Resultados do Arenacross em Blumenau

Por VipComm Comunicação | Fotos por Divulgação | 23 de fevereiro de 2014 - 0:46

Pela primeira vez em sua história no roteiro do Arenacross, a cidade de Blumenau, em Santa Catarina, conheceu neste sábado, 22 de fevereiro, o campeonato que conquistou o Brasil pelas disputas de tirar o fôlego. No Bianchini Business Park, local onde a arena foi montada, mais de 100 pilotos, de oito Estados do país, somados a competidores de oito países, deram show nas provas das categorias Pró, MX2, Júnior, 65 e 50.

Nas arquibancadas e camarotes, o público de sete mil pessoas compareceu em peso para prestigiar e empurrar os participantes. Ao final da primeira etapa, o espanhol Carlos Campano saiu com a vitória na categoria Pró após 2-1 nas baterias da categoria. Já o português Paulo Alberto teve que se esforçar ao máximo para assegurar sua primeira vitória na temporada e largar na frente na MX2.

Nas categorias infantis, o garoto prodígio Enzo Lopes (#16) começou com tudo e venceu com muita tranquilidade a bateria da Júnior. Dadalzinho (#77) e Diogo Nascimento (#2) também iniciaram a competição com o pé direito após vitória na 65 e 50, respectivamente.

A caravana do Arenacross 2014 volta no dia 26 de abril, ainda com cidade a ser divulgada pela organização.

Primeira Bateria Categoria Pró – Ótima largada de Jean Ramos (#18), que pulou para primeira colocação. O segundo lugar era de catarinense Pipo Castro (#10), seguido de Wellington Garcia (#21). Ainda na primeira volta, o goiano caiu e perdeu várias posições. Na sequência, o suíço Julien Bill (#902), que fazia sua estreia na competição, conseguiu a vice-liderança.

ax14honda18_ic_22022014_0211-6
Na nona volta, Carlos Campano (#115), que havia caído logo no início, passou a brigar pelo Top 5. Ele encostou em Leandro Silva (#14), que mostrou grande pilotagem defensiva. No entanto, na 15ª volta, Leandro caiu e o espanhol ganhou de bandeja o terceiro lugar.

Próximo a Bill, Campano foi atrás do concorrente e ainda fisgou a segunda colocação. Já a vitória ficou com Jean Ramos. Wellington Garcia, em prova de recuperação, acabou em quarto, atrás do suíço. “Fiz uma boa pré-temporada e isso foi fundamental para começar bem o campeonato”, afirma Jean.

Segunda Bateria Categoria Pró – Holeshot de Julien Bill. Campano, em segundo, caiu na seção de costelas e foi para as últimas posições da prova. Mais rápido que o suíço, Wellington Garcia ultrapassou o companheiro de equipe e chegou à liderança. Porém, na quinta volta, teve mais uma queda, comprometendo a corrida.

Em primeiro, Julien tentava abrir vantagem, mas sem sucesso. Jean Ramos o ultrapassou na nona volta assumiu a ponta. Em ótima recuperação, Campano venceu o suíço e grudou no paranaense. Após muita pressão, o espanhol conquistou à liderança e caminhou livre para vitória. Jean acabou em segundo, seguido de Bill e Pipo Castro. “Encontrei uma boa linha para ultrapassar meus concorrentes. Na primeira bateria fui fechado e cai. Mesmo assim, me recuperei. Tive uma disputa dura com o Leandro (Silva), mas consegui o ultrapassar. Na segunda, também sofri uma queda boba logo no início, mas não fiquei desesperado e fui buscar. O resultado está muito bom. Ainda temos algumas coisas para acertar a moto, mas valeu à pena”, destaca o espanhol.

Categoria MX2 – Paulo Alberto fez ótima largada e assumiu à liderança após a primeira curva. O português tentava imprimir forte ritmo, mas era seguido por Hector Assunção (#30) e Tauan Brenner (#900). Após ser ultrapassado por Thales Vilardi (#27), Tauan caiu e perdeu diversas colocações.

ax14honda1_ic_22022014_0163-5
Na ponta, o português teve que superar o pneu traseiro furado para continuar na prova. Além disso, viu Hector encostar e tentar roubar a primeira colocação. A segunda metade da prova reservou fortes emoções para a dupla, que mostrou um “pega” intenso. No fim, Paulo manteve a liderança e venceu a corrida, seguido de Hector e Marçal Muller (#544). “Estava bem na corrida, mas tive um pneu furado e isso quase comprometeu o meu desempenho. Mantive a calma e consegui vencer após muito esforço”, revela.

ax14honda1_ic_22022014_0189-5
Categoria Júnior – Corrida excepcional de Enzo Lopes (#16), que liderou de ponta a ponta. O gaúcho de Lajeado mostrou experiência durante os mais de 10 minutos de prova e por pouco não deu volta no segundo colocado. Leo Almeida (#962), que vinha na segunda colocação, sofreu uma queda, teve um pneu furado e deixou a disputa pelo pódio. Com a vitória, Enzo deu início à corrida pelo bicampeonato da categoria. Em segundo, ficou o paulista Djalma Brito (#102), seguido do também gaúcho Yuri Campelo (#818). ”É sempre bom começar com vitória, pois nos dá uma nova motivação. Consegui fazer uma boa largada e abrir vantagem. Consegui controlar bem a corrida”, comenta Enzo.

Categoria 65 – A bateria começou agitada com a queda de Bruno Schmitz (#4). Carlos Eduardo Pereira, o Dadalzinho (#77), assumiu a frente da prova e foi assim até o final. Em ritmo forte na segunda posição, Gabriel Andrigo (#10) teve problema na moto e parou na última volta. Com isso, o segundo lugar caiu no colo de João Silva (#210), seguido de Joaquim Neto (#11).

Categoria 50 – Boa largada de Luis de Souza (#171), mas logo no início da bateria, Diogo Nascimento (#2) assumiu a ponta. Quem também ultrapassou Luis foi Marcello Leodorico (#44) que subiu para a segunda posição. A cada volta, o paulista de Guarulhos abria mais vantagem. A 40 segundos do final da prova, Diogo sofreu uma queda na seção de costelas. Porém, como havia conseguido se distanciar bem dos adversários, não perdeu a posição e garantiu a primeira vitória em 2014. Marcello confirmou o segundo lugar e Luis terminou em terceiro.

O Arenacross 2014 é uma realização da Romagnolli Promoções e Eventos e tem o patrocínio de Honda e Mobil. Copatrocínio do Consórcio Nacional Honda, Yamaha, Pirelli, Monster Energy Drink e Rinaldi. Apoio do Governo de Santa Catarina, Fesporte, Prefeitura de Blumenau, Revista da Moto!, Dirt Action, Riffel, Parque Villa Germânica, Bianchini Business Park Blumenau, Locaweb, Agremix, Rádio Guararema FM 103.5 e Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly