Mundial de Motocross 2014 – 8ª Etapa – Grã Bretanha

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 27 de maio de 2014 - 0:15

Depois da chuva de sábado, foi óbvio que os deuses do tempo buscaram se redimir no domingo, oferecendo paz com suas demonstrações de céu azul e sol. Graças as horas intermináveis passadas dentro da pista na noite de sábado, movendo lama e consertando saltos, o circuito de Matterley Basin estava excelente e preparada para a oitava etapa do Campeonato Mundial de Motocross que caiu perfeitamente nas mãos da dupla de campeões da Red Bull KTM Factory Racing, Antonio Cairoli e Jeffrey Herlings.

Flag_MXGP_8_GB_2014_0

Categoria MXGP

No final de semana, Antonio Cairoli vestiu uma capa de corajoso após perder uma pessoa que ele considera ser a figura mais impotante em sua vida, seu pai. Apesar de sofrer com noites de insônia e fazendo o seu melhor para lidar com a tristeza compreensível, no domingo Cairoli alinhou no gate com um anjo em seu ombro e usou essa mesma força que o fez campeão mundial por sete vezes para vencer seu quinto geral da temporada.

Cairoli_MXGP_8_GB_2014

Clement Desalle recebe os parabéns por realmente encontrar sua vantagem no final de semana. Se o belga de 25 anos não tivesse caído na primeira bateria, o geral teria sido completamente diferente. Mesmo assim, com guidão torto e tudo mais, ele conseguiu salvar uma quarta posição e depois se reafirmou na segunda bateria quando ele largou bem e fez uma bela corrida, levando para casa uma vitória incontestada. Essa combinação dos dois resultados colocaram Desalle na segunda posição no geral.

Mais uma vez Jeremy Van Horebeek se apresentou como o Sr. Consistência do campeonato e continuou com suas aparições no pódio com uma dobradinha na terceira posição nas baterias e faturou o terceiro lugar do pódio. O belga, que está em seu segundo ano na categoria principal, disse depois da corrida “Eu acho que esse foi um dia ruim para mim, mas as pessoas dizem que você vence campeonatos em seus dias ruins. Então eu acho que não foi tão ruim assim. Mas eu gosto dessa pista, eu só tive dificuldades durante o final de semana todo, dos treinos classificatórios aos treinos livres. Mas dois terceiros lugares são sempre melhor do que dois nadas, principalmente no final da temporada.”

O quarto lugar no geral em Matterley Bassin equivaleu ao melhor resultado da temporada para Tyla Rattray que abriu caminho na primeira bateria, saindo de uma largada ruim para terminar em oitavo. Buscando redenção na segunda bateria, o sul-africano largou muito melhor, na quarta posição. Ele chegou a ocupar a terceira posição depois de ultrapassar Jeremy Delince, mas foi por pouco tempo. Algumas voltas depois, o líder do campeonato, Antonio Cairoli, se aproximou e o ultrapassou. Mesmo assim, o campeão mundial 2008 de MX2 se assegurou na quarta posição até o final da bateria e levou para casa a quarta posição no geral.

Depois de tentar o seu retorno ao gate da categoria MXGP na sexta etapa do campeonato, em Valkenswaard, onde ele optou por desistir depois do warm-up no domingo, parece as duas semanas extras de treinamento fizeram muito bem para o favorito dos fãs, Tommy Searle. O britânico se reestabeleceu como um dos pilotos das cinco primeiras posições ao terminar as baterias na quinta e sexta posições, faturando o quinto lugar no geral da etapa.

Embora, ele tecnicamente seja escocês, o GP da Grã Bretanha ainda é como o GP em casa para Shaun Simpson que se classificou na segunda posição no sábado. Infelizmente o escocês só conseguiu ficar em nono e sexto nas duas baterias do domingo e saiu de Matterley Basin com o sétimo lugar no geral, ficando com um ponto atrás de outro piloto muito querido na Grã Bretanha, Jake Nicholls.

O segundo colocado da primeira bateria, Steven Frossard, foi vítima de um acidente na primeira curva que o forçou a se retirar da segunda bateria.

MXGPpodium_MXGP_8_GB_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MXGP em Matterley Basin: 

1. Antonio Cairoli

2. Steven Frossard

3. Jeremy Van Horebeek

4. Clement Desalle

5. Kevin Strijbos

6. Tommy Searle

7. Jake Nicholls

8. Tyla Rattray

9. Shaun Simpson

10. Tanel Leok

Resultados da segunda bateria da categoria MXGP em Matterley Basin: 

1. Clement Desalle

2. Antonio Cairoli

3. Jeremy Van Horebeek

4. Tyla Rattray

5. Tommy Searle

6. Shaun Simpson

7. Kevin Strijbos

8. Matiss Karro

9. Jake Nicholls

10. Joel Roelants

Resultado geral da categoria MXGP em Matterley Basin: 

1. Antonio Cairoli – 47 pontos

2. Clement Desalle – 43

3. Jeremy Van Horebeek – 40

4. Tyla Rattray – 31

5. Tommy Searle – 31

6. Kevin Strijbos – 30

7. Shaun Simpson – 27

8. Jake Nicholls – 26

9. Steven Frossard – 22

10. David Philippaerts – 20 pontos

Classificação do campeonato na categoria MXGP após oito etapas: 

1. Antonio Cairoli – 351 pontos

2. Clement Desalle – 323

3. Jeremy Van Horebeek – 316

4. Kevin Strijbos – 250

5. Gautier Paulin – 205

6. Max Nagl – 166

7. Steven Frossard – 164

8. Shaun Simpson – 159

9. Joel Roelants – 153

10. Xavier Boog – 145 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MXGP após oito etapas:  

1. KTM – 351 pontos

2. Suzuki – 333

3. Yamaha – 316

4. Kawasaki – 307

5. Honda – 250

6. Husqvarna – 200

7. TM – 144 pontos

Categoria MX2

Está claramente que o trem desgovernado de Jeffrey Herlings está claramente a todo vapor depois que o jovem de 19 anos apelidado de “The Bullet” conquistou outra vitória dupla neste domingo. “Eu realmente gostei de correr hoje aqui, os fãs britânicos são uns dos melhores no mundo, eles são maravilhosas e esse ano eu senti que recebi muito respeito deles o que foi muito legal.”

Herlings_MXGP_8_GB_2014

Provando que ele, de fato, tem os bens, só não tão refinada como o atual campeão da categoria, Herlings, Arnaud Tonus acompanhou cada tempo de volta de Herlings na segunda bateria e o manteve o holandês na linha pela primeira parte da bateria. Uma segunda posição plausível na bateria combinada com uma largada ruim na segunda bateria, que o viu se recuperar até a quinta posição, foi suficiente para um segundo lugar respeitável no geral.

O jovem Tim Gajser atingiu um marco em sua carreira neste domingo em Matterley Basin, tendo dois resultados impressionantes entre os cinco primeiros, um quarto e terceiro lugares, ficando em terceiro no geral e conquistando seu primeiro pódio na carreira do Campeonato Mundial. Com apenas 17 anos, está claro que o futuro é brilhante para o jovem piloto da Honda Gariboldi, que parece pilotar com a esperteza de um piloto veterano: “quando eu fiquei preso atrás de Dylan, eu nunca pensei em qual posição eu estava, eu só continuei olhando para frente e em quem era o próximo,” disse o jovem esloveno.

Jordi Tixier enfrentou uma batalha difícil pela quarta posição no geral. O francês vice campeão mundial, estava no seu limite na primeira bateria o que o ajudou a faturar a segunda posição. Uma largada regular na segunda bateria viu o jovem abrir caminho até terminar na quinta posição, lhe rendendo a quarta posição da etapa.

Colado na lista dos cinco primeiros pilotos da MX2, Romain Febvre brigou para abrir seu caminho até terminar as baterias em oitavo e quarto lugares, respectivamente, e ficando em quinto colocado no GP.

Enquanto isso, o favorito dos fãs, Max Anstie, definitivamente, virou cabeças na primeira bateria quanto ele foi o único piloto na categoria a mandar o quadruplo e zerá-lo a cada volta. Alguns flashes do Anstie que vimos no GP do Qatar também emergiu ao longo da bateria enquanto ele trilhava para chegar na terceira posição. Na segunda bateria, o britânico engraçado levou uma pedrada no dedo causando-lhe dor intensa e ele teve que parar. Mais tarde foi confirmado que o osso tinha sido comprimido.

MX2podium_MXGP_8_GB_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MX2 em Matterley Basin: 

1. Jeffrey Herlings

2. Jordi Tixier

3. Max Anstie

4. Tim Gajser

5. Arnaud Tonus

6. Valentin Guillod

7. Dylan Ferrandis

8. Romain Febvre

9. Aleksandr Tonkov

10. Jose Butron

Resultados da segunda bateria da categoria MX2 em Matterley Basin: 

1. Jeffrey Herlings

2. Arnaud Tonus

3. Tim Gajser

4. Romain Febvre

5. Jordi Tixier

6. Aleksandr Tonkov

7. Jose Butron

8. Damon Graulus

9. Jeremy Seewer

10. Ivo Monticelli

Resultado geral da categoria MX2 em Matterley Basin: 

1. Jeffrey Herlings – 50 pontos

2. Arnaud Tonus – 38

3. Tim Gajser – 38

4. Jordi Tixier – 38

5. Romain Febvre – 31

6. Aleksandr Tonkov – 27

7. Jose Butron – 25

8. Damon Graulus – 23

9. Dylan Ferrandis – 23

10. Jeremy Seewer – 20 pontos

Classificação do campeonato na categoria MX2 após oito etapas: 

1. Jeffrey Herlings – 344 pontos

2. Arnaud Tonus – 305

3. Romain Febvre – 263

4. Jordi Tixier – 253

5. Dylan Ferrandis – 248

6. Tim Gajser – 209

7. Aleksandr Tonkov – 197

8. Jose Butron – 184

9. Glenn Coldenhoff – 176

10. Valentin Guillod – 173 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MX2 após oito etapas:  

1. KTM – 374 pontos

2. Kawasaki – 331

3. Husqvarna – 269

4. Suzuki – 249

5. Yamaha – 219

6. Honda – 215

7. TM – 06 pontos

GP da Grã Bretanha – Curiosidades

Tamanho do circuito: 1.640 metros

Tipo de solo: Duro

Temperatura: 15°

Condições climáticas: Ensolarado

Público presente: 25.000

Próxima etapa

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Motocross acontece no próximo final de semana, 01 de Junho, em St. Jean d’Angely, na França.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly