Mundial de Motocross 2014 – 2ª Etapa – Tailândia

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 10 de março de 2014 - 23:09

Na segunda etapa do Mundial de Motocross em Si Racha, sacos de gelo foram tão valiosas e tão raras quanto sacos de ouro são atualmente. Calor e umidade, os pilotos enfrentaram temperaturas escaldantes acima de 40º fora da sombra. Enquanto isso, os organizadores e a equipe de manutenção da pista também enfrentaram um desafio e fizeram um ótimo trabalho controlando a poeira com mais de 50.000 litros de água sendo jorradas durante este último domingo, 9 de março. Apesar do clima desafiador, o dia pareceu deja vu quando os dois campeões mundiais da equipe Red Bull / KTM Factory Racing, Antonio Cairoli e Jeffrey Herlings, levaram para casa vitórias duplas pelo segundo ano consecutivo.

Categoria MXGP

É um fato bem conhecido que quanto mais difícil, melhor é para Antonio Cairoli e o desafiador circuito em Si Racha não o decepcionou. Usando seu repertório incrível de habilidades de motocross para todo o mundo ver, o italiano levou sua KTM 350SX-F para uma surpreendente vitória dupla pelo segundo ano consecutivo. Na próxima etapa do Mundial no Brasil, Cairoli, o novo líder do campeonato, correrá com o plate vermelho.

MXGPstart_MXGP_2_THAI_2014

Enquanto isso, Clement Desalle da equipe Rockstar / Suzuki World estava de volta e parecendo bastante confortável e suave no circuito extraordinário de Si Racha. Embora Desalle tenha enfretado alguns problemas mecânicos, ele conseguiu levar para casa dois segundos lugares e ficou em segundo no geral. “Minha moto estava estranha e por isso eu perdia os saltos algumas vezes e perdi alguns segundos. Eu não sei qual era o problema, na primeira corrida a moto estava ótima e eu acho que estava esquentando mais na segunda, então eu não sei, mas na primeira corrida eu tinha uma boa sensação na moto, então foi bom.”

Desalle_MXGP_2_THAI_2014

Quem subiu no terceiro degrau do pódio, graças também a dois terceiros lugares foi Jeremy Van Horebeek, da Yamaha Factory Racing, que melhorou muito desde o ano passado. O jovem belga está apenas em seu segundo ano na categoria MXGP e está provando que pode acompanhar com os veteranos quando fez o Foz Head Holeshot na segunda corrida e segurou a lenda, Antonio Cairoli, pelos 20 primeiros minutos da corrida. Embora Cairoli tenha arrumado uma passagem, Van Horebeek conseguiu manter a cabeça fria e terminou a corrida com segurança na terceira posição.

VanHorebeek_MXGP_2_THAI_2014

O vice colocado da etapa de abertura do campeonato, Max Nagl, teve que lutar por seu resultado ontem. O alemão largou as duas corridas foram do top 10, o que tornou suas chances ao pódio muito difíceis. Mesmo assim, o espírito de guerreiro de Nagl e uma ótima seleção de habilidades renderam enquanto ele abria caminho pelo pelotão para cruzar a linha de chegada da primeira corrida em sexto e na segunda em quarto, ficando com o quarto lugar no geral. Nagl continuar em segundo na pontuação do campeonato.

Nagl_MXGP_2_THAI_2014

O dia foi de altos e baixos para o até então dono do plate vermelho, Gautier Paulin. Na primeira corrida, a largada do francês não foi muito boa, mas ele conseguiu encontrar o ritmo e avançou pelo pelotão para cruzar a linha de chegada em quarto lugar. Na segunda corrida, ele largou muito bem e passou pela primeira curva na quarta posição. Depois de lutar muito a corrida inteira, seu resultado foi sabotado quando sua moto superaqueceu com o calor escaldante. Felizmente, ele conseguiu marcar uma nona posição que foi o suficiente para lhe dar a quinta posição no geral da etapa da Tailândia, mas lhe custou a liderança do campeonato. Ele caiu para a terceira posição na classificação de pontos.

Cairoli_MXGP_2_THAI_2014

Durante a primeira corrida, em uma batalha pela quarta posição, Tommy Searle saltou um metro mais baixo no maior salto da pista, o que resultou em um desastre para o britânico. O impacto foi tão forte que os garfos se sua CLS Kawasaki ficaram completamente destruídos e o restante da moto também não parecia muito saudável também. O boletim oficial de suas lesões ainda não foram liberados, mas sua equipe confirmou que é uma suspeita de punho quebrado.

MXGPpodium_MXGP_2_THAI_2014

Resultados da primeira corrida da categoria MXGP na Tailândia
1. Antonio Cairoli
2. Clement Desalle  
3. Jeremy Van Horebeek
4. Gautier Paulin  
5. Kevin Strijbos
6. Maximilian Nagl
7. Shaun Simpson
8. Davide Guarneri
9. Xavier Boog
10. Todd Waters

Resultados da segunda corrida da categoria MXGP na Tailândia
1. Antonio Cairoli
2. Clement Desalle
3. Jeremy Van Horebeek
4. Maximilian Nagl
5. Evgeny Bobryshev  
6. Todd Waters
7. Rui Gonçalves
8. Davide Guarneri
9. Gautier Paulin
10. Xavier Boog

Resultado geral da categoria MXGP na Tailândia
1. Antonio Cairoli – 50 pontos
2. Clement Desalle – 44
3. Jeremy Van Horebeek – 40
4. Maximilian Nagl – 33
5. Gautier Paulin – 30
6. Evgeny Bobryshev – 26
7. Todd Waters – 26
8. Davide Guarneri – 26
9. Shaun Simpson – 24
10. Xavier Boog – 23 pontos

Classificação do Mundial de Motocross Categoria MXGP após Duas Etapas
1. Antonio Cairoli – 92 pontos (1 Vitória)
2. Maximilian Nagl – 76
3. Gautier Paulin – 75 (1 Vitória)
4. Jeremy Van Horebeek – 72
5. Clement Desalle – 71
6. Evgeny Bobryshev – 51
7. Kevin Strijbos – 50
8. Steven Frossard – 49
9. Todd Waters – 43
10. Joel Roelants – 38 pontos

Campeonato dos fabricantes na categoria MXGP: 
1. KTM – 92 pontos
2. Honda – 76
3. Kawasaki – 75
4. Suzuki – 73
5. Yamaha – 72
6. Husqvarna – 43
7. TM – 42 pontos

Categoria MX2

Jeffrey Herlings pareceu estar de volta a sua forma esperada neste final de semana na Tailândia. O atual campeão mundial da MX2 fez o Fox Head holeshot de forma surpreendente na primeira corrida e dominou a corrida no estilo típico do holandês voador. Na segunda corrida, Herlings fez outra largada boa, assumindo a segunda posição antes da terceira volta com apenas Max Anstie na sua frente. Embora Max Anstie tenha feito um ótimo trabalho liderando a primeira parte da corrida, não demorou muito para Herlings encontrar seu ritmo e ultrapassar Anstie para vencer sua segunda corrida do dia com mais de oito segundos.

MX2start1_MXGP_2_THAI_2014

Glenn Coldenhoff fez uma ótima largada na primeira corrida, andando na espreita dos três primeiros colocados pela primeira metade da corrida. Chegando na metade, Coldenhoff pareceu pegar um ótimo vento e ultrapassou Jordi Tixier e Dylan Ferrandis ao mesmo tempo com um scrub e assumiu a segunda posição. Na segunda corrida, Coldenhoff também teve um ótimo desempenho, embora o calor parecia que estava afetando sua habilidade de se esforçar a corrida inteira. Mesmo assim, Coldenhoff se assegurou na quarta posição e terminou em segundo no geral, o que fez com que ele subisse para a terceira colocação na classificação do campeonato.

Tixier_MXGP_2_THAI_2014

Se existia qualquer “e se” no ar depois da maré horrorosa de azar de Max Anstie no Qatar, eles foram respondidos ontem quando ele fez o Fox Head holeshot na segunda corrida. Anstie fez um excelente trabalho segurando Jeffrey Herlings pela maior parte da corrida, mas infelizmente no momento que Herlings encontrou um caminho, ele foi forçado a se assegurar na segunda posição. Com seu sexto lugar na primeira corrida, Anstie conquistou seu primeiro pódio do ano, ficando em terceiro no geral. Sobre sua sexta posição na primeira corrida, Max disse “De verdade, eu não sei. Eu só vou e faço minhas voltas e se eu terminar em quinto ou 15º, é tudo a mesma coisa. Eu não penso sobre isso, eu só corro as minhas voltas, mas é bom estar na parte mais afiada do pelotão”.

Herlings_MXGP_2_THAI_2014

Durante todo o final de semana, o piloto melhor classificado nos treinos, Dylan Ferrandis, andou com inteligência e consistência. O francês voador manteve seu estilo impressionante sob controle durante todo o final de semana apesar de os grandes saltos, para marcar dois resultados consistentes entre o top 5 para levar para casa a quarta posição no geral.

Romain Febvre não teve a melhor largada do dia quando ele caiu duas vezes na primeira corrida. Em um estilo impressionante, o francês se redimiu na segunda corrida quando fez uma escalada impressionante de fora do top 7 até a terceira posição que lhe rendeu a quinta posição no geral do Grand Prix.

Febvre_MXGP_2_THAI_2014

Enquanto isso, Livia Lancelot, a única mulher a disputar a categoria MX2 nesta temporada, fez bonito no circuito extraordinário de Si Racha e marcou seu primeiro ponto no campeonato Mundial MX2. Lancelot disse, “Eu não me senti muito bem no calor e a pista estava muito difícil com os saltos grandes. Em um momento, eu não queria mesmo saltar mais e estava pensando em desistir. Mas meu mecânico me disse para nunca desistir e me encorajou a terminar a corrida. Graças a muitos outros caras desistindo, eu marquei meu primeiro ponto e fiz história, então estou feliz com esse resultado”.

Contribuindo com a atmosfera extra especial lá na Tailândia, os organizadores tailandeses fizeram uma cerimônia de abertura deslumbrante com as tradicionais dançarinas tailandesas e instrumentalistas. O presidente da Youthstream, Sr Giuseppe Luongo, e o Diretor da FIM/CMS, Dr Wolfgang Srb, foram oradores convidados durante a cerimônia onde eles prestaram seus agradecimentos a todos os seus apoiadores, o público e pessoas envolvidas na etapa da Tailândia do Mundial de Motocross, por toda a sua ajuda em contribuir para o crescimento do motocross. Mr Luongo terminou seu discurso com “Tailândia, estamos ansiosos para vê-los novamente no próximo ano!”

MX2podium_MXGP_2_THAI_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MX2 na Tailândia
1. Jeffrey Herlings
2. Glenn Coldenhoff
3. Arnaud Tonus
4. Dylan Ferrandis
5. Jordi Tixier
6. Max Anstie
7. Aleksandr Tonkov
8. Alessandro Lupino  
9. Romain Febvre
10. Christophe Charlier

Resultados da segunda corrida da categoria MX2 na Tailândia
1. Jeffrey Herlings
2. Max Anstie
3. Romain Febvre
4. Glenn Coldenhoff
5. Dylan Ferrandis
6. Jordi Tixier
7. Alessandro Lupino
8. Aleksandr Tonkov
9. Arnaud Tonus
10. Jose Butron

Resultado geral da categoria MX2 na Tailândia 
1. Jeffrey Herlings – 50 pontos
2. Glenn Coldenhoff  – 40
3. Max Anstie – 37
4. Dylan Ferrandis – 34
5. Romain Febvre – 32
6. Arnaud Tonus – 32
7. Jordi Tixier – 31
8. Alessandro Lupino -27
9. Aleksandr Tonkov –  27
10. Jose Butron – 19 pontos

Classificação do campeonato na categoria MX2 após duas etapas
1. Jeffrey Herlings – 97 pontos
2. Dylan Ferrandis – 74
3. Glenn Coldenhoff – 69
4. Romain Febvre – 66  
5. Arnaud Tonus – 65
6. Jordi Tixier – 59
7. Aleksandr Tonkov – 58
8. Jose Butron – 50
9. Alessandro Lupino – 42
10. Max Anstie – 41

Campeonato dos fabricantes da categoria MX2 após duas etapas
1. KTM – 97 pontos
2. Kawasaki – 83
3. Suzuki – 69
4. Husqvarna – 68
5. Yamaha – 58
6. Honda – 43
7. TM – 3 pontos

 MXGP da Tailândia – Curiosidades

Tamanho do circuito: 1550 metros

Temperatura: 42°C

Condições climáticas: ensolarado

Próxima etapa do MXGP

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Motocross acontecerá no final de semana do dia 30 de Março na pista do Beto Carrero World, em Santa Catarina, no Brasil.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly