Van Horebeek em nova equipe no Mundial de MX 2014

Por Mariah Morgado | Foto por Divulgação | 23 de setembro de 2013 - 20:38

A Yamaha Motor Europe está orgulhosa em anunciar que o promissor piloto Jeremy Van Horebeek vai pilotar o modelo YZ450F para a equipe de fábrica nas temporadas de 2014 e 2015 da categoria MXGP. O piloto de 23 anos encerrou uma temporada de estreia impressionante na categoria MX1, que a partir do ano que vem a categoria será chamada de MXGP, na sétima posição, e ganhou muitos admiradores com sua velocidade e consistência em sua primeira temporada com uma moto da categoria principal do Mundial de Motocross.

Ele faturou dois pódios em sua estreia na categoria MX1, correndo pela Kawasaki, e não pontuou em apenas duas das 34 baterias da temporada. Ele marcou 14 resultados entre os cinco primeiros e chegou bem perto de uma primeira posição da MX1 na segunda metade do calendário. “Foi uma temporada incrível. Eu estive quase sempre próximo ou dentro do Top 5,” disse o belga. “Eu queria ser o piloto número um em uma equipe de fábrica e vindo para a Yamaha foi a oportunidade perfeita. Tenho certeza que o apoio da equipe da Yamaha / Rinaldi vai me ajudar a subir para um nível mais alto dentro do campeonato.”

O piloto da MX1 vai se encaixar na esquadra da Rinaldi ao lado de Christophe Charlier. Van Horebeek vai representar seu país no Motocross das Nações na Alemanha no próximo final de semana, antes de começar a trabalhar na sua nova Yamaha YZ450F, mais leve e mais competitiva, para a temporada 2014. “Eu espero me sentir confortável logo de início e que nós possamos trabalhar em um ambiente de muita união,” disse ele. “Eu sei que a equipe tem uma boa reputação e não estou preocupado em estar sozinho na 450 na equipe. Christophe vai estar lá na 250. Mas eu acho que liderar os acontecimentos na nova moto será um bom desafio.”

“Jeremy teve uma primeira temporada impressionante na MX1,” disse o gerente da Yamaha Motor Europe Racing, Lauresn Klein Koerkamp. “Como um dos pilotos mais jovens na categoria principal, nós estávamos entusiasmados para ver como ele se sairia e nós gostamos de sua consistência e o modo que ele provou ser competitivo ao longo da série de diferentes pistas e terrenos encontrados no campeonato Mundial de Motocross. Ele foi visto como uma escolha competitiva e confiável para colocar a nova YZ450F em seu ritmo e colocar a Yamaha de volta na frente da categoria. Como já vimos, é muito difícil fazer previsões em um esporte tão duro como o Motocross, mas com Jeremy e Christophe, nós sentimos que temos um grande potencial nas duas categorias. O programa do Mundial de Motocross para a Yamaha está se encaixando bem e nós temos todos os motivos para olharmos animados para 2014 com esses pilotos e introduzindo duas novas e emocionantes motos.”

Quem se juntará a Van Horebeek como um piloto oficial Yamaha na categoria MXGP no ano que vem será o australiano, Dean Ferris, que anteriormente já havia sido anunciado que irá pilotar pela equipe britânica da fábrica Yamaha liderada por Steve Dixon.

1309230847VH

Jeremy Van Horebeek

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly