Série Perspectivas 2014 – Tallys Nathan

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 12 de fevereiro de 2014 - 18:17

Placa de 5 segundos no ar, largou…

Mundocross – Antes de falar de 2014, faça aí uma avaliação da tua temporada em 2013.

Tallys Nathan – Foi bom. Conquistei três títulos, o do Pernambucano de Motocross, o do Arena Nordeste de Motocross e a Copa Sertão de Motocross. E terminei o Brasileiro de Motocross em sétimo colocado no geral.
 
Mundocross – Você está participando, ou vai participar de algum campeonato de Verão de Motocross como parte de sua pré-temporada ?

Tallys Nathan – Não, pois estou focando nos treinos da pré-temporada.
 
Mundocross – Quais os campeonatos Estaduais e Nacionais que pretende disputar em 2014, e em quais as categorias ?

Tallys Nathan – Campeonato Pernambucano de Motocross, Arena Nordeste de Motocross e Brasileiro de Motocross. Todas na categoria 150 / Júnior.
 
Mundocross – Sobre a sua pré-temporada, o que já está fazendo e o que ainda pretende fazer para 2014 ?

Tallys Nathan – Fiz a pré-temporada em São Paulo com os irmãos Amaral durante uns dez dias, mas não deu para treinar bem por causa das chuvas. Agora irei terminar a pré-temporada aqui em Pernambuco mesmo, treinando forte todos os dias.

1620201_563508390403653_834247366_n

Tallys Nathan

Mundocross – O que você achou do formato do calendário que a CBM criou para o campeonato de 2014, com etapas tendo algumas categorias e outras etapas tendo outras categorias em disputa ?

Tallys Nathan – Achei bom, pois ficaram menos etapas e para gente que fica um pouco longe ficou melhor.
  
Mundocross – Quais são suas metas e sonhos para sua carreira no Motocross ?

Tallys Nathan – Ser campeão Brasileiro e participar de umas etapas do Mundial de Motocross. 
 
Mundocross – Já faz algumas temporadas que não se tem campeonato Brasileiro de Supercross. O que você acha sobre isto ? Gostaria que tivesse um Brasileiro de Supercross ? Se sim, relate aqui sua opinião sobre qual formato de competição, de pistas e quantas etapas deve ter este campeonato ?

Tallys Nathan – Eu acho que deveria voltar sim. Pois vai ajudar muito o nível dos pilotos brasileiros, e quando eles forem para o AMA será melhor para eles. Irão andar mais e para isso precisamos muito que o nível do Motocross ou Supercross cresça no Brasil.

1624147_563508433736982_391453506_n

Tallys Nathan 

Mundocross – Quais os patrocínios e apoios que você já tem fechado para a temporada 2014 ?

Tallys Nathan – Rótulo do Corpo, Kawasaki, Arte Tendas, e estamos fechando com outros ainda.
 
Mundocross – Quem será seu mecânico e o seu preparador em 2014 ?
 
Tallys Nathan – Estamos fechando isso. 
 
Mundocross – Agora a palavra e o espaço são todos seus.

Tallys Nathan – Quero agradecer a Deus, segundo os patrocinadores e ao Mundocross que me deu essa oportunidade.
 
Perfil do piloto Tallys Nathan Brito :

Nome completo : Tallys Nathan Silva Brito
Data de nascimento : 2 de novembro de 2000
Cidade onde nasceu : Santa Cruz do Capibaribe – PE.
Cidade onde mora : Santa Cruz do Capibaribe – PE.
Moto atual : Kawasaki KX100

Número que vai usar na moto em 2014 : 183
Principal título : Campeão Pernambucano de Motocross
Ídolos no Motocross Nacional : Anderson e Gustavo Amaral
Ídolo no Motocross Internacional : James Stewart
Pista favorita de Motocross em Pernambuco : Pista do radical
Pista favorita de Motocross no Brasil : Sorriso – MT.
Comida favorita : Arroz, feijão e carne
Bebida favorita : Suco de goiaba
Comida nos dias de corridas : Macarrão
Bebida nas corridas : Energético

Tipo de filme favorito : Ação
Programa de TV favorito : Fox
Lazer preferido : Piscina
Esporte preferido fora o Motocross : Bicicross
E-mail : [email protected]

Face : Tallys Nathan

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly