu sétimo campeonato Mundial.

Embora Jeffrey Herlings já tenha sido coroado o campeão 2013 da MX2 em Loket há duas semanas, ele vai entrar na pista muito motivado para somar mais um Grand Prix em seu currículo. Durante o mesmo final de semana, será a sétima etapa do Campeonato Europeu EMX125 e a segunda etapa do campeonato Honda EMX125.

Categoria MX1

Antonio Cairoli não subiu no pódio na última etapa e teve seu pior resultado da temporada, terminando na quinta posição na República Tcheca. O italiano perdeu muitos pontos em Loket, mas ele viaja para Bastogne com uma vantagem de 90 pontos na frente de Desalle. Neste final de semana, o piloto da KTM tem a oportunidade de obter seu sétimo título mundial, o quinto na MX1, se ele marcar pelo menos dez pontos a mais do que Desalle nas duas corridas.

cairoli-color

Antonio Cairoli

Clement Desalle da Suzuki vai correr em casa no final de semana depois de vencer o GP em Loket há duas semanas. O piloto belga foi bem consistente no Grand Prix anterior e vai dar o seu melhor no final de semana diante de seus conterrâneos e tentar impedir que o italiano vença o título na Bélgica.

Ken De Dycker também estará correndo em casa e está determinado a se sair bem e esquecer a sua quarta posição em Loket. No ano passado, o piloto KTM Factory só conseguiu ficar na sexta posição na Bastogne, mas dessa vez ele está confiante que pode fazer bonito e manter sua terceira posição na classificação do campeonato.

Gautier Paulin da Kawasaki Racing volta as pistas neste final de semana depois de ficar de fora dos dois últimos GPs devido a um acidente violento durante a primeira bateria em Lausitzring. O piloto francês tem se recuperado de uma concussão e agora se sente pronto para correr de novo e tentar defender ou até mesmo melhorar sua atual quarta posição no campeonato.

Kevin Strijbos, colega de equipe de Desalle, tem feito uma excelente segunda parte da temporada e agora é o quinto colocado no campeonato com 28 pontos atrás de Paulin. O belga sabe o quão difícil será para ele subir uma posição na classificação, então seu objetivo principal é fazer corridas consistentes a partir de agora até o final da temporada e tentar subir no pódio em cada etapa.

Tommy Searle e Jeremy van Horebeek tiveram um Grand Prix difícil em Loket, mas neste final de semana os dois estarão brigando novamente pelo o que pode suas estreias no pódio da MX1. Searle venceu o GP da Bélgica no ano passado enquanto Van Horebeek foi o terceiro, mas o belga chega a Bastogne depois de sua segunda posição na última bateria na República Tcheca e sabendo que vai contar com o apoio de milhares de fãs belgas que viajam para a cidade no final de semana.

Enquanto Searle e van Horebeek estão na sexta e sétima posições na classificação, Max Nagl continua na oitava, mas o alemão também vai ficar de fora desta etapa porque ainda se recupera da infecção do vírus Epstein-Barr. Porém, seu colega de equipe Evgeny Bobryshev vai defender a Honda World Motocross no final de semana completamente motivado para subir no pódio de novo e melhorar sua décima posição no campeonato. O russo está com sete pontos atrás de David Philippaerts.

A equipe Ice1 Racing já está acomodada no paddock da Bélgica, mas com uma estrutura renovada. Sebastién Pourcel e Ludde Söderberg vão substituir Rui Gonçalves e Xavier Boog, que ainda se recuperam de suas lesões.

Categoria MX2

Jeffrey Herlings vai correr neste final de semana mesmo já tendo obtido o título mundial 2013 da MX2, mas o piloto da KTM continua completamente motivado a atingir seu próximo objetivo que é terminar a temporada vencendo todos os Grand Prix. Herlings perdeu a vitória no geral do ano passado na Bélgica, mas ele ficou empatado na pontuação com Searle, então pode ser mais um GP dominado pelo jovem holandês.

Herlings-jump

Jeffrey Herlings

Seu colega de equipe, Jordi Tixier, vai se esforçar para acompanhar o ritmo de Herlings, principalmente nas corridas principais no domingo para continuar melhorando sua velocidade e se preparando para o Motocross das Nações e a temporada do ano que vem. O francês atualmente é o segundo colocado na classificação da MX2 com uma boa vantagem sobre José Butrón, com 79 pontos na frente do espanhol.

O espanhol da KTM Silver Action teve um fim de semana amargo na República Tcheca porque ele conseguiu terminar em terceiro na segunda corrida, mas ele foi forçado a se retirar da primeira bateria depois de cair duas vezes. José Butrón ainda é o terceiro colocado no campeonato, mas Charlier vem logo atrás com apenas 31 pontos.

Christophe Charlier não obteve resultados muito consistentes durante esta temporada, mas agora que o campeonato está chegando ao final, ele percebeu que ainda tem a oportunidade de terminar em terceiro na classificação e o piloto Monster Energy Yamaha está lutando mais do que nunca para terminar entre as três primeiras posições a cada corrida. Ele ficou em segundo no geral em Loket e admitiu que daria tudo para fazer o mesmo em Bastagne, Matterley Basin e Lierop.

Glenn Coldenhoff terminou em sexto na primeira bateria em Loket, mas teve que se retirar da segunda e acabou não marcando nenhum ponto. O piloto holandês da Standing Construct KTM está na quinta posição do campeonato, mas sabe que podia estar brigando com Butrón e Charlier pela terceira posição. Neste final de semana, Coldenhoff vai começar do zero mais uma vez e vai se esforçar para subir no pódio como fez em Lausitzring, na Alemanha.

Dean Ferris não teve um bom final de semana na República Tcheca, então ele está determinado a fazer bonito na Bélgica e correr novamente pelo pódio. O australiano é o atual sexto colocado na classificação seguido por Jake Nicholls e Alessandro Lupino. Max Anstie, que agora está recuperado do ferimento profundo que sofreu durante a primeira bateria na República Tcheca, está na nona posição do campeonato e Petar Petrov completa os dez primeiros.

Alexander Tonkov, que recentemente assinou contrato com Jacky Martens para correr com a nova Husqvarna no ano que vem, terminou no pódio em Loket e está determinado a fazer o mesmo na Bélgica e melhorar sua 13ª posição na classificação do campeonato.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly