10 coisas pra ver no AMA Supercross em Rutherford

Por Mariah Morgado | Foto por Divulgação | 26 de abril de 2014 - 10:31

O terreno
Uma grande pergunta que todo mundo deve estar se perguntando agora é como será o terreno em East Rutherford. Será rochoso ? Será liso ? Terá canaletas ou será duro e escorregadio ? Até o sábado teremos muita suposição (embora a Feld tenha pedido impacto máximo para a conferência de imprensa nessa corrida, ontem eles convidaram todos os melhores pilotos como Ryan Villopoto, James Stewart, Ryan Dungey, Ken Roczen, Justin Barcia e outros para andarem na pista, então isso deve ter ajudado.) Em um novo circuito com novo terreno, a equipe que cuida da estrutura terá uma grande vantagem.

Diversão
Josh Hill venceu a semi há duas semanas em Seattle e deu um show para os fãs na última volta mandando o gigante quádruplo, mandando grandes whips e arrasando na sessão de costelas. Foi legal ver um piloto se divertindo dentro da pista. Será que teremos outra celebração neste final de semana ?

Equipe completa
A Monster / Kawasaki terá uma equipe completa novamente pela primeira vez desde San Diego, onde Jake Weimer caiu nos treinos e se uniu ao DL. Mas na noite deste sábado, ele vai voltar para onde é seu lugar, a bordo de uma KX450F entre os melhores pilotos de Supercross do mundo. Como ele vai se sair depois de perder dez corridas ?

O último sobrevivente
É absolutamente inacreditável que a equipe Monster / Pro Circuit / Kawasaki, que dominou totalmente a maioria das corridas deste ano, não vai vencer o título da Costa Leste 250 deste ano. Todos os três pilotos, Martin Davalos, Blake Baggett e Adam Cianciarulo estão lesionados. Então agora o título está completamente e totalmente nas mãos de Justin Bogle da Geico / Honda. Este é um novo cenário para Bogle, seria novo para qualquer um já que essa é uma louca,trágica e repentina virada de eventos. Bogle precisa cuidar de seus negócios marcando pelo menos nove pontos nestas duas últimas corridas para superar Davalos na liderança dos pontos. Vamos ver como ele se sai em East Rutherfod.

Terminando forte
O melhor resultado de Eli Tomac na temporada foi em Indianápolis, onde ficou em segundo lugar, mas o interessante é que Tomac diz que o lugar onde se sentiu melhor em toda a temporada foi em Seattle, onde terminou em quarto. Isso são boas notícias para o novato, que já teve sua cota de desapontamento e dificuldades esse ano. Veremos se ele pode manter seu avanço de final de temporada, faturando outro pódio neste final de semana.

Atende o telefone
Digamos que você seja Mitch Payton e você está triste vendo essas lesões dizimarem sua equipe Costa Leste 250. Para quem você ligaria ? Ou digamos que você seja Chad Reed e você precisa de alguém na Discount Tires Kawasaki para garantir que seus patrocinadores estejam ganhando aquilo pelo qual assinaram contrato antes de você sofrer uma lesão que acabou com sua temporada… para quem você ligaria ? Em qualquer caso, as suspeitas são de que o tetra campeão do Arenacross, Tyler Bowers, receberia uma ligação de qualquer um dos dois.

Progresso contínuo
Matt Lemoine estava fazendo sucesso antes do breve intervalo da Costa Leste. Uma semana depois de seu quinto lugar em Detroit, Lemoine conquistou o primeiro pódio de sua carreira em Toronto. Em St. Louis, ele estava em posição de pódio pela segunda semana consecutiva antes de cometer um erro que lhe obrigou a desistir da corrida. Será que o veterano pode voltar de onde parou e continuar seus fortes resultados ?

Stewart x Dungey
É uma conclusão óbvia que Ryan Villopoto vai faturar seu quarto título consecutivo no supercross neste final de semana. Mas o duelo pela segunda posição ainda está indefinido. Atualmente na segunda posição, James Stewart possui uma vantagem de três pontos sobre Ryan Dungey restando duas corridas para o final do campeonato. Nas cinco últimas etapas, Stewart tem uma média de terminar na segunda posição, com Dungey em uma margem de quinta posição. Lembrem-se que Stewart tem o fator de desempate com cinco vitórias para a única vitória de Dungey. Será que Dungey pode diminuir mais a vantagem ou será que Stewart vai assegurar sua liderança antes da final da temporada ?

BamBam
Depois de um começo devagar da temporada, Justin Barcia voltou a forma com três pódios nas quatro últimas corridas. Mas Barcia ainda tem que capturar aquela vitória esquiva. East Rutherford vai marcar uma corrida em casa para o piloto que nasceu em New Jersey e foi criado no Estado de NY. Será que ele pode levar para casa sua primeira vitória de 2014 diante de seu público ?

Se aproximando
Em 2014 Vince Friese tem sido um tipo de nômade, trocando entre a categoria 450 e 250. Friese foi visto pela última vez em Seattle, substituindo um piloto para a JGR / Yamaha na categoria principal. Agora, ele vai retornar a Costa Leste 250 com esperança de solidificar seu lugar dentro do Top 5. Com Adam Cianciarulo e Blake Baggett fora do campeonato por causa das lesões, Friese tem uma chance de ficar em quarto ou até mesmo em terceiro lugar na pontuação nas duas próximas etapas. Será que ele consegue a grande jogada em New Jersey ?

74303_friese-detroitsx14-cu_38901

 

 

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly