Série Perspectivas 2014 – Juan Pablo

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 05 de fevereiro de 2014 - 22:27

Placa de 5 segundos no ar, largou…

Mundocross – Antes de falar de 2014, faça aí uma avaliação do que rolou na tua temporada 2013.

Juan Pablo – A temporada de 2013 foi complicada, pois além de eu ter sofrido um acidente em janeiro , o Motocross Carioca ainda se encontra totalmente desorganizado. As corridas são marcadas em cima da hora e mal são divulgadas e por aí vai… Em 2013 não consegui correr o campeonato todo, pois quando ganhei alta do médico o campeonato já tinha começado e eu tinha perdido algumas etapas.

Mundocross – Você está participando, ou vai participar de algum campeonato de Verão, ou prova (s) extra campeonato como parte de sua pré-temporada ?

Juan Pablo – Infelizmente não, pois minha moto quebrou e tenho que esperar as peças chegarem para voltar aos treinos, estou sem treinar desde o inicio de dezembro de 2013.

Mundocross – Quais os campeonatos Estaduais, Nacionais e Internacional que pretende disputar em 2014, e em quais as categorias ?

Juan Pablo – Estou querendo correr o campeonato Carioca de Motocross, correr algumas etapas em Minas Gerais e algumas no Espirito Santo. No campeonato Brasileiro, se possível gostaria de participar das etapas de Minas Gerais, Espirito Santo e da etapa que vai ter aqui no Rio de Janeiro, mas isso tudo não vai depender só de mim.

Mundocross – Sobre a sua pré-temporada, o que já está fazendo e o que ainda pretende fazer para 2014 ?

Juan Pablo – Eu tive alguns problemas de saúde no final de 2013 e por enquanto não posso fazer muitas coisas, estou esperando o médico me liberar para começar a preparação física da temporada de 201. Estou atrasado, mas tentarei fazer o possível para me preparar a tempo.

1238000_382130015247465_479942209_n

Juan Pablo

Mundocross – O que você achou do formato do calendário que a CBM criou para o campeonato de 2014, com etapas tendo algumas categorias e outras etapas tendo outras categorias em disputa, sendo que as categorias Feminina e MX4 terão somente rodada na etapa final ?

Juan Pablo – Acho que todas as categorias deveriam disputar o mesmo número de etapas, pois não existe campeonato de apenas uma etapa.

Mundocross – O motocross carioca está passando por um momento complicado. O que você pensa sobre esta situação atual?

Juan Pablo – Acho que enquanto os pilotos não se unirem, nunca vai mudar. A maioria sempre corre, mesmo se a pista estiver ruim, raros são os casos em que alguns colocam a moto no carro e vão embora. E o engraçado é que os que mais reclamam no final sempre acabam indo prestigiar o evento… Com algumas exceções é claro.

Mundocross – Já faz algumas temporadas que não se tem campeonato Brasileiro de Supercross. O que você acha sobre isto ? Gostaria que tivesse um Brasileiro de Supercross ? Se sim, relate aqui sua opinião sobre qual formato de competição, de pistas e quantas etapas deve ter este campeonato ?

Juan Pablo – Acho que o Brasileiro de Supercross seria muito bom para elevar o nível dos pilotos brasileiros, com uma pista técnica e segura, pois é no Supercross que os melhores se destacam. O formato de competição deveria ser o mesmo formato do AMA Supercross, fazendo pelo menos umas seis etapas por ano.

Mundocross – Com qual equipe e patrocínios e apoios que você já tem fechado para a temporada 2014 ?

Juan Pablo – Atualmente estou fechado com a Race Tech / Pro Tech / Rfix Graphics e com a Gaia MX. A Race Tech ficará responsável pelas suspensões da minha moto, a Rfix pelos Gráficos e a Gaia MX pelos óculos de Motocross em que utilizarei no ano de 2014.

1616523_10202976836252174_1336302741_n

Juan Pablo

Mundocross – Muitos pilotos brasileiros não conseguem apoio e patrocínio suficiente para se manter na competição. Como um piloto privado, qual é a sua visão diante a atual falta de incentivo para o esporte dentro do Brasil ?

Juan Pablo – Acho que isso acontece devido a falta de visibilidade do esporte no Brasil, pois a maioria dos organizadores não procuram a mídia para isso, e sequer divulgam o evento de forma adequada. Dessa forma fica muito mais difícil conseguir patrocínio, pois o patrocinador busca visibilidade, e, no país do futebol , Motocross não tem vez. Espero que algum dia isso mude.

Mundocross – Agora a palavra e o espaço são todo seus.

Juan Pablo – Gostaria de agradecer ao Jaime da Race Tech / Pro Tech, a Larissa e o Romulo da Rfix Graphics, e ao Jardel da Gaia MX por terem acreditado e confiado em mim. E é claro, ao site Mundocross por mais essa oportunidade.

Perfil do piloto Juan Pablo :

Nome completo : Juan Pablo Vieira Ferreira
Data de nascimento : 21 de agosto de 1995
Cidade onde nasceu : Rio de Janeiro – RJ.
Cidade onde mora : Rio de Janeiro – RJ.
Moto atual : KXF250

Número que vai usar na moto em 2014 : 357
Principal título : Campeão Carioca do Arena SX em 2011 na Light Prata
Ídolo no Motocross Nacional : Swian Zanoni
Ídolo no Motocross Internacional : Ricky Carmichael e Ryan Villopoto
Pista favorita no Rio de Janeiro : Atualmente nenhuma
Pista favorita no Brasil : Pedra Bonita – MG.
Comida favorita : Filé de frango a parmegiana
Bebida favorita : Guaraná
Comida nos dias de corridas : Macarrão
Bebida nas corridas : Água e hidrotônicos

Tipo de filme favorito : Ação e comédia

Programas de TV favoritos : AMA Supercross na Fox Sports e UFC
Lazer preferido : Jogar on-line com os amigos
Esportes preferidos fora o Motocross : Vale-tudo e Surf
E-mail : [email protected]

Twitter : jpablo357
Face : www.facebook.com/jpablo357
Site (Fan Page) : https://www.facebook.com/pages/Juan-Pablo/382120425248424

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly