Prévia da etapa do Mundial de MX na Bulgária

Por Mariah Morgado | 17 de abril de 2014 - 7:23

O circuito de Sevlievo, localizado a 180 quilômetros a nordeste da capital búlgara, Sofia, é uma das poucas pistas do calendário onde os espectadores podem ver uma vasta área da ação enquanto ficam em um único lugar. Como uma peça regular no calendário do Mundial de Motocross nos últimos oito anos, o circuito amigável de Sevlievo vai sediar a quinta etapa do campeonato Mundial de Motocross 2014 neste final de semana, dias 19 e 20 de abril.

Somando a toda a ação da MX2 e da MXGP, o trampolim final de Youthstream para a MX2, o Campeonato Europeu EMX250 vai começar neste final de semana ao lado de suas categorias irmãs, a nova EMX300 dois tempos e os jovens da EMX125. Enquanto a EMX300 fará sua estreia, a EMX125 terá a sua segunda etapa na qual o vencedor da abertura, Davy Pootjes da Red Bull / KTM Racing vai tentar mais um resultado perfeito.

Categoria MXGP

No ultimo final de semana, Clement Desalle finalmente conseguiu o que queria, sua primeira vitória na MXGP e marcar 14 pontos valiosos no campeonato, se aproximando do líder Antonio Cairoli. Depois de subir para a segunda posição na classificação, não há dúvidas de que o belga tem seus olhos no prêmio e está mais sedento do que nunca pelo plate vermelho da categoria.

Enquanto isso, uma vitória está no horizonte de Jeremy Van Horebeek conforme ele continua sua escalada até o topo. Depois de ficar em segundo no geral na semana passada em Trentino, Van Horebeek sabe que uma vitória está dentro de alcance. “Eu quero vencer, mas é mais fácil falar que eu quero vencer do que ir lá e fazer. De qualquer jeito, eu acho que vai acontecer, eu sei que meu preparo físico está bom porque eu estava correndo tão rápido no final da corrida quanto estava no começo, então eu vou continuar trabalhando duro e isso vai acontecer,” disse o belga realista.

Neste ano, Kevin Strijbos tem mostrado momentos de brilhantismo e já faturou duas vitórias de bateria. Embora a velocidade tenha estado presente no sábado, ela tocou uma nota diferente nas corridas de domingo o que acabou levantando o questionamento de “o quadril do belga (uma lesão que ele sofreu durante o inverno) estaria incomodando no dia seguinte?” Strijbos respondeu a pergunta quando ele pegou seu décimo lugar da classificatória e o transformou em uma terceira posição no geral do GP de Trentino, o que poderia ser um sinal de que ele esteja completamente recuperado e não está preparado para se contentar com nada menos que um pódio.

Veremos se Max Nagl pode sacudir seu novo apelido, “Sr Consistente”, que ele recebeu depois de rondar consistentemente pela quarta posição pelas últimas três etapas do Campeonato.

O GP de Trentino provou que Antonio Cairoli é mesmo humano. Depois de um quinto lugar desapontador, o heptacampeão mundial estará pronto para sacudir a poeira do ombro na Bulgária e tentar recuperar os pontos perdidos. Quando perguntaram a ele sobre sua falta de vitórias no circuito de Sevlievo, o amigável piloto respondeu, “Eu acho que já venci lá antes, talvez na MX2, a uma década atrás,” ele riu, “Mas você sabe, eu sempre tento vencer e você nunca sabe o que vai acontecer, então veremos”.

Enquanto isso, se as estatísticas forem algo a ser seguido, todas as apostas estarão em Gautier Paulin já que ele venceu em Sevlievo consecutivamente nos últimos dois anos. Se isso não era desencorajador o suficiente para sua concorrência, o francês elegante também faturou quatro Fox Holeshots sucessivamente e ele entra no final de semana com um aditivo extra depois que os dois resultados perfeitos na primeira posição no GP de Trentino escaparam-lhe por entre os dedos graças a uma pedra que rachou a caixa do motor de sua moto, obrigando-o a se retirar da corrida.

Categoria MX2

Neste ano, parece que a categoria MX2 aumentou a parada já com dois pilotos derrotando o, uma vez dominante, campeão mundial Jeffrey Herlings. Embora Jeffrey Herlings tenha vencido todos os Grand Prix que ele compareceu desde o começo de 2013, parece que na sensação holandesa está enfrentando dificuldades, pelo menos por seus padrões, para vencer corridas este ano.

“No momento, minha velocidade não está boa então estou dando uma chance aos outros caras,” Herlings disse na coletiva de imprensa em Trentino, “Eu não tive muito tempo de treino com moto este ano, eu me machuquei, então adoeci depois da Tailândia por causa de um vírus, ai me machuquei de novo. Mas nessa semana eu vou correr o máximo que eu puder e com sorte ser mais rápido na Bulgária”.

O plate vermelho da MX2 ainda pertence a Arnaud Tonus que apesar de ter ficado em segundo no geral, não ficou muito feliz com seu desempenho em Arco di Trento. Vai ser interessante ver o confronto entre Herlings e Tonus quando os dois estiverem pilotando como eles acham que devem.

Enquanto isso, Glenn Coldenhoff tem duas vitórias de baterias na temporada e está pegando o jeito rapidamente. Se a sensação holandesa pudesse pegar dois resultados que refletem sua habilidade como um piloto ao invés de apenas um resultado, ele poderia ser a maior ameaça ao campeonato da MX2.

Valentin Guillod surpreendeu a todos com sua velocidade em Arco di Trento. Com a confiança de seus tempos sólidos de volta, a vitória na classificatória e o resultado fantástico, o campeão europeu EMX250 2013 vai tentar disputar pela frente em Sevlievo neste final de semana.

Romain Febvre se tornou o cavalo negro. O jovem francês pode acompanhar o ritmo dos pilotos da frente e quando ele faz uma corrida sem muitos erros, ele é mais do que capaz de subir no pódio.

Jordi Tixier deixa muitas pessoas coçando a cabeça. O jovem francês foi a aposta mais concreta pela segunda posição no ano passado, mas um sexto lugar foi o seu melhor resultado até agora na temporada 2014. Depois de ficar em segundo na temporada passada em Sevlievo com dois segundos lugares como resultado, este final de semana pode ser o ponto da virada que Tixier tem esperado.

Carregando a bandeira de seu país, Petar Petrov ainda sente que tem muito a provar neste ano. Sua equipe já disse que o búlgaro é capaz de um top 5 e o próprio Petrov já provou isso quando ele ficou em quarto no geral do GP do Benelux no ano passado. Neste final de semana, Petrov terá seus amigos e sua família na torcida e seria muito legal para ele mostrar a sua terra natal tudo que ele aprendeu desde que se mudou para a Bélgica quando era bem novinho.

Cronograma

Sábado – 19 de abril de 2014

07:45 – EMX300 Treinos Livres/Cronometrados

08:20 – EMX125 Treinos Livres/Cronometrados do Grupo 1

08:55 – EMX125 Treinos Livres/Cronometrados do Grupo 2  

09:30 – EMX250 Treinos Livres/Cronometrados do Grupo 1

10:15 – MX2 Treino Livre

10:45 – MXGP Treino Livre

 11:10 – EMX250 Treinos Livres/Cronometrados do Grupo 2

12:20 – EMX125 LCQ

13:00 – EMX250 LCQ

14:00 – MX2 Treino Livre

14:35 – MXGP Time practice

15:20 – EMX300 Corrida 1

16:10 – MX2 Classificatória

17:00 – MXGP Classificatória

17:40 – EMX125 Corrida 1

18:25 – EMX250 Corrida 1

Domingo – 20 de abril de 2014

08:10 – EMX300 Warm-up

08:30 – EMX125 Warm-up

08:50 – EMX250 Warm-up

09:15 – MX2 Warm-up

09:40 – MXGP Warm-up

10:10 – EMX300 Corrida 2

11:00 – EMX125 Corrida 2

11:50 – EMX250 Corrida 2

13:10 – MX2 Corrida 1

14:10 – MXGP Corrida 1

16:10 – MX2 Corrida 2

17:10 – MXGP Corrida 2

Stampa

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly