Final do Brasileiro de Motocross terá entrada franca

Por Divulgação | 03 de novembro de 2013 - 15:00

O público promete lotar a final da maior competição de Motocross do País, o campeonato Brasileiro de Motocross, vai conhecer os campeões de noves categorias: MX1, MX2, 65, Júnior, MX4, MXF, Nacional 230, 50A e 50B. Apenas a MX3 tem o campeão definido: Milton Becker, o ‘Chumbinho’, que garantiu o título antecipado na sétima etapa realizada em Foz do Iguaçu.

A entrada, da oitava e última etapa da temporada que será realizada em Senador Canedo, Goiás, entre os dias 8 e 10 de novembro, será franca para os setores arquibancada e área livre, onde os fãs poderão montar até tendas para se acomodarem. “Esperamos um grande público para assistir a esse grande evento esportivo. A visão da pista é privilegiada. Como ela tem uma queda, de qualquer ponto você consegue acompanhar toda a prova”, conta o diretor de Motocross da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, e presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás – FMG, Roberto Boettcher.

As obras da pista já estão em fase final e o circuito ficará com cerca de 1.800 metros, uma das maiores da temporada. O motódromo, que fica a cerca de 20 quilômetros de Goiânia, está localizado na rodovia GO 537, KM 05, Setor Pólo, Nova Canaã, Senador Canedo.

A oitava etapa tem a organização da Pódio Projetos Esportivos, realização da FMG (Federação de Motociclismo do Estado de Goiás) e supervisão da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo). Os patrocinadores locais são: TV Anhanguera, Moto Aires, Prefeitura de Senador Canedo e Secretaria de Estado de Indústria e de Comércio de Goiás. O Campeonato 2013 tem o patrocínio da Rinaldi, Honda, Yamaha, X Motos do Brasil, Petrobrás, Lubrax, IMS Racing, Peterlongo e Circuit.

Cartaz - Senador Canedo

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly