Curiosidades do AMA Supercross em Toronto

Por Mariah Morgado | 20 de março de 2014 - 23:19

Curiosidades da categoria 450 em Toronto

Toronto é a única parada internacional do campeonato.

Chad Reed se tornou o primeiro bicampeão em Toronto, James Stewart também já venceu duas vezes no circuito. Ryan Villopoto se tornou o primeiro tricampeão com sua vitória no ano passado em sua campanha em busca do terceiro título consecutivo.

A Honda e a KTM são as únicas marcas que ainda não venceram em Toronto, será que Ken Roczen, Ryan Dungey ou Justin Barcia podem mudar esse placar?

Stewart pode empatar com Villopoto na lista dos tricampeões em Toronto.

Por quatro vezes, o vencedor da etapa de Toronto, venceu o título do AMA Supercross.

Número de vitórias por marca na 450 em Toronto

(Marca- Número de vitórias- Última vitória)

Kawasaki – 3 – 2013

Yamaha – 2 – 2009

Suzuki – 1 – 2001

Recapitulando a categoria 450 em Detroit

Andrew Short conquistou o segundo resultado consecutivo entre o top 5, com sua quarta posição. Foi o seu melhor resultado da temporada e seu segundo top 5 da temporada.

Barcia ficou em quinto lugar, foi seu quinto resultado entre o top 5 da temporada.

Broc Tickle manteve sua sessão de top 10 e ficou em sexto. Agora ele tem seis resultados consecutivos no top 10.

Weston Peick conquistou seu quinto resultado da temporada entre o top 10 ao ficar em sétimo colocado.

Josh Hill empatou seu melhor resultado de temporada, nessa temporada, com uma oitava posição. Ele tem quatro resultados entre o top 10.

Justin Brayton manteve sua sessão de resultados entre o top 10 ao terminar na nona posição. Junto com Villopoto e Short, eles são os únicos pilotos que terminaram dentro do top 10 em toda corrida.

Villopoto faturou seu sétimo pódio da temporada, com uma segunda posição. Foi sua 1ªa colocação entre os cinco primeiros.

Dungey tem 54 pódios na categoria 450.

Stewart conquistou sua terceira vitória da temporada, foi a sua 48ª vitória de sua carreira na categoria 450. Ele agora está empatado com Carmichael na segunda posição da lista do maior número de vitórias. Também foi a 95ª vitória de sua carreira no AMA.

Curiosidades da categoria 250 em Toronto

Esta será a sexta vez que o gate vai cair para uma corrida da categoria 250 em Toronto.

Christophe Pourcel venceu a primeira corrida da categoria 250 em Toronto que valia pontos em 2009 pela Kawasaki.

Barcia é o único bicampeão nessa categoria em Toronto.

O atual líder do campeonato, Adam Cianciarulo, vai fazer sua estreia no Rogers Center.

Dean Wilson, que cresceu correndo no Canadá, venceu essa corrida em 2011 pela Kawasaki.

Desde 2009, o vencedor da categoria 250 em Toronto, venceu o título por duas vezes.

Wilson e Barcia são os únicos pilotos ativos da categoria 450 que venceram a categoria 250.

Número de vitórias por marca na 450 em Toronto

(Marca- Número de vitórias- Última vitória)

Kawasaki – 2 – 2012

Honda – 2 – 2011

KTM – 1 – 2013

Recapitulando a categoria 250 em Detroit

Gavin Faith conquistou a primeira vitória de heat de sua carreira. Matt Lemoine conquistou seu primeiro top 5 da temporada, ficando em quinto colocado.

Kyle Cunningham conquistou seu primeiro top 5 da temporada ao ficar em quarto lugar, foi seu primeiro top 5 desde Las Vegas na temporada passada.

Cianciarulo conquistou a terceira vitória de sua carreira na categoria e tem estava no top 2 em toda corrida nessa temporada.

 

earned his third career 250SX Class win of the season; has been in the top two every race this season

Nessa temporada, a equipe Monster Energy/Pro Circuit/Kawasaki Pro-Circuit Kawasaki teve duas motos no pódio em toda corrida na categoria Costa Leste 250 e em duas corridas, a equipe levou o pódio todo.

A Kawasaki empatou seu próprio recorde com sete vitórias consecutivas na categoria 250. A Honda tem o recorde de oito vitórias consecutivas em 2006. Será que a Kawasaki pode empatar com ela em Toronto?

Pela primeira vez na temporada, um piloto que não é da Monster Energy/Pro Circuit/Kawasaki que ficou entre os dois primeiros: Justin Bogle da GEICO Honda conquistou seu terceiro pódio da temporada e o melhor resultado de sua carreira.

Blake Baggett conquistou seu terceiro pódio da temporada ao ficar em terceiro lugar. Ele tem um top 5 em toda corrida da temporada.

Ernesto Fonseca é o maior vencedor novato na história da categoria 250. Na campanha em busca do campeonato de 1998, ele venceu quatro corridas e ficou em segundo lugar uma vez, dando a ele uma margem de 1.20 no final.

Com uma margem de 1.40, Cianciarulo teve três vitórias e dois segundos lugares.

Os únicos outros pilotos com pelo menos três vitórias em suas cinco primeiras largadas são Damon Bradshaw (3 vitórias, um segundo lugar e um quarto lugar) na Costa Leste 125 em 1989, Trey Canard (3 vitórias e dois quarto lugares) na Costa Leste Lites em 2008.

Reed teve quatro vitórias para começar a temporada 2002 da Costa Leste 125 e uma 17ª colocação.

Esse ano, Martin Davalos liderou a primeira volta em todas as cinco corridas na categoria Costa Leste 250.

Número de voltas lideradas na categoria 450 na temporada 2014

James Stewart – 68

Ryan Villopoto – 64

Ryan Dungey – 24

Chad Reed – 23

Ken Roczen – 18

Justin Brayton – 13

Mike Alessi – 9

Cole Seely – 1

Número de voltas lideradas na categoria 250 na temporada 2014

Cole Seely – 52

Martin Davalos – 25

Adam Cianciarulo – 21

Justin Hill – 20

Blake Baggett – 14

Dean Wilson – 12

Jason Anderson – 6

AMA-logo2

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly