Confira como foi o Brasil na Final B do MX das Nações

Por Divulgação | Fotos por César Araújo | 29 de setembro de 2013 - 12:27

Neste domingo, 29 de setembro, a equipe brasileira voltou ao circuito de Teutschenthal, na Alemanha, onde aconteceu neste fim de semana a 67ª edição do Motocross das Nações. Desta vez os pilotos Rafael Faria, Anderson Cidade e Hector Assunção encararam a repescagem, última chance de garantir a vaga para as provas finais da competição mais importante da modalidade.

Para os brasileiros a prova foi bastante difícil, com uma pista já bastante degradada e esburacada em função das provas de sábado. Rafael Faria fez uma excelente largada e ocupou a sétima colocação por mais da metade da prova acompanhando de perto os ponteiros, enquanto Anderson Cidade e Hector Assunção começaram a prova fora das vinte primeiras posições.

Caindo para a nona posição, Faria travou por algumas voltas uma bela disputa defendendo a posição dos ataques do irlandês Graerne Irwin, que acabou errando e saindo da pista. Por azar, pouco antes dos 10 minutos finais o brasileiro sofreu uma queda, voltando a prova na décima sétima posição. Na tentativa de recuperar posições Faria errou mais uma vez quando o cronômetro marcava menos de dois minutos para a placa de duas voltas finais, colocando um fim em suas chances de voltas às dez primeiras colocações.

2754f30632e47a3c9733e9f6b98dc1f0foto3

Enquanto Faria voltava apenas em vigésimo segundo, Anderson Cidade subiu algumas posições, recebendo a bandeirada logo atrás do paranaense, em vigésimo terceiro, e Hector Assunção foi o trigésimo. Na somatória dos dois melhores resultados dos brasileiros, a equipe ficou com a décima segunda colocação geral da Final B, não conseguindo passar para o evento principal.

b6584db3ad7aa430ee65338f1a30789dMX2CIDADE

Os pilotos Hector Assunção (#94), Anderson Cidade (#95) e Rafael Faria (#96) representaram o Brasil na MX1, MX2 e Open, respectivamente. As motocicletas utilizadas pelo time foram as Yamaha YZ250F e YZ450F. O time brasileiro, a exemplo do ano passado, contou com total apoio da Yamaha Europa e Michele Rinaldi, dono do time Monster / Yamaha, que ofereceu as motos e todo o suporte de equipe e mecânicos. O retorno dos pilotos e equipe ao Brasil está previsto para esta segunda-feira, 30 de setembro.

84136080f66f1b4748807698b83f51cdfoto3a

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly