Curiosidades sobre o AMA Supercross em Houston

Por Mariah Morgado | 04 de abril de 2014 - 9:15

A etapa de Houston é uma das mais históricas do AMA Supercross e com muitos momentos emocionantes.

Curiosidades da categoria 450 em Houston

A primeira corrida aconteceu no dia 15 de Março de 1974 e Pierre Karsmakers venceu pela Yamaha.

Esta será a a 48ª vez que o gate vai cair em Houston para uma corrida da categoria 450.

Houston e Daytona são os únicos circuitos originais do campeonato de 1974 e nunca ficaram um ano sem receber uma etapa. Houston foi o local do segundo circuito a receber duas baterias em 1977.

Em 1978 e 1979, Bob Hannah venceu as duas baterias por duas temporadas consecutivas.

Em 1981 e 1982, Mark Barnett se tornou o segundo piloto a vencer as duas baterias em temporadas consecutivas.

Jeff Ward venceu quatro corridas consecutivas em Houston de 1985 a 1988.

A KTM nunca venceu em Houston, será que Ryan Dungey ou Ken Roczen podem mudar isso?

Nas 47 corridas anteriores, por 23 vezes o vencedor dessa corrida venceu o título.

Número de vitórias por marcas na 450 no NRG Stadium

Yamaha – 15 vitórias

Kawasaki – 13

Honda – 11

Suzuki – 6

Can-Am – 2

Vencedores novatos na 450 em Houston

Broc Glover – 1980

Jimmy Weinert – 1976

Trey Canard – 2011

Recapitulando a categoria 450 em St Louis

James Stewart conquistou a 50ª vitória de sua carreira, a quinta da temporada e a sua terceira consecutiva. Ele é o único piloto a vencer três corridas consecutivas nesta temporada.

Stewart usou 114 largadas para conquistar 50 vitórias na categoria principal e Jeremy McGRath usou 84 largadas na categoria principal para conquistar 50 vitórias.

Bubba agora tem 97 vitórias em sua carreira no AMA e empatou com Kevin Windham na quinta posição da lista do maior número de pódios da categoria 450 da história do AMA, com um total de 75 pódios.

Pela quinta vez em sua carreira, Stewart ganhou cinco corridas da 450 em uma temporada. McGrath conseguiu o feito por sete vezes. Ricky Camichael fez cinco vezes e Rick Johnson e Bob Hannah fizeram quatro vezes.

Ryan Villopoto conquistou seu oitavo pódio da temporada que foi o 59º pódio de sua carreira na categoria principal. Ele agora tem seis temporadas consecutivas com cinco ou mais pódios.

Justin Barcia conquistou seu sétimo resultado no top 5 e o terceiro pódio da temporada.

Ken Roczen conquistou seu sétimo resultado da temporada, ficando com um quarto lugar.

Em sua primeira corrida da temporada, Trey Canard conquistou seu primeiro top 5 desde Salt Lake City no ano passado.

Em sua sexta corrida da temporada, Eli Tomac conquistou seu terceiro top 10.

Com seu sétimo lugar em St. Louis, Josh Hill agora conquistou três top 10 consecutivos pela primeira vez desde as 11ª,12ª e 13ª corridas de 2010.

Andrew Short conquistou seu 12º top 10 da temporada, ficando em oitavo lugar.

Pela terceira vez nessa temporada e depois de seis pódios consecutivos, Ryan Dungey terminou fora do top 5, ficando em nono lugar.

Justin Brayton continou com seus resultados de top 10, ficando na décima colocação. Villopoto e Brayton são os únicos pilotos a ter um resultado de top 10 em cada corrida na temporada. Brayton tem 18 top 10 consecutivos e é o atual líder consecutivo de largadas com um total de 44.

Nick Wey conquistou seu melhor resultado da temporada, ficando na 11ª posição que foi sua 169ª largada da carreira na categoria 450. Wey pode empatar com Chad Reed na quinta posição da lista do maior número de largadas na 450 na história do AMA.

Curiosidades da categoria 250 em Houston

A primeira corrida aconteceu no dia 20 de Abril de 1985 e Eddie Warren venceu pela Kawasaki.

Esta será a 30ª vez que o gate vai cair em Houston para uma corrida da categoria 250.

Em 2001, Travis Preston deu a primeira e única vitória da Husqvarna na categoria 250.

Kevin Windham e Christophe Pourcel são os únicos pilotos da categoria 250 a vencer em Houston consecutivamente.

Na temporada passada, Blake Wharton quebrou uma seca de 17 temporadas pela Suzuki na categoria 250 em Houston.

Ken Roczen deu a primeira vitória da KTM na categoria em Houston no ano passado.

Nas 29 corridas passadas em Houston, por 15 vezes o vencedor da etapa venceu o campeonato.

Número de vitórias por marcas na 250 no NRG Stadium

Kawasaki – 12 vitórias

Suzuki – 6

Yamaha – 5

Honda – 4

Husqvarna – 1

KTM – 1

Vencedores novatos na 250 em Houston

Willie Surate – 1986

Jeff Emig – 1990

Jimmy Gaddis – 1993

Shae Bentley – 2000

Travis Preston – 2001

Matt Walker – 2002

Austin Stroupe – 2008

Recapitulando a categoria 250 Costa Oeste em San Diego

Depois de um intervalo de sete semanas, a Costa Oeste resume nesse final de semana.

Justin Hill conquistou a primeira vitória da categoria 250 de sua carreira em San Diego, foi seu segundo pódio. Hill começou uma série de vencedores novatos com Adam Cianciarulo, que venceu em Arlington, e Martin Davalos, que venceu em Atlanta.

Em quatro corridas consecutivas na Costa Oeste, tiveram quatro vencedores diferentes: Justin Hill em San Diego, Dean Wilson em Anaheim 3, Jason Anderson em Oakland e Cole Seely em Anaheim 2.

Jason Anderson conquistou seu quarto pódio da temporada, com um segundo lugar. Restando três corridas para o final do campeonato, ele agora tem uma liderança de quatro pontos na frente de Cole Seely.

Malcolm Stewart conquistou seu segundo pódio da temporada, ficando com uma terceira posição e seu irmão James venceu a categoria 450.

Cole Seely conquistou seu sexto top 5, ficando com uma quarta posição.

Ambos Shane McElrath e Jessy Nelson conquistaram seus melhores resultados da temporada, ficando em quinto e sexto colocados, respectivamente.

Número de voltas lideradas na 450 em 2014

James Stewart – 84 voltas

Ryan Villopoto – 74

Ryan Dungey – 24

Chad Reed – 23

Ken Roczen – 21

Justin Brayton – 13

Justin Barcia – 11

Mike Alessi – 9

Cole Seely – 1 volta

Número de voltas lideradas na 250 em 2014

Cole Seely – 52 voltas

Martin Davalos – 42

Adam Cianciarulo – 34

Justin Hill – 20

Justin Bogle – 15

Blake Baggett – 14

Dean Wilson – 12

Jason Anderson – 6

Prêmio do Holeshot da 450 em 2014

Anaheim 1 – Ryan Villopoto

Phoenix – Matt Moss

Anaheim 2 – Ryan Dungey

Oakland – Vince Friese

Anaheim 3 – James Stewart

San Diego – Andrew Short

Arlington – Ryan Dungey

Atlanta – Mike Alessi

Indianapolis – Mike Alessi

Daytona – Ryan Villopoto

Detroit – Cole Seely

Toronto – Ken Roczen

St. Louis – Mike Alessi

Prêmio do Holeshot da 250 em 2014

Anaheim 1 – Jason Anderson

Phoenix – Cooper Webb

Anaheim 2 – Cooper Webb

Oakland – Dean Wilson

Anaheim 3 – Cole Seely

San Diego – Dakota Tedder

Arlington – Adam Cianciarulo

Atlanta – Adam Cianciarulo

Indianapolis – Vince Friese

Daytona – Martin Davalos

Detroit – Martin Davalos

Toronto – Justin Bogle

St. Louis – Martin Davalos

Mais rápidos nos treinos classificatórios da 450 em 2014

Anaheim 1 –Justin Barcia

Phoenix – Ryan Villopoto

Anaheim 2 – Justin Brayton

Oakland – Ryan Villopoto

Anaheim 3 – Ryan Villopoto

San Diego – James Stewart

Arlington – Ken Roczen

Atlanta – James Stewart

Indianápolis – James Stewart

Daytona – Dean Wilson

Detroit – Ryan Villopoto

Toronto – James Stewart

St. Louis – James Stewart

Classificação da categoria 450 na temporada 2014

1 – Ryan Villopoto – 268 pontos

2- Ryan Dungey – 233

3 – James Stewart – 232

4 – Ken Roczen – 215

5 – Justin Brayton – 196

6 – Justin Barcia – 176

7- Andrew Short – 166

8 – Broc Tickle – 126

9 – Wil Hahn – 122

10 – Chad Reed – 111 pontos

Classificação da categoria 250 Costa Leste na temporada 2014

1 – Martin Davalos – 149 pontos (2 vitórias)

2 – Justin Bogle – 141 (1 vitória)

3 – Adam Cianciarulo – 120 (3 vitórias)

4 – Blake Baggett – 100 (1 vitória)

5- Vince Friese – 100

6 – Kyle Cunningham – 94

7 – Cole Thompson – 89

8 – James Decotis – 65

9 – Matt Lemoine – 74

10 – Alex Martin – 72

Classificação da categoria 250 Costa Oeste na temporada 2014

1 – Jason Anderson – 131 pontos (3 Vitórias)
2 – Cole Seely – 127 (1 Vitória)
3 – Justin Hill – 107 (1 Vitória)
4 – Dean Wilson – 98 (1 Vitória)
5 – Cooper Webb – 92
6 – Malcolm Stewart – 89 
7 – Jessy Nelson – 76
8 – Shane McElrath – 71
9 – Zach Osborne – 69
10 – Dean Ferris – 63 pontos

AMA-logo2

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly