Série Perspectivas 2014 – Brunna Bartz

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 11 de fevereiro de 2014 - 20:23

Placa de 5 segundos no ar, largou…

Mundocross – Antes de falar de 2014, faça aí uma avaliação da tua temporada em 2013.

Brunna Bartz – Posso dizer com toda certeza que não foi um dos meus melhores anos. Muitas coisas aconteceram, principalmente fora do Motocross. Foi um ano difícil, em que tudo o que aconteceu fora do esporte refletiu dentro das pistas. Mas espero fazer um ano melhor em 2014.

Mundocross – Você está participando, ou vai participar de algum campeonato, ou prova (s) extra campeonato como parte de sua pré-temporada ?

Brunna Bartz – Não estou. E ainda não participei de nada. Ainda estou voltando ao meu ritmo, perdi muita coisa, e devo voltar a ter o que eu tinha e um pouco mais para depois voltar a fazer campeonatos.

Mundocross – Quais os campeonatos Estaduais, Nacionais que pretende disputar em 2014, e em quais as categorias ?

Brunna Bartz – Pretendo andar no Paranaense de Motocross nas categorias MX3, Intermediária e MX2. E o Arenacross apenas na categoria Feminina. Já no Brasileiro de Motocross na MX3 e Feminina.  

1377061_516417655121986_1030557355_n

Brunna Bartz

Mundocross – Sobre a sua pré-temporada, o que já está fazendo e o que ainda pretende fazer para 2014 ?

Brunna Bartz – Comecei faz pouco tempo. Ainda estamos nos organizando e vendo o que posso fazer. Mas estou pedalando, correndo e treinando com a moto. Morar fora da cidade complica muita coisa em relação a academia. Mas para treinar na moto é muito bom rsrsrs. É muito complicado se manter em um esporte como Motocross, e fazer os campeonatos nacionais sem um sequer patrocínio.

Mundocross – Você tem o desejo de um dia participar de um campeonato de Motocross Feminino no exterior, como o WMX nos Estados Unidos, ou o Mundial de Motocross Feminino ?

Brunna Bartz – Nossa, é o meu maior sonho. Mas para isso, primeiro vou ter que mostrar para as pessoas do Brasil de que eu sou capaz, e tenho que estar 100% preparada para chegar lá e representar nosso país da melhor maneira possível. E é claro, uma das coisas mais importantes é o patrocínio, e de ajudas que possa tornar este sonho realidade.

Mundocross – O que você achou da criação da categoria Feminina no Arenacross 2014 ? Você vai participar ?

Brunna Bartz – Isso foi ótimo. É um campeonato grande, muito bem organizado, e também a mídia é muito voltada em cima dele. Tem bastante divulgação. E isso vai ser muito bom para as meninas, pois o púbico vai poder ver que nos também podemos, e conseguimos sim, fazer bonito rsrsrs. Tudo o que queremos é ter espaço no esporte, mais reconhecimento, e creio que no Arena vai ser assim.

Mundocross – O que você achou do formato do calendário que a CBM criou para o campeonato de 2014, com etapas tendo algumas categorias e outras etapas tendo outras categorias em disputa, sendo que as categorias Feminina, 230 e MX4 terão somente uma rodada na etapa final ?

Brunna Bartz – Para mim isso foi um absurdo. Nunca vi ganhar um campeonato, pelo qual é feito por etapas, em apenas uma corrida. Em uma corrida podem acontecer várias coisas. Uma moto pode quebrar, o piloto cair, acontecer algo e por algum motivo o piloto ter que ir embora. E eu não falo isso pensando apenas em mim, e sim em todos e todas. Uma guerra não é ganha vencendo apenas uma batalha. E é isso que eu penso em relação a esse novo formato.

Eu não deixarei de participar por causa disso, mas fiquei muito decepcionada com a CBM. Em 2012 fizeram a mesma coisa com o campeonato Feminino, e não teve muitos elogios. Mas enfim, ainda tenho esperanças de que melhore as condições do Motocross no Brasil.

310461_330535457043541_1036351420_n

Brunna Bartz

Mundocross – Quais os patrocínios e apoios que você já tem fechado para a temporada 2014 ?

Brunna Bartz – Patrocínio eu não tenho. Mas graças a Deus tenho algumas ajudas, como por exemplo da FortGreen, do Cortez Agrícola, e da Sauber Química.

Mundocross – Quem será seu mecânico e o seu preparador em 2014 ?

Brunna Bartz – Meu mecânico é o Inácio Guilherme, assim como nos outros anos. E ele me ajuda em tudo, como preparador, no psicológico, na moto, treinos, ele esta sempre me acompanhando. E jamais me esqueceria do meu tio Bodo, pois sem ele nada disso estaria acontecendo, ele esta sempre do meu lado.

Mundocross – Agora a palavra e o espaço são todos seus.

Brunna Bartz – Bom, primeiramente quero agradecer a Deus por apesar de tudo, ele ter me abençoado, me guiado e iluminado meus caminhos no ano de 2013, e agradecer a todos aqueles que diretamente ou indiretamente torceram, e estiveram comigo. E quero dizer que estou disposta a fazer um ano diferente, a fazer tudo aquilo que eu sei dentro da pista.

E para aqueles que eu amo, e me ajudam, eu quero passar felicidade e orgulho para eles. E o meu sonho desde quando comecei a andar é ter um patrocínio grande, para que eu possa mostrar que eu sou capaz. Que este ano Deus abençoe a todos. Obrigada !!!

Perfil da piloto Brunna Bartz :

Nome completo : Brunna Bartz Humeniuk
Data de nascimento : 17 de novembro de 1996
Cidade onde nasceu : Faxinal – PR.
Cidade onde mora : Faxinal – PR.
Moto atual : Honda 250

Principal título : Bicampeã Brasileira de Motocross Feminino
Ídolo no Motocross Nacional : Leandro Silva
Ídolo no Motocross Internacional : Ryan Villopoto e Chad Reed
Prova favorita no Paraná : Entre Rios
Prova favorita no Brasil : Dourados – MS.
Comida favorita : Arroz e feijão rs
Bebida favorita : Suco de uva
Comida nos dias de corridas : Massa
Bebida nas corridas : Água e isotônicos

Tipo de filme favorito : Romântico

Programa de TV favorito : Novela
Lazer preferido : Sair com os amigos
Esporte preferido fora o Motocross : Vôlei
E-mail : [email protected]

Twitter : BrunnaBartz
Face : Brunna Bartz

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly