A equipe Britânica no Motocross das Nações 2013

Por Mariah Morgado | Foto por Divulgação | 17 de setembro de 2013 - 21:21

Mesmo que a equipe da Inglaterra para o Motocross das Nações não seja uma dar favoritas para a vitória daqui a duas semanas, muitos veem essa equipe com uma boa chance de subir no pódio. Liderados por Tommy Searle, que já mostrou ótimos resultados neste evento, e com o apoio do vencedor do Grand Prix do Benelux e o piloto Jake Nicholls na MX2.

“Todo ano dizem que nós podemos subir no pódio,” disse Searle. “E não existe razão para não conseguirmos. Todos nós vamos para a pista e trabalhamos juntos. Eu acho que a Bélgica e os Estados Unidos sempre entram como os favoritos. Eu vou pilotar pela Grã Bretanha e farei o meu melhor. É o mesmo para toda equipe, você só tem que fazer o seu melhor. Eu espero que a largada esteja melhor agora que mudou, deve tornar a corrida mais divertida. A primeira largada para mim foi boa em 2006, em Matterley Basin, e também foi boa em Budds Creek no ano seguinte, depois também curti em Donington Park em 2008. Eu acho que a minha favorita foi a corrida de Budds Creek em 2007, aquela também foi uma das boas.”

Nicholls também já defendeu as cores britânicas no passado. Ele vai disputar a difícil categoria MX2 e está ansioso pela oportunidade de competir com Ken Roczen e Eli Tomac.

“Estou muito orgulhoso por ser parte da equipe. É a terceira vez e é uma imensa honra, e eu tenho um pouco mais de confiança indo para a Alemanha. Eu acho que podemos fazer bonito.”

Simpson também tem duas convocações para a equipe da Grã Bretanha, embora já faça alguns anos desde que ele teve a chance de pilotar por seu país. Saindo de sua vitória no Grand Prix do Benelux, podemos ter certeza que ele vai entrar no evento com muito mais confiança;

“Já faz dois anos desde que eu corri no Motocross das Nações e acho que a última vez foi em 2009. Eu sinto que fiz um bom trabalho nesse ano e acho que nos sairemos bem como equipe. Eu gosto da pista na Alemanha. Algumas pessoas podem dizer que foi uma surpresa, mas pessoalmente eu acho que tenho a moto funcionando bem e espero que possamos fazer um bom trabalho.”

Em relação ao tempo, se chover então podem ter certeza que esses três pilotos podem fazer a surpresa da década. A última vez que a equipe da Inglaterra venceu o evento foi em 1994 quando Paul Malin, Kurt Nichol e Rob Herring surpreenderam a aparentemente forte equipe norte-americana.

1309161732Searle Lierop 2013

Tommy Searle

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly