Foto do Dia Mundocross

Por Divulgação | Foto por Divulgação | 25 de agosto de 2013 - 4:00

Há cerca de dois meses o catarinense segue em tratamento que inclui duas sessões de fisioterapia por dia, além de alongamentos, RPG e osteopatia. O piloto tem feito treinamentos leves com moto uma vez por semana, mas ainda segue sem previsão de alta. De acordo com os profissionais que acompanham o tratamento Gustavo Henn está apresentando uma boa evolução, mas é preciso ter muito cuidado para que as lesões não se agravem com o esforço. Por esse motivo o retorno às competições deve acontecer apenas na temporada seguinte. “Estou novamente nesta grande batalha contra a pubalgia. É tudo muito demorado, sofrido. Passo os meus dias longe de casa, fazendo fisioterapia, alongamentos e me esforçando ao máximo para melhorar. Tudo que eu mais quero é poder voltar a andar de moto, competir, que é o que eu amo fazer, mas estou ciente de que preciso manter a calma e passar por todo o tratamento da forma correta, para que eu consiga competir num futuro próximo. Estou contando com o apoio incondicional da minha família, do Chumbo, do meu treinador Cris e de muitos amigos que não estão me deixando desanimar. Vou superar mais esse obstáculo. Conto com a torcida de todos que acompanham meu trabalho também”, desabafou o piloto.

346b680bc271714dd945be7277316e74

Gustavo ‘Guh’ Henn

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly