AMA Motocross 2013 – 11º Etapa – Utah

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 18 de agosto de 2013 - 4:13

Ontem tivemos a décima primeira etapa do AMA Motocross 2013 na novíssima pista do Miller Motorsports Park, em Tooele, próximo a Salt Lake City, no Estado de Utah. A pista tinha tudo que se pode querer em uma pista de Motocross: morros, saltos, sessões de areia e bumps. A temperatura estava quente para um ótimo dia de corrida para todos 21.000 fãs presentes.

O dia começou com as expectativas de Ryan Villopoto da Kawasaki e Eli Tomac da Geico / Honda podendo ser coroados os campeões das categorias 450 e 250.

A etapa teve novidades, como Michael Leib correndo pela equipe privada Rockstar Racing / Suzuki até o final da temporada. Foi a primeira vez de Leib no AMA. Josh Grant não compareceu por causa de uma emergência de família.

As arquibancadas lotaram na estreia do novo circuito que viu pela primeira vez a consagração antecipada dos dois campeões da temporada.

Treinos Classificatórios

Depois das classificatórias, Ryan Villopoto e Tomac foram os vencedores do prêmio Oakley Bomb Award pelos tempos mais rápidos da classificatória. Os dois pilotos estavam claramente focados na jogada e queriam encerrar todo o drama que rodeava as duas categorias.

Depois de Villopoto, os quatro primeiros classificados nas 450 foram James Stewart, piloto oficial Suzuki, Ryan Dungey da equipe oficial KTM, Malcolm Stewart da equipe semi-oficial Troy Lee Designs / Honda, Jake Weimer, piloto oficial Kawasaki. A surpresa foi o piloto privado, Jake Weimer, que se classificou na 11ª posição.

Tomac foi o primeiro classificado nas 250, seguido pelo novato Adam Cianciarulo, da equipe semi-oficial Pro Circuit / Kawasaki, Marvin Musquin da equipe oficial KTM, Jason Anderson da equipe semi-oficial Rockstar / Suzuki e Ken Roczen da equipe oficial KTM. Confira o que rolou nas corridas deste sábado, 17 de agosto, em Utah.

Categoria 450

Quem fez o primeiro Holeshot na primeira bateria na pista do Miller Motorsports Park em Utah foi Justin Brayton, mas infelizmente para o piloto Toyota / Yamaha o prêmio Holeshot é só na segunda bateria. Ryan Villopoto conseguiu cortar Brayton por dentro na curva depois da primeira descida. Com a pista livre pela frente, RV começou a fazer o que faz de melhor, se separar do restante do pelotão que batalhava pelas primeiras voltas.

s780_081813blast017

Largada da primeira bateria da categoria 450 em Utah

s780_081813blast018

Justin Brayton, Trey Canard e Ryan Dungey

Justin Brayton estava em segundo e tinha Trey Canard logo atrás dele e James Stewart e Ryan Dungey não estavam muito longe, brigando pela quarta posição. Canard ultrapassou Brayton e logo depois Dungey também o passou, depois de várias voltas brigando com Stewart. Peick até passou por Stewart, mas ele contra atacou rapidamente e ultrapassou Peick e Brayton, partindo em perseguição de Canard que foi ultrapassado por Dungey quando ele se enrolou salto do túnel.

full_081713james_679884

James Stewart

s780_081813blast022

Ben LaMay

Villopoto já tinha uma vantagem de 20 segundos na frente e zerou a pista na sexta posição. Peick conseguiu ultrapassar Brayton pela quinta posição e Stewart se aproximou de Canard. Conseguindo ficar mais baixo saltando sobre as costas do dragão, Stewart passou Canard que contra atacou. Ele cortou por dentro da curva do Holeshot, mas Stewart o ultrapassou de novo. Infelizmente para Stewart, sua terceira posição não durou muito. O piloto oficial Suzuki caiu depois da reta da largada, e foi para o pit segurando as costas.

full_081813rvrs_191361

Ryan Villopoto

s780_081813blast023

Weston Peick

Enquanto isso, Tyla Rattray apareceu do nada e estava entre os cinco primeiros. Ele ficou encostado em Peick por várias voltas. Os dois trocaram posições várias vezes e até chegaram a se aproximar de Canard, mas Rattray acabou vencendo a disputa. Canard aumentou o ritmo e se distanciou dos dois antes que Rattray pudesse controlar a situação. Restando duas voltas para o final da bateria, Malcolm Stewart jogou Justin Barcia para fora da curva do holeshot e o deixou nos fardos de feno. Nada disso importou para Villopoto e ele venceu com uma vantagem enorme sobre Dungey.

s780_081813blast025

Tyla Rattray

full_081813rdrs_189296

Ryan Dungey

A segunda bateria da categoria foi com certeza uma corrida de atrito. Quatro pilotos, incluindo Stewart e Reed, não alinharam para a largada e apenas 24 pilotos completaram a bateria. Porém, isso teve pouco impacto na briga pelo campeonato entre Villopoto e Dungey. Villopoto estava em uma boa posição para fechar o campeonato logo na largada, colocando sua Kawasaki logo atrás do piloto que fez o Holeshot, Ryan Sipes. Trey Canard separava RV e Dungey, e Justin Brayton vinha em quinto com Justin Barcia logo atrás.

s780_081813blast038

Largada da segunda bateria da categoria 450 em Utah

s780_081813blast043

Villopoto ultrapassou Sipes ainda nas primeiras curvas. Dungey também conseguiu ultrapassar Canard logo no início na terceira posição e depois passou Sipes, ocupando a segunda posição antes do final da primeira volta. Villopoto tinha apenas uma diferença de dois segundos sobre Dungey entrando na segunda volta. Barcia conseguiu ultrapassar Brayton e era o quinto colocado antes da segunda volta. Sipes acabou perdendo a posição para Canard e Barcia depois de algumas voltas, permitindo que a dupla oficial da Honda se encontrasse durante a corrida.

s780_081813blast039

s780_081813blast044

Rattray mais uma vez estava fazendo uma corrida de recuperação na segunda bateria. O piloto Pro Circuit / Kawasaki largou fora dos dez primeiros e subiu até a quinta posição, logo atrás de Barcia. Rattray parecia pronto para desafiar Barcia, que não estava muito longe de Canard, mas saiu da pista depois de sua pilotagem impressionante durante a primeira parte da bateria. Malcolm Stewart e Broc Tickle também foram para o pit na mesma hora.

s780_081813blast042

s780_081813blast045

Villopoto abriu uma vantagem de 10 segundos sobre Dungey na metade da corrida e continuou a fazer voltas cada vez mais rápidas até a bandeira quadriculada, vencendo o campeonato com antecipação. O pódio foi completado por Dungey e Canard. Barcia e Peick ficaram entre os cinco primeiros. Peick foi o destaque do dia. O piloto privado fez uma dobradinha incrível na quinta posição ontem.

full_081813rvpodrs_576780

Ryan Villopoto com placa de campeão do AMA Motocross 450 2013

Resultado da etapa de Utah do AMA Motocross na categoria 450
1. Ryan Villopoto (Kawasaki) 1-1
2. Ryan Dungey (KTM) 2-2
3. Trey Canard (Honda) 3-3
4. Weston Peick (Suzuki) 5-5
5. Justin Brayton (Yamaha) 6-7
6. Justin Barcia (Honda) 11-4
7. Jake Weimer (Kawasaki) 8-6
8. Phil Nicoletti (Yamaha) 12-8
9. Matt Goerke (KTM) 9-11
10. Ben LaMay (Yamaha) 13-10
11. Andrew Short (KTM) 15-9
12. Tyla Rattray (Kawasaki) 4-25
13. Ryan Sipes (Suzuki) 7-26
14. Evgeny Mikhaylov (KTM) 18-12
15. Nick Wey (Kawasaki) 17-13
16. Malcolm Stewart (Honda) 10-29
17. Akira Narita (Honda) 23-14
18. Derek Anderson (Kawsaki) 19-16
19. Broc Tickle (Suzuki) 14-32
20. Michael Byrne (KTM) 21-15

Classificação do AMA Motocross 450 após onze etapas
1. Ryan Villopoto – 513 pontos (7 vitórias)
2.
Ryan Dungey – 463 (3 vitórias)
3. Justin Barcia – 375
4.
Trey Canard – 303
5. James Stewart – 289 (1 vitória)
6. Jake Weimer – 244
7. Andrew Short – 238
8. Broc Tickle – 216
9. Josh Grant – 208
10. Mike Alessi – 204
11. Phil Nicoletti – 184
12. Malcolm Stewart – 182
13. Justin Brayton – 182
14. Tyla Rattray – 169
15. Chad Reed – 157
16. Ryan Sipes  – 132
17. Weston Peick – 88
18. Ben LaMay – 70
19. Clement Desalle – 58
20. Brett Metcalfe – 70 pontos

Categoria 250

Depois de dominar a primeira bateria da categoria 250 da inauguração do circuito de Utah, Eli Tomac estava mais próximo do primeiro campeonato na categoria 250 de sua carreira no AMA Motocross. Martin Davalos assegurou seu segundo Holeshot consecutivo na primeira bateria. O piloto Pro Circuit / Kawasaki foi deixado para trás rapidamente por uma brigada de pilotos Geico / Honda formada por Zach Osborne, Justin Bogle e Eli Tomac. Quem estragou a festa da Geico / Honda foi o companheiro de equipe de Davalos, Adam Cianciarulo. O novato fenômeno, que teve problemas com uma infecção alimentar no início da temporada que levou a uma deficiência de ferro no sangue, se destacou em Utah, garantindo seu primeiro pódio da carreira.

s780_081813blast027

Largada da primeira bateria da categoria 250 em Utah

s780_081813blast028

Mais uma vez Tomac estava em outro nível, abrindo uma distância enorme depois de assumir a liderança de seu colega de equipe, Zach Osborne que terminou a bateria na sexta posição. O campeão 2012 do AMA Motocross 250, Blake Baggett, teve uma recuperação incrível. Ele alcançou e ultrapassou Cianciarulo no final da bateria, terminando na segunda posição. Tomac ficou livre para faturar sua sétima vitória de bateria consecutiva com a dupla da Pro Circuit / Kawasaki, Blake Baggett e Adam Cianciarulo, completando o pódio. Ken Roczen, Marvin Musquin, Osborne, Cooper Webb, Darryn Durham, Justin Bogle e Justin Hill completaram o Top 10 da bateria.

s780_081813blast029

full_081813krrs_827722

Eli Tomac brilhou no meio da tempestade de poeira que soprou em Utah nesta 11ª etapa do AMA Motocross. Com a ajuda da ultrapassagem rápida do até então atual campeão da categoria, Blake Baggett, na segunda bateria, um novo campeão estava para ser coroado.

full_081813bbrs_880577

s780_081813blast036

O piloto Geico / Honda, Justin Bogle, faturou o holeshot da segunda bateria seguido por Zach Osborne, Darryn Durham, Jeremy Martin, Martin Davalos, Marvin Musquin e outros mais. Davalos teve problemas com a moto e terminou a bateria na 27ª posição.

s780_081813blast048

Largada da segunda bateria da categoria 250 em Utah

s780_081813blast050

Justin Bogle

Ken Roczen fez o melhor para impedir Tomac, avançando pelo pelotão para alcançar a roda traseira de Bogle. O piloto Geico / Honda se manteve forte, bloqueando todos os ataques de Roczen. O alemão conseguiu atrapalhar o jovem de Oklahoma, dando a ele uma pista vazia para a vitória. Mas Tomac vinha no meio da poeira. O líder da classificação do campeonato começou a ultrapassar um piloto atrás do outro até encostar em Roczen.

s780_081813blast051

Marvin Musquin

s780_081813blast052

Jeremy Martin

Um duelo foi travado no meio da poeira. Tomac foi persistente, atormentando o líder até que finalmente o piloto KTM cedeu. Embora a vitória estivesse garantida, o campeonato ainda estava em disputa. Até que o atual campeão, Blake Baggett, apareceu na jogada. Aparentemente vindo do nada, Baggett perseguiu Roczen durante as últimas voltas antes de arriscar um golpe ousado na última volta, e que foi uma virada do destino e do acelerador, que ajudou Tomac a assegurar seu primeiro título na carreira na categoria 250 do AMA Motocross quando ultrapassou Roczen na última volta pela primeira posição.

s780_081813blast054

Cooper Webb

s780_081813blast058

Pódio da categoria 250 em Utah

Tomac venceu a etapa, e o campeonato. O Top 10 da segunda bateria foi completado por Bagget, Roczen, Bogle, Durham, Martin, Cooper Webb, Musquin, Adam Cianciarulo e Zach Osborne.

full_081813etpodrs_889019

Eli Tomac com placa de campeão do AMA Motocross 250 2013

Resultado da etapa de Utah do AMA Motocross na categoria 250
1. Eli Tomac (Honda) 1-1
2. Blake Baggett (Kawasaki) 2-2
3. Ken Roczen (KTM) 4-3
4. Adam Ciancianrulo (Kawasaki) 3-9
5. Justin Bogle (Honda) 9-4
6. Darryn Durham (Kawasaki) 8-5
7. Marvin Musquin (KTM) 5-8
8. Cooper Webb (Yamaha) 7-7
9. Zach Osborne (Honda) 6-10
10. Justin Hill (Kawasaki) 10-14
11. Wil Hahn (Honda) 12-13
12. Jeremy Martin (Yamaha) 37-6
13. Jessy Nelson (Honda) 14-15
14. Cole Seely (Honda) 19-12
15. Kyle Cunningham (Yamaha) 36-11
16. Martin Davalos (Kawasaki) 11-37
17. Shane McElrath (Honda) 17-16
18. Alex Martin (Yamaha) 15-19
19. Jason Anderson (Suzuki) 13-28
20. Matt Bisceglia (Honda) 20-17

Classificação do AMA Motocross 250 após onze etapas
1. Eli Tomac – 505 pontos (6 vitórias)
2. Ken Roczen – 454  (2 vitórias)
3.
Marvin Musquin – 388 (2 vitórias)
4. Blake Baggett – 373 (1 vitória)
5. Zach Osborne – 322
6. Justin Bogle – 268
7. Jeremy Martin – 264
8. Jason Anderson – 256
9. Cooper Webb – 217
10. Kyle Cunningham – 214
11. Cole Seely – 203
12. Justin Hill – 196
13. Darryn Durham – 157
14. Martin Davalos – 146
15. Wil Hahn – 142
16. Adam Ciancianrulo – 131
17. Joey Savatgy – 89
18. Blake Wharton – 85
19. Alex Martin – 82
20. Kyle Peters – 53 pontos

Etapa restante do AMA Motocross 2013
Décima Segunda Etapa – 24 de agosto – Lake Elsinore – Califórnia

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Motocross 2013

Primeira Etapa – 18 de maio – Hangtown – Califórnia
Segunda Etapa – 25 de maio – Thunder Valley – Colorado
Terceira Etapa – 1º de junho – Muddy Creek – Tennessee
Quarta Etapa – 8 de junho – High Point – Pensilvânia

Quinta Etapa – 22 de junho – Budds Creek – Maryland
Sexta Etapa – 29 de junho – Moto X 338 – Massachussets
Sétima Etapa – 6 de julho – RedBud – Michigan
Oitava Etapa – 20 de julho – Washougal – Washington
Nona Etapa – 27 de julho – Spring Creek – Minnesota
Décima Etapa – 10 de agosto – Unadilla – New York

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly