Pilotos da Kawasaki para o Mundial de MX 2014

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 21 de agosto de 2013 - 20:18

A equipe CLS / Kawasaki / Monster Energy / Pro Circuit tem como objetivo vitórias de GPs e pódios nas categorias MX1 e MX2 no campeonato Mundial de Motocross 2014 com um total de quatro pilotos, um na MX1 e três na MX2. O anúncio das renovações e contratação foi feito durante o GP da Bélgica, no final de semana passado.

A temporada atual foi uma temporada de reconstrução para a equipe CLS /  Kawasaki / Monster Energy / Pro Circuit depois de vários anos de sucesso absoluto com uma série de vitórias de GP com Steven Frossard, Joel Roelants, Christophe Pourcel e Tommy Searle. O inglês Tommy Searle mudou para a categoria MX1 este ano depois de seu vice-campeonato na MX2 em 2012, e perdeu o pódio por pouco em diversas ocasiões durante sua temporada de novato. Arnaud Tonus teve corridas regulares no início da temporada, mas o recém-chegado Alessandro Lupino já marcou dois pódios e a equipe já está de olho em 2014 com apenas uma mudança de piloto, com o adolescente agitado, Dylan Ferrandis, se juntando ao time.

SONY DSC

Dylan Ferrandis e Jean Jacques Luisetti

A equipe CLS / Kawasaki / Monster Energy / Pro Circuit foi confirmada como a equipe oficial Kawasaki no campeonato mundial MX2 para o ano que vem e está confiante em obter bons resultados com três dos pilotos mais talentosos da categoria. Tonus que retorna as corridas na próxima semana na Inglaterra, Lupino e o piloto longa data da Kawasaki, Ferrandis, o jovem francês marcou uma segunda posição fantástica no GP da França em junho.

A equipe vai continuar com seu envolvimento na categoria MX1 com Searle. Tanto Tommy quanto a equipe aprenderam muito nessa temporada e vão enfrentar a próxima com mais apoio da Kawasaki Heavy Industries e cada equipe terá uma estrutura separada. Harrie Van Hout (MX2) e Harry Nolte (MX1) serão os chefes de equipe mais uma vez e mantém suas equipes técnicas dedicadas.

Jean Jacques Luisetti (dono da equipe): “Estou muito feliz em continuar trabalhando com os mesmos pilotos e a mesma equipe. Também estou contente em dar as boas vindas a Dylan Ferrandis, que já é um piloto Kawasaki promissor, à equipe. Arnaud Tonus voltará a correr no próximo final de semana na Grã Bretanha, as preocupações com sua lesão já estão no passado agora que eles removeram o pino de sua perna. Alessandro cresceu na confiança esse ano e com esses três pilotos, nós estamos preparados para terminar entre os três primeiros no ano que vem na MX2. Na categoria MX1, nós estávamos esperando um resultado entre os cinco primeiros este ano com Tommy e estivemos próximos a essa posição. Cada um de nós aprendeu muito esse ano e tenho certeza que ano que vem, nós podemos alcançar o pódio com ele, ele só tem 24 anos e foi o melhor ‘novato’ da temporada, graças a seu lendário espírito de corrida. Eu quero agradecer todos os nossos patrocinadores, com uma menção especial para a Kawasaki e a Monster Energy que aumentaram seu apoio. Eles podem ter certeza que nós faremos o nosso melhor para alcançar resultados de pódio nas duas categorias na próxima temporada.”

Dylan Ferrandis: “Estou feliz em me juntar a equipe CLS para o ano que vem. Sempre foi um sonho meu correr com uma Kawasaki / Pro Circuit. Tenho certeza que teremos um material muito bom com o apoio forte da Kawasaki e PC. Eu ainda não testei a moto, mas eu tenho corrido com uma Kawasaki há vários anos, então eu sei que minha moto estará tão boa quanto as outras dentro da pista. Meu primeiro objetivo será ter um inverno forte, como eu me lesionei nos dois últimos anos, o ombro em 2001 e a perna em 2012, e esse ano só consegui voltar para a moto no final de fevereiro. Estou convencido que se eu tiver um programa de inverno para, 2014 será diferentes. Esse ano eu consegui um pódio na França, mas tenho certeza que se eu começar a temporada totalmente preparado, eu vou brigar pelo pódio quase todo final de semana.”

Harrie Van Hout (Chefe da equipe MX2): “Será um grande desafio ter três pilotos na equipe, mas nós estamos prontos para isso e é ótimo ter três pilotos que podem ter resultados ótimos. Esse ano tem sido difícil com a lesão de Arnaud, então nós trabalhamos basicamente com Alessandro que ainda está aprendendo e melhorando a cada semana. Agora nós nos conhecemos melhor e com certeza vamos começar a próxima temporada numa base mais elevada. Vamos começar a trabalhar com Arnaud na semana que vem, então ele terá tempo para se preparar completamente para a próxima temporada. Em relação ao Dylan, vamos começar a trabalhar juntos em Novembro quando seu contrato atual expirar e nós teremos um programa de inverno forte para preparar nossos pilotos para o ano que vem. Em janeiro, nós vamos começar a temporada no sul da França, Espanha ou Sardenha, precisamos fazer um programa rigoroso de testes em boas condições. Trabalhar com três pilotos será diferente, mas tenho certeza que nós conseguimos.”

1308212035Tonus_Training_CLS

Arnaud Tonus

Harry Nolte (chefe da equipe MX1): “Nós aprendemos muito em nossa primeira temporada com Tommy na categoria MX1 e com certeza essa experiência vai nos ajudar no futuro. Tommy passou um tempo nos Estados Unidos no inverno passado e no final isso não nos ajudou a nos prepararmos para a campanha do Mundial porque Tommy não tinha muita experiência com as 450. Nós vimos o quão rápido seus resultados melhoraram e desde a metade da temporada ele tem sido um concorrente regular pelo pódio. Ele ainda não pegou um pódio, mas isso é devido a sua falta de experiência na categoria e um pouco de azar, mas tenho certeza que o primeiro pódio virá em breve, aqui na Bélgica ou na próxima semana na Inglaterra. No próximo ano, nós teremos apoio completo da fábrica da Kawasaki e com certeza com o apoio da Kawasaki e Pro Circuit, nós seremos ainda mais fortes. Tommy também terá mais experiência e estou convencido que logo ele estará tão forte na MX1 quanto ele era na MX2.”

Searle

Steve Guttridge (Gerente de planejamento de corrida da Kawasaki Motors Europe): “Estou muito contente de Tommy ter feito a transição para a MX1. Tomara que ele pegue o pódio regularmente e brigue por vitórias na próxima temporada. Nosso time na MX2 com Dylan Ferrandis se unindo a um Lupino mais experiente e um Tonus completamente em forma, com certeza vai trazer resultados emocionantes para a Kawasaki ao longo da próxima temporada.”

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly