Resultados de domingo do Brasileiro de MX em Goiás

Por Divulgação | Fotos por Kelson Rene | 11 de novembro de 2013 - 15:53

Depois de vencer cinco das oito etapas do Brasileiro de Motocross na categoria MX2, o português Paulo Alberto levou neste domingo, 10 de novembro, o título da categoria com 351 pontos. É o primeiro ano que Paulo disputa o Brasileiro, e atingiu o objetivo, mesmo ficando em quarto lugar nesta última etapa, em Senador Canedo, Goiás.

“A minha intenção era vencer o campeonato. Consegui ser campeão e estou muito feliz com isso. Agradeço meus patrocinadores que confiaram em mim”, relatou o campeão.

Paulo Alberto(1)

Thales Vilardi, o companheiro de equipe que por várias etapas alternou de posições com o português, terminou o campeonato em segundo lugar, com 345 pontos. “Praticamente em todas as etapas eu e o Paulo disputamos ponto a ponto. Venci esta última etapa, mas não foi suficiente. Precisava contar com o azar do Paulo para isso. Mas estou muito feliz, ser vice também é um título, e estou feliz também por meu parceiro de equipe vencer”, apontou o vice-campeão do Brasileiro na MX2.

Thales Vilardi

Eduardo ‘Dudu’ Lima que ficou em quinto na cidade goiana, ficou em terceiro lugar na classificação geral, com 288 pontos. “Eu fiz um bom campeonato. Agora é trabalhar mais para o ano que vem, fechar alguns patrocínios, e correr. Todo mundo espera vencer, mas estou feliz com o resultado”.

Primeira Bateria Categoria MX2

Para a alegria dos goianos, o piloto do Estado sede da prova, Lucas Boettcher Frazão, largou na frente e levantou a arquibancada, mas no final da primeira volta Thales Vilardi que brigava pelo título passou e assumiu a liderança até o final.

Lucas passou pela linha de chegada em oitavo e foi aplaudido pelo público goiano. O companheiro de equipe, o português Paulo Alberto largou em sexto, recuperou duas posições e terminou em quarto. A briga pela segunda e terceira posições foi acirrada. Gustavo Amaral se manteve em segundo até os 17 minutos, quando foi ultrapassado por Anderson Cidade, Rafael Faria e Paulo Alberto.

Eduardo ‘Dudu’ Lima e Hector Assunção também travaram boa disputa. Nas últimas duas voltas Dudu passou Hector em uma curva e assumiu a sexta posição.

Os cinco primeiros da primeira bateria foram

1º – Thales Vilardi

2º – Anderson Cidade

3º – Rafael Faria

4º – Paulo Alberto

5º – Gustavo Amaral

Segunda Bateria Categoria MX2

Mais uma vez Thales Vilardi largou na frente. O piloto andou bem e fechou a prova com diferença de 15 segundos para o segundo colocado. A segunda posição novamente foi muito disputada. Gustavo Amaral estava em segundo no início da prova, mas acabou terminando em décimo sexto. Sobrou então para Rafael Faria, Paulo Alberto e Anderson Cidade travarem a briga pela posição. Ao final da disputa os três ficaram em segundo, terceiro e quarto lugar, respectivamente.

O português conta que não apertou o ritmo, pois a intenção era chegar entre os cinco primeiros, para garantir o título. “Preferi manter a segurança para não cair, e terminar a prova entre os cinco”, relata Paulo Alberto. O piloto até sofreu uma queda aos 27 minutos, mas subiu rapidamente na moto, e nem perdeu a colocação.

A disputa pela quinta posição também foi um espetáculo para o público. Aos 17 minutos Dudu Lima, que caiu na largada e estava em décimo segundo, apertou o ritmo e passou Fábio dos Santos, garantindo a quinta colocação na prova.

Hector Assunção teve problema na moto no início da prova e fez uma prova de recuperação. Da última posição, terminou em sétimo. O goiano Lucas Boettcher ficou em nono.

Os cinco primeiros da segunda bateria foram

1º – Thales Vilardi

2º – Rafael Faria

3º – Paulo Alberto

4º – Anderson Cidade

5º – Eduardo Lima

Resultado da somatória das baterias da oitava etapa na categoria MX2

1º – Thales Vilardi

2º – Rafael Faria

3º – Anderson Cidade

4º – Paulo Alberto

5º – Eduardo Lima

Clique Aqui e confira o resultado completo da oitava etapa na categoria MX2 

Confira os cinco primeiros do campeonato Brasileiro 2013 na categoria MX2

1º – Paulo Alberto

2º – Thales Vilardi

3º – Eduardo Lima

4º – Hector Assunção

5º – Anderson Cidade

Clique Aqui e confira a classificação completa do campeonato na categoria MX2

Thales e Paulo

Categoria MX1

Festa também no pódio da MX1. Adam Chatfield  ficou em terceiro na etapa, na somatória das duas baterias da categoria realizadas neste domingo, 10 de novembro, com a combinação de dois segundo lugares. Mas, o inglês sagrou-se campeão Brasileiro 2013 ao somar 329 pontos na classificação geral.

“Foi um campeonato muito difícil. O nível da competição foi muito alto e estava disputado. No começo eu não estava na ponta, mas queria muito ganhar. Agora consegui o título e estou muito feliz”, conta Chatfield.

Em 2012 o inglês passou perto da conquista, quando ficou na segunda colocação da classificação geral. Nesta temporada, o título estava disputado ponto a ponto e a decisão saiu somente na última bateria. “Eu já vinha tentando conquistar o título. Ano passado passei perto. Mas agora consegui. Vamos comemorar”, declara o inglês.

Adam Chatfield

Carlos Campano subiu no lugar mais alto do pódio nesta oitava etapa. O piloto venceu a primeira bateria e chegou em segundo na prova final. Com os resultados, o espanhol ficou com o vice-campeonato, com 323 pontos. Já Balbi Jr. que disputava o título sofreu uma queda na primeira bateria e ficou fora das disputas com dores no ombro. Mesmo assim ficou com a terceira colocação no campeonato.

Um dos nomes da etapa foi Wellington Garcia. Correndo em casa o goiano levantou o público local. O piloto chegou em terceiro na primeira bateria e venceu a segunda prova da categoria. Na classificação geral, o piloto ficou com a quarta colocação.

“Eu sofri um acidente em 2011 e quase perdi a vida. Tinha apenas 40% de chance de sobreviver e hoje consegui vencer esta bateria. Não sei de onde  tirei essa força, mas eu queria retribuir a esse público que me empurrou a todo momento”, afirmou emocionado Wellington Garcia.

Primeira Bateria Categoria MX1

Uma prova eletrizante. Wellington Garcia larga na frente. Adam Chatfield e Carlos Campano não largam entre os ponteiros. Jorge Balbi Jr.,  que brigava pelo título sofre uma queda e abandona a prova com dores no braço.

Carlos Campano e Adam Chatfield mostram porque estão na briga pelo Campeonato e conseguem boas ultrapassagens, ocupando a terceira e segunda colocações respectivamente. Mas, o inglês erra e cai. O espanhol aproveita e pula para segunda posição e Chatfield volta em terceiro.

A partir desse momento a prova pegou fogo. A torcida pelo goiano Wellington Garcia foi à loucura. Campano partiu para cima do piloto, que resistiu bem a ultrapassagem, até que o espanhol conseguiu passar o piloto por dentro da curva, mas, Wellington deu o troco.

Novamente Campano conseguiu assumir a ponta, no entanto em uma bela ultrapassagem, conhecida no meio como ‘x’, Garcia recuperou a posição. Os pilotos ficaram pelo menos três voltas alternando posição, até Campano levar a melhor e assumir a liderança. 

Nas duas últimas voltas, Carlos Campano teve problemas com a moto e perdeu muito rendimento.  Quase que o piloto perde a liderança da prova, mas ainda conseguiu levar a bandeira quadriculada na primeira posição. Adam Chatfield conseguiu a ultrapassagem sobre Wellington Garcia na reta final, para ficar com a segunda colocação.

Resultado Primeira Bateria Categoria MX1

1º  – Carlos Campano

2º – Adam Chatfield

3º – Wellington Garcia

4º – Joaquim Rodrigues

5º – Jean Ramos

Clique Aqui e confira o resultado completo da primeira bateria da categoria MX1

Segunda Bateria Categoria MX1

Jorge Balbi Jr. não participou da prova, lesionado da queda na primeira bateria. Na segunda corrida do dia para a categoria não teve muitas mudanças de posições. Carlos Campano largou na frente, seguido por Adam Chatfield,  Wellington Garcia, Joaquim Rodrigues e Jean Ramos.

Em boa parte da prova o pelotão da frente permaneceu assim. Mas, Wellington Garcia que estava na terceira posição ultrapassou Adam Chatfield, segundo colocado, e já em seguida Carlos Campano, que ocupava a primeira posição. Com um bom desempenho Wellington Garcia abriu vantagem até cruzar a linha de chegada.

Resultado Segunda Bateria Categoria MX1

1º – Wellington Garcia

2º – Carlos Campano

3º – Adam Chatfield

4º – Humberto Martin

5º – Joaquim Rodrigues

Clique Aqui e confira o resultado completo da segunda bateria da MX1 

Na soma das baterias o resultado da oitava etapa ficou assim

1º – Carlos Campano (1 / 2)

2º – Wellington Garcia (3 / 1)

3º – Adam Chatfield (2 / 3)

4º – Joaquim Rodrigues (4 / 5)

5º – Marcello Lima (6 / 6)

Clique Aqui e confira o resultado completo da oitava etapa em Goiás

Clique Aqui e confira a classificação final do campeonato na categoria MX1

Categoria MX3

Carlos Maia venceu a oitava etapa do Brasileiro de Motocross, realizada ontem, em Senador Canedo, Goias, pela categoria MX3. O piloto liderou quase a prova inteira e subiu no lugar mais alto do pódio.

O piloto goiano correu com uma moto 250 contra as 450 da categoria. Mesmo assim conseguiu melhor desempenho. “Peguei a moto emprestada. Treinei uma semana com ela. Eu sabia que por estar com uma moto 250 precisava largar bem. Sai entre os quatro primeiros e busquei a ponta. Tive dificuldades nas subidas, mas consegui acabar em primeiro”, conta o vencedor da prova, Carlos Maia.

Carlos Maia

A prova foi muito boa. Walter Sérgio Tardin fez o holeshot, mas Mariana Balbi assumiu a liderança. Carlos Maia ultrapassou Mariana e ficou na ponta da categoria. Milton Becker, o Chumbinho, que vinha na terceira posição caiu e voltou na sexta colocação.

Chumbinho que conquistou o título antecipado, durante a sétima etapa da competição, realizada em outubro em Foz do Iguaçu, Paraná, fez uma boa prova de recuperação chegando à terceira colocação. Mariana Balbi que estava na segunda posição caiu e perdeu muitas posições. Com a queda Chumbinho terminou a prova em segundo. “Estou feliz pelo resultado no campeonato. São 31 anos dedicados ao esporte e acho que é o prazer de correr e superar os obstáculos que me motiva. Hoje tive a infelicidade de cair, mas foi uma  prova muito boa”, ressalta

Walter Sérgio Tardin ficou em terceiro na prova e em quarto na classificação geral do campeonato. Erivelto Nicoladelli ficou com a quarta posição na etapa, mas assegurou o  título de vice-campeão da competição pela categoria. Mariana Balbi ficou na terceira colocação do campeonato. Davis Guimarães que abandonou a prova, acabou o Brasileiro na quinta posição.

Pódio MX3(1)

Resultado

1º – Carlos Maia

2º – Milton Becker

3º – Walter Tardin

4º – Erivelto Nicoladelli

5º – Wolney Ferreira

Classificação Final do Campeonato na Categoria MX3

1º – Milton Becker –  194 pontos

2º – Erivelto Nicoladelli –  152

3º – Mariana Balbi – 133

4º – Walter Sérgio Tardin – 124

5º – Davis Guimarães – 121 pontos

Clique Aqui e confira o resultado completo da etapa de Goiás

Clique Aqui e confira a classificação completa campeonato

Categoria Júnior

Mesmo que o campeão Brasileiro de Motocross da categoria Junior já estava definido antes desta última prova, os pilotos entraram na pista com muita vontade de vencer. Enzo Lopes, que é o campeão da categoria deste ano, largou na frente e administrou a prova até o fim.

Enzo Lopes(1)

Kioman de Jesus largou em segundo e também terminou a prova nesta posição. Na somatória das etapas Kioman também ficou em segundo lugar, e é o vice-campeão Brasileiro da categoria. “Em todas as etapas eu tive um pouco de dificuldade. Mas consegui superar e terminar em segundo. Estou feliz com o resultado”, ressalta o piloto. Kioman que é de Goiânia teve a torcida vibrando a cada volta, o que motivou o piloto. “O público me ajudou muito. Na metade da prova a suspensão esquentou muito, mas a galera gritava e me motivou a ir até o fim”, conta Kioman.

A briga ficou com as demais posições. Aos cinco minutos de prova Leonardo de Souza passou Matheus Klysman e assumiu a terceira posição. Gabriel Della Flora aproveitou, acelerou e também passou Matheus. E em seguida, Frederico, assume a posição de Gabriel.

Veja os cinco primeiros da etapa de Goiás

1º – Enzo Lopes

2º – Kioman de Jesus

3º – Leonardo de Souza

4º – Frederico Molina

5º – Gabriel Della Flora

Clique Aqui e confira o resultado completo da oitava etapa da Júnior

Clique Aqui e confira a classificação completa do Brasileiro na categoria Júnior

A oitava etapa teve a organização da Pódio Projetos Esportivos, realização da FMG (Federação de Motociclismo do Estado de Goiás) e supervisão da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo). Os patrocinadores locais são: TV Anhanguera, Moto Aires, Prefeitura de Senador Canedo e Secretaria de Estado de Indústria e de Comércio de Goiás. O campeonato 2013 teve o patrocínio da Rinaldi, Honda, Yamaha, X Motos do Brasil, Petrobrás, Lubrax, IMS Racewear, Peterlongo e Circuit.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly