Confira os campeões do Brasileiro de MX Freestyle

Por Jader Filho | Fotos por Divulgação | 15 de outubro de 2013 - 14:25

O brasileiro Marcelo Simões e o norte-americano Wiley Fullmer foram os campeões do campeonato Brasileiro Yamaha de Motocross Freestyle e do Desafio Internacional PlayStation de Motocross Freestyle respectivamente, competições que movimentaram a noite do último sábado, 12 de outubro, no Sambódromo do Anhembi, durante o Salão Duas Rodas. Os campeonatos, realizados simultaneamente, reuniram os melhores pilotos brasileiros da modalidade, além dos estrangeiros Carlo Caresana (Itália) e Wiley Fullmer (Estados Unidos).

“Uma noite inesquecível”, assim definiu o piloto Jorge Negretti, um dos organizadores do evento. “Foi uma semana bastante intensa, com muitas atividades e apresentações. Estou muito feliz com o resultado: competições com ótimo nível técnico. Tudo isso, sem dúvida, mexeu com as emoções do público e também com as minhas”, disse o piloto que também comemorou 30 anos de carreira no Motocross.

Brasileiro Yamaha de Motocross Freestyle

O público que lotou o sambódromo teve o privilégio de assistir a um verdadeiro espetáculo sobre duas rodas. Foram várias manobras, de todos os tipos e gostos. Destaque para o piloto Marcelo Simões, que manteve no sábado o mesmo desempenho da noite anterior, durante a primeira a primeira final do Brasileiro Yamaha de Motocross Freestyle e conquistou o título brasileiro.

Simões empolgou a plateia com a precisão dos movimentos e com a ousadia. Mais uma vez, ele fez a manobra ‘Holy Man’, uma das mais difíceis do Motocross Freestyle. Esta semana foi muito legal. Andamos durante quase todos os dias do Salão Duas Rodas e tivemos a oportunidade de rever os amigos e disputar ainda o campeonato. Volto feliz pra casa”, disse o piloto.

Quem também teve um excelente desempenho foi o jovem piloto Pedro Nougalli. Pedrinho mostrou uma evolução impressionante no esporte, o que causou admiração do público e dos jurados. O piloto, que até pouco tempo atrás era um menino, mostrou que é capaz de fazer manobras como ‘gente grande’. Com duas apresentações consistentes – na sexta e no sábado – ficou em segundo lugar.

A terceira colocação foi disputada entre o experiente piloto Natan Azevedo e Tatá Mello. Azevedo, que na sexta-feira fez uma boa apresentação, estando apenas 0,9 pontos atrás do segundo colocado, não manteve no sábado o mesmo desempenho e foi ultrapassado por Mello, que mudou a estratégia para o segundo dia das competições. “Revi minhas manobras para a noite de hoje, estou satisfeito com o resultado”, disse o piloto, que conquistou a terceira colocação do Campeonato Brasileiro Yamaha de Motocross Freestyle.

Desafio Internacional PlayStation de Motocross Freestyle

O norte-americano Wiley Fullmer foi o campeão do Desafio Internacional PlayStation de Motocross Freestyle. O piloto simplesmente ‘arrebentou’ durante sua apresentação na competição. Com bastante ousadia, ele impressionou o público e os jurados com a dificuldade das manobras que executou.

A cada salto, aumentavam os aplausos, até ser ovacionado pelo público que lotou o Sambódromo após Fullmer fazer o backflip, uma das mais desafiadoras manobras do FMX. “Estava muito a vontade aqui no Brasil. Senti confiança para fazer e o público brasileiro é impressionante. Estava ansioso para estar de volta ao Brasil”, disse o piloto.

Brasileiro Yamaha de Motocross Freestyle – Classificação final

Marcelo Simões – 47,8 pontos

Pedrinho Nougalli – 41,3 pontos

Tatá Mello – 37,4 pontos

Natan Azevedo – 36,3 pontos

Giancarlo Bergamini – 34,3 pontos

Bellottinho – 23,4 pontos

Brasileiro-premiacao1

Brasileiro-premiacao2

Desafio Internacional PlayStation de Motocross Freestyle

Wiley Fullmer – 27,1 pontos

Marcelo Simões – 23,9 pontos

Pedro Nougalli – 21,2 pontos

Tatá Mello – 19,9 pontos

Natan Azevedo – 17,1 pontos

Carlo Caresana – 14,9 pontos

Giancarlo Bergamini – 15,5 pontos

Bellotinho – 9,9 pontos

Premiacao-desafio-internacional1

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly