Série Perspectivas 2014 – Mariana Balbi

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 18 de fevereiro de 2014 - 19:36

Placa de 5 segundos no ar, largou…

 

Mundocross – Antes de falar de 2014, faça aí uma avaliação da tua temporada em 2013. 

 

Mariana Balbi –  Fiquei muito feliz com a minha temporada de 2013 !! Após alguns anos correndo e morando nos Estados Unidos foi muito bom poder retornar ao Brasil, principalmente por estar próxima da minha família. Sofri bastante por conta do problema que tive de arm pump (síndrome compartimental crônica), havia algum tempo que estava lidando com as crises mas foi ficando insuportável então decidi fazer um procedimento cirúrgico no meio da temporada.

 

Graças a Deus a cirurgia correu bem e minha recuperação foi bastante rápida e não cheguei a perder nenhuma etapa do campeonato. O resultado não poderia ser melhor, fui campeã Brasileira na categoria MXFeminina vencendo todas as etapas, terminei em terceiro lugar na MX3 no Brasileiro e ainda fui campeã da Copa Minas Gerais de Motocross na MX3. 

  

Mundocross – Você está participando, ou vai participar de algum campeonato de Verão de Motocross como parte de sua pré-temporada ?

 

Mariana Balbi –  Não. Estou aproveitando a pré-temporada para treinar bastante e me preparar fisicamente, além de ministrar cursos de pilotagem junto com meu pai. 

  

Mundocross – Quais os campeonatos Estaduais, Nacionais e Internacionais que pretende disputar em 2014, e em quais as categorias ? 

 

Mariana Balbi –  Ainda estou estudando os campeonatos que irei participar. A única coisa que posso garantir é que estarei fazendo mais uma temporada aqui no Brasil.

1377292_10151687406101720_1752374084_n

Mariana Balbi

Mundocross – Já faz algumas temporadas que não se tem campeonato Brasileiro de Supercross. O que você acha sobre isto ? Gostaria que tivesse um Brasileiro de Supercross ? Se sim, relate aqui sua opinião sobre qual formato de competição, de pistas e quantas etapas deve ter este campeonato ? 

 

Mariana Balbi –  Sim, já participei de campeonatos Brasileiros de Supercross. Eram campeonatos muito bem organizados, com níveis bem técnicos de pista o que deixou saudade rsrsrs… Gostaria muito que tivesse um campeonato de Supercross outra vez no Brasil nos mesmos parâmetros que os campeonatos que já tivemos, como o Skol Supercross ou o Pelé Pró.

 

Mundocross – Sobre a sua pré-temporada, o que já está fazendo e o que ainda pretende fazer para 2014 ? 

 

Mariana Balbi –  Bom estou tentando aperfeiçoar minha pilotagem para o tipo de pista do Brasil. Tive um pouco de dificuldade no começo, pois as pistas do Brasileiro de Motocross são bem diferentes do que eu estava acostumada nos Estados Unidos, por isso optei por fazer minha pré-temporada aqui mesmo no Brasil. Além de estar me preparando melhor fisicamente, já que corro na MXFeminina e na MX3, acho que é muito importante estar forte e ter energia para as duas categorias.

 

Mundocross – O que você achou do formato do calendário que a CBM criou para o campeonato de 2014, com etapas tendo algumas categorias e outras etapas tendo outras categorias em disputa ? Sendo que a categoria Feminina terá somente uma rodada na etapa final !!! 

 

Mariana Balbi – Fiquei muito desapontada com o calendário da CBM, principalmente em relação a MXFeminina. Essa categoria é relativamente nova e cresceu muito em 2013 acho que a CBM deveria incentivar este crescimento, e com apenas uma etapa a categoria não tem como crescer. Sinceramente espero que eles reavaliem e deem mais condições não só para MXF, mas também para as outras categorias. 

1546448_584812321599172_1322646858_n

Mariana Balbi

Mundocross – Quais os patrocínios e apoios que você já tem fechado para a temporada 2014 ? 

 

Mariana Balbi –  Pro Tork, Kawasaki, Mobil, Allsign e Ingá.

 

Mundocross – Quem será seu mecânico e o seu preparador em 2014 ? 

 

Mariana Balbi – Meu pai, Jorge Balbi. 

  

Mundocross – O que você achou da criação da categoria Feminina no Arenacross 2014 ? 

 

Mariana Balbi – Achei muito legal a oportunidade que eles estão dando para a categoria que como eu disse, cresceu muito no ano de 2013.

 

Mundocross – Agora a palavra e o espaço são todo seus.  

 

Mariana Balbi –  Agradeço a Deus todos os dias de ser abençoada fazendo o que eu amo que e o Motocross ao lado da minha família. Gostaria de agradecer a todos meus patrocinadores Pro Tork, Kawasaki, Mobil, Allsing, Ingá, a minha família e a todos que torcem por mim fora e dentro das pistas !!

 

Perfil da piloto Mariana Balbi :  

Nome completo : Mariana Nápoles Balbi
Data de nascimento : 23 de outubro de 1986
Cidade onde nasceu : Belo Horizonte – MG.
Cidade onde mora : Belo horizonte – MG.
Apelido : Mari
Moto atual : Kawasaki

Número que vai usar na moto em 2014 : 1 na MXF e 81 na MX3
Principal título : Campeã Brasileira de MX Feminina 2013
Ídolo no Motocross Nacional : Jorge Balbi Jr.
Ídolo no Motocross Internacional : James Stewart
Pista favorita de Motocross em Minas Gerais : Minha pista favorita era a do Serra Verde aqui em Belo Horizonte, mas infelizmente não existe mais.
Pista favorita de Motocross no Brasil : Canelinha – SC.
Comida favorita : Churrasco
Bebida favorita : Água de coco
Comida nos dias de corridas : Segredo rsrsrs
Bebida nas corridas : Água

Tipo de filme favorito : Ação 

Programa de TV favorito : Two and a Half Man
Lazer preferido : Pedalar e andar de jet ski
Esporte preferido fora o Motocross : Supercross rsrsrs
E-mail : [email protected]

Twitter : @maribalbi
Face : Mariana Balbi
Instagram : @mariana_balbi

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly