Equipes para o AMA Supercross 2014 – Round 2

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 11 de dezembro de 2013 - 9:41

Bom, para quem ainda não sabe o que é Silly Season, vamos tirar a dúvida. É um termo muito usado pela imprensa na Fórmula 1, que denomina um momento entre o fim de uma temporada e o início da próxima, onde as equipes estão negociando com patrocinadores e pilotos e acabam não dando muitas informações do que está acontecendo para não atrapalhar as negociações. E foi daí que surgiu o Silly Season, onde as especulações e palpites são externados. Alguns destes palpites acabam se tornando realidade.

Ok, este é o segundo Silly Season do AMA Supercross 2014 aqui no Mundocross, e vamos falar dos nomes daqueles pilotos que já se tem informações sobre seus futuros, e aí depois iremos complementando as informações para ver quem vai andar por qual equipe. Algumas equipes já confirmaram seus pilotos, mas muitas  ainda não divulgaram seus futuros.

Nem todos os nomes dos pilotos que irão disputar o AMA Supercross 2014 estão nesta lista por ainda não termos tido informações sobre seus futuros no esporte, mas semanalmente iremos atualizar a lista. Em 2014 a temporada do AMA Supercross promete um campeonato tão quente como foi em 2013. No ano que passou foram de grandes disputas nas categorias 450, 250 Oeste e 250 Leste.

Infelizmente para 2014 não teremos a participação do piloto brasileiro Jean Ramos, que acabou não conseguindo fechar as cotas de patrocínio para viabilizar sua participação no maior e melhor campeonato de Supercross do mundo. Segundo Juliano Ramos, irmão de Jean, o foco agora será ele buscar fechar com patrocinadores para a temporada 2014 do Brasileiro de Motocross e Arenacross, fazendo uma pré-temporada forte aqui no Brasil.

Alguns pilotos relacionados nas equipes abaixo, infelizmente se machucaram e ficaram de fora das primeiras etapas do AMA Supercross 2014, que começará no dia 4 de janeiro, no Angel Stadium, em Anaheim, Na Califórnia, Estados Unidos. Trey Canard e Davi Millsaps, da categoria 450 não correram as primeiras etapas do campeonato, enquanto que Joey Savatgy e Justin Bogle da categoria 250, conforme as recuperações de suas lesões, talvez corram na região Leste, que começará no dia 15 de fevereiro.

Equipes para o AMA Supercross 2014

Monster / Pro Circuit / Kawasaki
Blake Baggett – Categoria Supercross 250 – Número 4
Dean Wilson – Categoria Supercross 250 – Número 15

Martin Davalos – Categoria Supercross 250 – Número 31

Justin Hill – Categoria Supercross 250 – Número 35

Darryn Durham – Categoria Supercross 250 – Número 45

Adam Cianciarulo – Categoria Supercross 250 – Número 46

Chefe de equipe – Mitch Payton

Monster-Pro-Circuit-2014-Kawasaki-Rear-Photo-By-Hoppenworld

Pilotos da equipe semi-oficial Monster / Pro Circuit / Kawasaki

Discount Tire Racing / Two Two Motorsports / Kawasaki
Chad Reed – Categoria Supercross 450 – Número 22
Chefe de equipe – Dave Osterman

 

Yoshimura / Suzuki
James Stewart – Categoria Supercross 450 – Número 7
Chefe de equipe – Mike Webb

 

Lucas Oil / Troy Lee Designs / Honda

Cole Seely – Categoria Supercross 250 Oeste – Número 21

Malcolm Stewart – Categoria Supercross 450 – Número 34

Jessy Nelson – Categoria Supercross 250 Oeste – Número 50
Shane McElrath – Categoria Supercross 250 Oeste – Número 87
Chefe de equipe – Tyler Keefe

 

Monster Energy / Kawasaki
Ryan Villopoto – Categoria Supercross 450 – Número 1
Jake Weimer – Categoria Supercross 450 – Número 12
Chefe de equipe – Dan Fahie

 

Muscle Milk / American Honda
Trey Canard – Categoria Supercross 450 – Número 41
Justin Barcia – Categoria Supercross 450 – Número 51
Chefe de equipe – Erik Kehoe

61165_canard-unadilla2013-c_5838d_600

Trey Canard

Toyota / JGR / Yamaha
Justin Brayton – Categoria Supercross 450 – Número 10
Joshua Grant – Categoria Supercross 450 – Número 33
Chefe de equipe – Jeremy Albrecht

 

Rockstar / KTM

Ivan Tedesco – Categoria Supercross 450 – Número 9

Jason Anderson – Categoria Supercross 250 – Número 17

Davi Millsaps – Categoria Supercross 450 – Número 18
Joey Savatgy – Categoria Supercross 250 – Número 43
Chefe de equipe – Dave Gowland

 

Red Bull / KTM
Ryan Dungey – Categoria Supercross 450 – Número 5
Marvin Musquin – Categoria Supercross 250 Leste – Número 25
Ken Roczen – Categoria Supercross 450 – Número 94

Dean Ferris – Categoria Supercross 250 Oeste – Número 111
Chefe de equipe – Roger De Coster

 

Dodge / RCH / Suzuki
Broc Tickle – Categoria Supercross 450 – Número 20
Josh Hill – Categoria Supercross 450 – Número 75
Chefe de equipe – Cary Hart

 

BTOSports / Palmetto / KTM

Andrew Short – Categoria Supercross 450 – Número 29
Matt Goerke – Categoria Supercross 450 – Número 44
Chefes de equipe – Forrest Butler e Karsten Butler

61176_short-unadilla2013-cu_58233_600

Andrew Short

Geico / Honda
Eli Tomac – Categoria Supercross 450 – Número 3
Zach Osborne – Categoria Supercross 250 – Número 16
Will Hahn – Categoria Supercross 450 – Número 23
Justin Bogle – Categoria Supercross 250 – Número 32
Zach Bell – Categoria Supercross 250 – Número 71
Matt Bisceclia – Categoria Supercross 250 – Número 96
Chefe de equipe – Mike Larocco

MotoConcepts
Mike Alessi – Categoria Supercross 450 – Número 800
Chefe de equipe – Tony Alessi

 

Strikt Gear / Slaton Racing / Yamaha
Austin Politelli – Categoria Supercross 250 Oeste – Número 61
Preston Mull – Categoria Supercross 250 Oeste
Chefe de equipe – Marty Smith

 

Motosport / Crossland Racing / Honda
Jimmy Albertson – Categoria Supercross 450 – Número 77

 

Bud Racing USA / Kawasaki

Valentin Teillet – Categoria Supercross 250 Oeste

 

JAB Motorsports

Matt Lemoine – Número 78

 

51 Fifty Energy Drink

Jake Canada – Categoria Supercross 250 Oeste – Número 66

 

My Plash / Metal Mulisha / Star Racing / Yamaha
Jeremy Martin – Categoria Supercross 250 – Número 19
Cooper Webb – Categoria Supercross 250 – Número 37

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly