10 coisas para assistir no AMA SX em Arlington

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 15 de fevereiro de 2014 - 7:28

O Wolverine
Que Chad Reed é duro na queda, todos temos que reconhecer. Afinal, quem não lembra de seu acidente em Millville na temporada 2011 do AMA Motocross ? Chad caiu saltando uma mesa e caiu fora da pista, dando um susto em todos presentes e surpreendendo a todos quando levantou, subiu a moto e voltou para a pista sob aplausos. Em San Diego, Reed caiu na sessão de costelas quando encostou a roda dianteira de sua moto na roda traseira de Ken Roczen enquanto os dois brigavam pela terceira posição. Chad foi levado ao hospital e no domingo ele postou em seu Instagram que havia fraturado a clavícula, a escápula e a vértebra T1 e afirmou que estará no gate em Arlington. Força de vontade, determinação, paixão pela corrida… durante a semana foi levantada a questão se ele vai se recuperar a tempo para correr ou não. E Reed postou durante a semana fotos de suas sessões de terapia. Será que veremos o retorno do Wolverine do Supercross hoje ?

68975_reed-sandiego2014-cudby-102

Chad Reed

O veterano
Até o momento a temporada tem sido surpreendente. Depois da dominância de Chad Reed que venceu duas corridas em Anaheim, James Stewart foi outro veterano que roubou a cena e voltou a subir no degrau mais alto do pódio desde o ano passado em Atlanta. Os acontecimentos recentes mostram que o AMA Supercross é uma caixinha de surpresa e são exemplos de que os veteranos ainda tem muito pneu para queimar antes de se aposentarem das pistas. Será que Stewart vai aproveitar o embalo e seguir os passos do rival, vencendo mais uma Arlington ?

Tchau Califórnia
Que a Califórnia não é o lugar favorito para correr de Ryan Villopoto, todo mundo sabe e ele nunca negou. Em seis etapas realizadas em solo californiano, o atual campeão das 450 no Supercross venceu apenas duas.  Com Ken Roczen e Chad Reed na sua cola na classificação do campeonato, RV deve estar muito feliz pela saída do campeonato da Costa Oeste, em direção ao interior dos Estados Unidos. Será que Villopoto vai aproveitar a mudança de terreno e voltar ao primeiro lugar do pódio em Arlington ?

O novo queridinho da KTM nas 450
Ninguém esperava que Ken Roczen fosse ter tanto êxito ao subir para a categoria principal, mas ao mesmo tempo não foi tanta surpresa assim. O alemão roubou a cena na abertura da temporada em Anaheim1 e não parou desde então. Ele é o atual segundo colocado no campeonato. Mesmo com seu companheiro de equipe Ryan Dungey sendo um dos melhores pilotos da categoria da atualidade e conhecido pelos resultados consistentes. Será que veremos Roczen em mais um pódio em Arlington ?

Os novatos entrando em cena
Arlington marca a abertura do campeonato Costa Leste das 250 e a entrada dos novatos Adam Cianciarulo, Matt Bisceglia e Anthony Rodriquez à ação. Rodriquez acabou de sair de uma lesão e não teve muito tempo para se preparar como seus colegas novatos e as primeiras corridas deverão ser umas etapas de aprendizado para ele. Cianciarulo e Bisceglia começam a temporada completamente saudáveis e com um pouco de experiência do AMA Motocross do ano passado. Vai ser uma boa diversão ver como eles vão se portar no meio dos pilotos mais experientes da Costa Leste.

68972_rodriguez-yamaha-cox-2014-005

Anthony Rodriquez

Voltando à ação
De toda as expectativas que circulam ao redor do início da temporada 2014 do campeonato da Costa Leste, o retorno de Justin Bogle e Blake Baggett talvez seja o mais aguardado por todos que estarão em Dallas no final de semana. Os dois estão voltando de lesões que os deixaram de molho por bastante tempo, Baggett tinha quebrado o pé e Bogle tinha cinco vértebras e uma escápula quebrada. Será que veremos os dois completamente em forma em Arlington ou vai levar mais umas etapas para que eles peguem o jeito das corridas novamente ?

Um novo começo
Justin Barcia e Ryan Dungey não tiveram o melhor dos começos da temporada. Os dois ex-campeões conquistaram apenas dois pódios, em seis etapas. Os dois pertencem a Dungey, mas nenhum dos dois subiram no pódio nas últimas quatro corridas. No ano passado, os dois juntos tinham um total de sete pódios e duas vitórias, depois de seis etapas. Agora que o campeonato saiu da Califórnia, será que os dois vão começar a acumular pódios e até mesmo vitórias ?

68974_barcia-sandiego2014-c_20b38

Justin Barcia e Ryan Dungey

Voltando pra casa
Quem está retornando para a Geico / Honda depois de duas temporadas com a Rockstar Racing é Blake Wharton. Depois que Bogle se lesionou, a Geico contratou Wharton para substitui-lo, mesmo que Bogle tenha se recuperado a tempo de correr em Arlington. A equipe resolveu manter os dois pilotos, esperando que o veterano consiga finalmente trazer o título que tem escapado por tantos anos. Wharton é um dos favoritos ao título e com 2014 podendo ser sua última temporada na categoria 250, esta pode ser sua última oportunidade. Será que texano pode começar a temporada vencendo no quintal de casa ?

Uma chance ao título
A Yamaha não teve muito sucesso na categoria 250 nos últimos anos. A última vitória deles foi em Seattle em 2012 com Ryan Sipes. O último campeonato 250/125cc da Yamaha foi há seis anos, na temporada de 2008 com o título de Jason Lawrence. Com o lançamento da nova YZ250F 2014 e o jovem esquadrão, a Yamaha está em uma nova fase. Com Cooper Webb se destacando na Costa Oeste e com um possível campeonato de Jeremy Martin na Costa Leste, pode ser que o time azul conquiste o ouro no final do ano. Será que em Dallas Martin pode deixar a Yamaha um passo mais perto do título ???

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly