Gaúcho de Motocross 2014 – 2ª Etapa – Venâncio Aires

Por André Charão | Foto por André Charão | 09 de Maio de 2014 - 23:52

Os motores ecoaram forte no último final de semana no Parque Municipal do Chimarrão em Venâncio Aires. Os dois dias de competição da segunda etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross foram recheados de belíssimas disputas. A chuva bem que tentou, mas não foi capaz de tirar a vontade dos pilotos acelerarem mesmo com a pista totalmente enlameada após a chuva que começou na madrugada do domingo.

Antes da chuva os pilotos puderam aproveitar ao máximo o excelente traçado da pista do MOCVA. As alterações no traçado e nos obstáculos que, além de cair no gosto de todos, proporcionou que os pilotos fizessem manobras incríveis nos treinos livres e cronometrados. A grande ausência da etapa foi a do atual campeão gaúcho da MX2 e MXPró, Douglas Parise que ainda se recupera das duas cirurgias no final do ano. Duda, que participou da etapa de abertura, optou por ficar fora da etapa de Venâncio.

Confira de quem foram os melhores tempos nos cronometrados:

Estreante Importada: Leonardo Tenedini (Porto Alegre) – 1:24.933
230cc: Ismael da Cruz (Venâncio Aires) – 1:26.243
MX2 Júnior: Brayan Soares (Massaranduva/SC) – 1:21376
MXF: Maiara Basso (Mato Castelhano) – 1:29.272
50cc: Henrique Henicka (Lajeado) – 1:43.808
MX4: Gustavo Visoto (Carazinho) – 1:27.755
Intermediária MX2: Henrique Araújo (Passo Fundo) – 1:23.626
Intermediária MX1: Davi Alberto Becker (Venâncio Aires) – 1:25.040
65cc: Carlos Eduardo Baltazar (Torres) – 1:36.737
MX2: Leonardo Lizott (Sertão) – 1:20.334
MX3: Pablo Florin (Cardona/Uruguai) – 1:25.780
Júnior: Gabriel Della Flora (Santa Rosa) – 1:24.177
MXPRÓ: Marçal Müller (Nova Hartz) – 1:18.798

As provas do sábado foram realizadas com a pista em ótimas condições, com isso, os pilotos não pouparam suas motos e disputaram a vitória palmo a palmo.

Mateus Kunz vence assume a liderança na Estreante

IMG_6546

Os primeiros pilotos a alinhar no gate foram os da Estreante, onde Mateus Kunz (Machadinho) venceu a prova de ponta a ponta com direito a melhor volta (1:24.847) e, de quebra assumiu a liderança isolada da categoria. João Gabriel da Veiga (Indaial/SC), até então líder do campeonato largou em segundo não agüentou a pressão dos concorrentes, Leonardo Tenedini (Porto Alegre), dono do melhor tempo nos cronometrados ficou a segunda colocação.

1º – Mateus Kunz (Machadinho)
2º – Leonardo Tenedini (Porto Alegre)
3º – Eduardo  de Lavi (JOaçaba/SC)
4º – João Gabriel da Veiga (Indaial/SC)
5º – Henrique Nicoletti (Ijuí)

Carlos Eduardo vence de ponta a ponta a 65cc

IMG_6646

Dono do melhor tempo nos cronometrados, Carlos Eduardo Baltazar (Torres) assumiu a ponta da prova na primeira curva, com Pedro Moraes (Marau) e Gabriel Andrigo (Marau), que fez a sua estreia no campeonato, saíram alogo atrás, na segunda curva Gabriel cai, junto com ele Pedro Majero vai ao chão. Enquanto Carlos eduardo e Pedro Moraes brigavam pela liderança, Gabriel Andrigo, dono da melhor volta da prova (1:34.871) e Pedro Majero recuperaram terreno e posições assumindo a terceira e quarta colocação, respectivamente.

1º – Carlos Eduardo  Baltazer (Torres)
2º – Pedro Moraes (Marau)
3º – Gabriel Andrito (Marau)
4º – Pedro Majero (Caxias do Sul)
5º – Cristyan Eckhardt (Novo Hamburgo)

Maiara vence MXF de ponta a ponta

IMG_6740]

Com uma largada perfeita, Maiara Basso (Mato Castelhano) encaminhou nas primeiras curvas a sua vitória com tranqüilidade e com o melhor volta da prova (1:28.786). Janaína Todeschini (Chapecó) segunda colocada sofreu a pressão Bruna Zanata (Frederico Westphalem) na metade de prova, mas manteve a posição aumentado o ritmo nas últimas voltas. Mayreê Ribeiro (São Jerônimo) ficou de fora da prova após uma forte queda na seção de costelas. Na MXF B a vitória ficou com Nathália Carolina da Silva (Porto Alegre).

MXF A
1º – Maiara Basso (Mato Castelhano)
2º – Janaina Todeschini (Chapecó/SC)
3º – Bruna Zanata (Frederico Westphalem)
4º – Joelma Peruchi (Maracajá/SC)

MXF B
1º – Nathália Carolina da Silva (Porto Alegre)

Show de Crystian Eckhardt e Henrique Henica na 50cc

IMG_6814

Em uma das mais eletrizantes finais e provas já vistas entre a novíssima geração e pilotos, Cristyan Eckhardt (Novo Hambugo) e Henrique Henicka (Lajeado) levantaram o público nas ultimas voltas da categoria 50cc. Na largada Garmichel Giehl (Dois Irmãos) saiu na frente, mas nas primeiras voltas Cristyan assumiu a ponta, depois de perder tempo e perder contato Henrique buscou recuperação e nas últimas voltas cravou a volta mais rápida da prova (1:40.494) e colou no líder, a negociação dos dois com os retardatários, assim como a chegada de Kauê Benato (Veranópolis) e Santiago Leiria (Frederico Westphalem) foi um show a parte. Na 50cc A as duas primeiras colocações ficaram para os catarinenes Rafael Becker (SC) e Guilherme Salvador (Joaçaba/SC).
50cc A
1º – Rafael Becker (Itapiranga/SC)
2º – Guilherme Salvador (Joaçaba/SC)
3º – Gabriel Bilhar (Maratá)
4º – Matheus Kappel (Marau)

50cc B
1º – Cristyan Eckhardt (Novo Hambugo)
2º – Henrique Henicka (Lajeado)
3º – Garmichel Giehl (Dois Irmãos)
4º – Kauê Benato (Veranópolis)
5º – Santiago Leiria (Frederico Westphalem)

Brayan venceu a MX2 Júnior

IMG_6860

A vitória da MX2 Júnior ficou com o catarinse José Brayan (Massaranduba), dono do melhor tempo nos cronometrados. Henrique Araújo (Passo Fundo) largou na frente seguido por Brayan e Maiara Basso (Mato Castelhano), depois das primeiras voltas Brayan, dono da melhor volta da prova (1:20.922), assumiu a liderança, Felipe Mombach pegou carona no embalo e deixou Araújo em quarto, com problemas na moto Maiara Basso abandonou a prova ainda no começo.

1º – José Brayan (Massaranduva/SC)
2º – Henrique Araújo (Passo Fundo)
3º – Felipe Mombach (Montenegro)
4º – Nickolas Oliveira (Portão)
5º – Mateus Kunz (Machadinho)

No domingo a chuva não deu trégua durante a parte da manhã, com isso, o warmup foi cancelado, apenas as provas seriam disputadas em uma pista que nem de longe lembrava a de sábado. Entre todos apenas uma certeza, os tempos dos treinos cronometrados não serviram de parâmetros em prováveis apostas sobre quem seriam os vencedores.

Homenagem à Gregório Führ

IMG_6051

Antes da primeira largada no domingo, houve um momento muito especial para todos os presentes, momento de prestar homenagem com um minuto de silêncio a lembrança do estimado piloto, empresário e amigo Gregório Führ, falecido no dia 26 de abril.

Gabriel Della Flora vence a Júnior

IMG_7024

ono do melhore tempo nos cronometrados Gabriel Della Flora (Santa Rosa) passou por maus bocados na disputa da categoria Júnior. Na largada Bruno Schimitz (Três Passos) saiu na frente, Gabriel e Pedro Moraes (Marau) saíram logo atrás tomando um banho de lama, na primeira curva Gabriel assumiu a ponta e Pedro Moraes o segundo lugar após queda de Bruno, que caiu mais uma vez na primeira volta e pedeu muito tempo para voltar. Não estava fácil para ninguém, tanto que o líder Gabriel acabou caindo duas vezes perdendo três posições. A recuperação foi complicada, mesmo assim Gabriel conseguiu fazer a volta mais rápida (1:49.363) e assumir a liderança novamente para vencer a segunda na categoria e se isolar na liderança do campeonato.

1º – Gabriel Della Flora (Santa Rosa)
2º – Felipe Moraes (Marau)
3º – Joaquim Tornielli (Cardona/Uruguai)
4º – Bruno Schimitz (Três Passos)
5º – Bernardo Picolli (Marau)

Fabiano Ribeiro vence e assume liderança da Intermediária MX1
Dizer que na disputa da categoria Intermediária MX1 foi barro para todo lado é “chover no molhado”. Trocadilhos a parte Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) foi o mais consistente na pista enlameada de Venâncio Aires. Antônio Edu Brazaca (Vila Lângaro), que assumiu a liderança da prova após queda de Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ), deu trabalho para Fabiano, os dois disputaram a liderança com as motos lado a lado por mais de uma vez, a pressão Ribeiro foi intensa e exitosa. Nem o fato de fazer a volta mais rápida da prova (1:47.839) foi suficiente para que Brazaca manter-se na liderança.

1º – Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
2º – Antônio Edu Brazaca (Vila Lângaro)
3º – Leandro Schwindt (Novo Hamburgo)
4º – Eliseu Glanert (Joaçaba/SC)
5º – Maurício Maritan (Passo Fundo)

Leonardo Tenedini vence Intermediária MX2 de ponta a ponta

IMG_7121

Quem larga na frente em pista embarrada sai com 50% da prova ganha, no entanto, tem que manter o equilíbrio e tentar imprimir um ritmo forte. Leonardo Tenedini (Porto Alegre) mostrou que isso é verdade, não só isso, mesmo com as condições da pista foi o único piloto que girou abaixo, bem abaixo, diga-se de passagem,  dos dois minutos. Henrique Araújo (Passo Fundo), que caiu e abandonou na metade de prova, Jonas Migliorini (Marau), Henrique Guaresi (Flores da Cunha), que teve problemas com a pista e Cristiano Rasia (Três de Maio), ainda tentaram encostar no líder nas primeiras voltas sem sucesso. No final, vitória de ponta a ponta para Leonardo com direito a volta mais rápida (1:53.021).

1º – Leonardo Tenedini (Porto Alegre)
2º – Cristiano Rasia (Três de Maio)
3º – Jonatas Migliorini (Marau)
4º – João Vitor da Veiga (Indaial/SC)
5º – Mateus Wisniewski (Tenente Portela)

Pablo Florin vence mais uma e mantém liderança na MX3

IMG_7230

Sem chuva e com a pista com um terreno bem mais complicado a categoria MX3 alinhou para a largada. Dono do melhor tempo nos cronometrados Pablo Florin (Cardona/Uruguai) teve um desafio muito difícil em busca da segunda vitória. Na largada o uruguaio saiu seguido de perto por Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ), Eder Antoniazzi (Flores de Cunha), Fabiano Ribeiro (Passo Fundo), Mariovaldo Martini (Flores da Cunha) e Jana Todeschini (Chapecó/SC). Na segunda curva o inevitável, várias quedas mudaram e muito o panorama da prova. Florin Manteve a ponta durante toda a prova, mas não ficou imune ao barro, após uma queda quase perdeu a liderança, a prova foi um festival de quedas, entre os mais consistentes na prova além do líder foram Mariovaldo Martini, Gustavo Visoto (Carazinho) e Rodrigo Volcan (Pelotas). No final vitória do uruguaio.

1º – Pablo Florin (Cardona/Uruguai)
2º – Mariovaldo Martini (Flores da Cunha)
3º – Gustavo Visoto (Carazinho)
4º – Rodrigo Volcan (Pelotas)
5º – Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ)

Marçal Müller supera o barro e Douglas Finato para vencer a MX2

IMG_7278

A categoria MX2 foi muito aguardada. Todos esperavam ver como se sairiam os pilotos de uma das principais categorias com a pista pesada. Na largada Douglas Finato (Marau) mostrou seu cartão de visita ao fazer uma belíssima largada e assumir a ponta da prova. Marçal Müller (Nova Hartz), Leonardo Lizott (Sertão) e Leonardo Sebben (Caxias do Sul) formaram o primeiro pelotão. Marçal forçou o ritmo e na terceira volta fez o melhor tempo (1:42.465) e assumiu a liderança, Lizott ficou de fora da briga pelo pódio após uma queda, quem ganhou com isso foi Daniel Florin (Cardona/Uruguai) e José Brayan (Massaranduva/SC) que subiram uma posição cada. Finato ainda tentou aproveitar uma queda no ritmo de Marçal para tentar a ultrapassagem, no entanto, o líder reagiu e levou a bandeirada da vitória.

1º – Marçal Müller (Nova Hartz)
2º – Douglas Finato (Marau)
3º – Leonardo Sebben (Caxias do Sul)
4º – Daniel Florin (Cardona/Uruguai)
5º – José Brayan (Massaranduva/SC)

Ismael vence e mantém o domínio da 230cc

IMG_7341

As dificuldades da pista não foram suficientes para atrapalhar a vitória do atual campeão e dono do melhor tempo nos treinos cronometrados. Ismael da Cruz (Venâncio Aires) passeou na pista e venceu a prova de ponta a ponta com direito a volta mais rápida da prova (2:14.487). Assim como em algumas categorias, as quedas aconteceram em vários pontos da pista. Claudio Tedy (S. Sebastião do Caí), Luiz Menegat (Nova Pádua), Rafael Pereira (S. Sebastião do Caí) e Sandro Soares Júnior (São Leopoldo) formaram o primeiro pelotão e juntamente com o Ismael, foram os mais consistentes na prova.

1º – Ismael da Cruz (Venâncio Aires)
2º – Leonardo Menegat (Nova Pádua)
3º – Cláudio Tedy (S. Sebastião do Caí)
4º – Rafael Pereira (S. Sebastião do Caí)
5º – Sandro Soares Jùnior (São Leopoldo)

Eliseu Glenart fatura a MX4 de ponta a ponta

IMG_7440

Após dividir a primeira curva com Gustavo Visoto (Carazinho), Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ), dono da melhor volta da prova (2:23.836), João Sertuli “Seberi” (Gravataí) e Adenir da Veiga (Indaial/SC), Eliseu Glenart (Joaçaba/SC) assumiu a liderança da prova. Marco Müller, um dos principais nomes da categoria abandonou a prova antes de completar a segunda volta. A trégua da chuva deixou a pista ainda mais complicada, com isso, os pilotos fizeram valer a experiência, pouco se arriscou em busca de ultrapassagem, exceção feita ao líder que achou o jeito certo de andar e não poupou sua moto e pode comemorar a vitória de ponta a ponta.

1º – Eliseu Glanert (Joaçaba/SC)
2º – Sérgio Fernandes (Porto Alegre)
3º – Adenir da Veiga (Indaial/SC)
4º – Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ)
5º – Eduardo Timm Bergmann (S. Lourenço do Sul)

Marçal Müller domina mais uma vez e vence a MXPró

IMG_7557

Se na categoria MX2, Marçal Müller (Nova Hartz)foi surpreendido por Douglas Finato (Marau), na disputa da categoria MXPró (bateria única) ele não deu chances para o azar. Assim que o gate caiu Marçal assumiu a liderança da prova e venceu a MXPró mais uma vez de ponta a ponta fazendo a melhor volta da prova (1:46.866). Douglas Finato em tarde inspirada mostrou um grande rendimento em pista pesada mantendo a segunda posição desde a largada. Leonardo Sebben (Caxias do Sul ficou na primeira curva e tentou uma prova de recuperação, no entanto, acabou abandonando a prova logo em seguida, uma volta depois foi Antônio Edu Brazaca que abandonou a prova. Leonardo Lizott desta vez sustentou e muito bem a terceira colocação.

1º – Marçal Müller (Nova Hartz)
2º – Douglas Finato (Marau)
3º – Leonardo Lizott (Sertão)
4º – José Brayan (Massaranduva/SC)
5º – Daniel Florin (Cardona/Uruguai)

O campeonato Gaúcho de Motocross 2014 tem o patrocínio master da RINALDI, HONDA, IMS, co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, M3Parts, Vitrine da Moto, Farover,  Artemoto, Works Suspensões, Only Racing, Gallioto Vinhos e Sucos, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Nunes, Rádio Cross, MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Pódium.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly