Mundial de Motocross 2014 – 9ª Etapa – França

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 02 de junho de 2014 - 9:00

A nona etapa do Campeonato Mundial de Motocross 2014 permitiu que o público apreciasse completamente as velocidade acelerada que os os pilotos do mundial possuem enquanto eles aceleram com tudo suas motos quatro tempos subindo e descendo os morros de barro de Saint Jean d’Angely. Com o terreno duro exigindo controle do acelerador, e os morros exigindo tração, a potência e a aerodinâmica perfeita da Rockstar Energy Suzuki World de Clement Desalle e da Red Bull KTM Factory Racing de Jeffrey Herlings brilharam.

Track2_MXGP_9_F_2014

Categoria MXGP

Um piloto deve sempre forçar até a bandeira quadriculada e Clement Desalle provou exatamente o porquê no domingo. Depois de se colocar em uma posição nas duas baterias, segundo colocado atrás de Cairoli, Desalle aproveitou o benefício dos erros do campeão em não apenas uma, mas nas duas baterias, que permitiram que o belga vencesse as duas baterias, conquistando seu segundo resultado perfeito da temporada.

Desalle_MXGP_9_F_2014 (1)

As duas últimas voltas da segunda bateria da categoria MXGP levaram Jeremy Van Horebeek ao teste supremo conforme ele acelerou tudo para manter o heptacampeão mundial, Antonio Cairoli, sob controle. Cavando fundo foi recompensador para o belga, ele derrotou Cairoli por um fio de cabelo e faturou a segunda posição no geral da etapa e seu oitavo pódio da temporada.

O domingo pôde confirmar que o campeão mundial super talentoso, Antonio Cairoli, é humano no final das contas. O italiano foi forçado para a terceira posição depois que cometeu um erro caro restando duas voltas para o final nas duas baterias. Embora não seja com frequência que o líder do campeonato da MXGP cometa erros desse calibre, aconteceu e lhe custou duas posições no pódio. “No geral, esse final de semana estava indo bem, é difícil estar focado nas últimas duas semanas com tudo que aconteceu e principalmente em uma pista como a que tínhamos hoje. Na primeira bateria com certeza foi um erro meu, mas na segunda foi um pouco por causa de um retardatário, eu entrei em pânico um pouco e freei muito com a dianteira e por isso eu escorreguei na superfície lisa, mas no geral está ok. Eu não me machuquei, então eu vou embora ansioso pelo próximo GP.”

O herói local, Steven Frossard manteve seus fãs franceses na ponta dos pés quando um erro o forçou a brigar impressionantemente para se recuperar de fora dos vinte primeiros para cruzar a linha de chegada da primeira bateria na sexta posição. Enquanto isso, na segunda bateria, o francês largou na frente e pressionou Va Horebeek na terceira posição durante uma boa parte da corrida, mas infelizmente não conseguiu encontrar um lugar no circuito difícil e complicado de Saint Jean d’Angely para encontrar velocidade extra, e ele teve que se assegurar na quarta posição para faturar a quarta posição no geral do GP.

Completando os cinco primeiros pilotos, Evgeny Bobryshev fez duas baterias consistentes e levou para casa um trio de quinto lugares. Os dois resultados na quinta posição das baterias, deram ao russo a quinta posição do GP.

MXGPpodium_MXGP_9_F_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MXGP em Saint Jean d’Angely: 

1. Clement Desalle

2. Antonio Cairoli

3. Jeremy Van Horebeek

4. Kevin Strijbos

5. Evgeny Bobryshev

6. Steven Frossard

7. Xavier Boog

8. Shaun Simpson

9. Dennis Ullrich

10. Davide Guarneri

Resultados da segunda bateria da categoria MXGP em Saint Jean d’Angely: 

1. Clement Desalle

2. Jeremy Van Horebeek

3. Antonio Cairoli

4. Steven Frossard

5. Evgeny Bobryshev

6. Tommy Searle

7. Rui Gonçalves

8. Matiss Karro

9. Davide Guarneri

10. Shaun Simpson

Resultado geral da categoria MXGP em Saint Jean d’Angely: 

1. Clement Desalle – 50 pontos

2. Jeremy Van Horebeek – 42

3. Antonio Cairoli – 42

4. Steven Frossard – 33

5. Evgeny Bobryshev – 32

6. Kevin Strijbos – 26

7. Shaun Simpson – 24

8. Rui Gonçalves – 23

9. Matiss Karro – 23

10. David Guarneri – 23 pontos

Classificação do campeonato na categoria MXGP após nove etapas: 

1. Antonio Cairoli – 393 pontos

2. Clement Desalle – 373

3. Jeremy Van Horebeek – 358

4. Kevin Strijbos – 276

5. Gautier Paulin – 205

6. Steven Frossard – 197

7. Shaun Simpson – 183

8. Evgeny Bobryshev – 168

9. Max Nagl – 166

10. Xavier Boog – 159 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MXGP após nove etapas:  

1. KTM – 393 pontos

2. Suzuki – 383

3. Yamaha – 358

4. Kawasaki – 340

5. Honda – 282

6. Husqvarna – 200

7. TM – 167 pontos

Categoria MX2

Mais um encontro sem falhas na bagagem de Jeffrey Herlings apesar de sua maior ameaça ao campeonato, Arnaud Tonus, ter largada na frente nas duas baterias. Embora Tonus tenha corrido em um bom ritmo, foi evidente que a velocidade e a habilidade de Herlings estão apenas em outro nível com o adolescente holandês deixando outro GP com os cinquenta pontos.

Herlings_MXGP_9_F_2014

Mais uma vez, Arnaud Tonus merece todos os méritos. O suíço definitivamente jogou tudo que podia no Holandês Voador na segunda bateria. Embora, ele tenha mostrado uma boa quantia de promessa no começo da bateria, o “The Bullet” provou mais uma vez ser bom demais. “Estou feliz, eu acho que melhorei ao longo do final de semana, nós trabalhamos um pouco na moto e ela melhorou ainda mais e depois eu me aproximei mais do Jeffrey na segunda bateria. Eu tento o melhor a cada final de semana e tento me aproximar cada vez mais e esperto derrota-lo uma vez.”

A batalha do orgulho francês entre Romain Febvre e Jordi Tixier roubou a atenção do público escandaloso nas duas baterias. Com os dois jovens franceses brigando pelo último lugar do pódio, no final foi Tixier que prevaleceu, forçando Febvre a ficar na quarta posição. “É sempre muito bom subir no pódio na França, diante do todo o público, meus fãs franceses, toda a minha família. Foi um bom final de semana para mim.” Tixier disse orgulhosamente.

Tudo que Valentin Guillod quer fazer é abrir uma garrafa de champagne. Quando o suíço parecia estar no caminho certo para conquistar seu primeiro pódio de um GP na MX2, algo errado aconteceu. Uma corrida incrível na primeira bateria, colocou o campeão EMX250 2013 na terceira posição atrás do compatriota, Arnaud Tonus, mas toda a esperança por um lugar no pódio foi jogada pela janela quando uma queda em um duplo no começo da segunda bateria atrapalho o que poderia ter sido. O suíço terminou na quinta posição.

Enquanto isso, o terceiro das jovens estrelas francesas na MX2, Dylan Ferrandis, tem um final de semana “mais ou menos”, conseguindo ficar em sexto nas duas baterias e a sexta posição no geral do GP.

MX2podium_MXGP_9_F_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MX2 em Saint Jean d’Angely: 

1. Jeffrey Herlings

2. Arnaud Tonus

3. Valentin Guillod

4. Jordi Tixier

5. Romain Febvre

6. Dylan Ferrandis

7. Max Anstie

8. Aleksandr Tonkov

9. Jeremy Seewer

10. Petar Petrov

Resultados da segunda bateria da categoria MX2 em Saint Jean d’Angely: 

1. Jeffrey Herlings

2. Arnaud Tonus

3. Jordi Tixier

4. Romain Febvre

5. Tom Gajser

6. Dylan Ferrandis

7. Jeremy Seewer

8. Petar Petrov

9. Valentin Guillod

10. José Butron

Resultado geral da categoria MX2 em Saint Jean d’Angely: 

1. Jeffrey Herlings – 50 pontos

2. Arnaud Tonus – 44

3. Jordi Tixier – 38

4. Romain Febvre – 34

5. Valentin Guillod – 32

6. Dylan Ferrandis – 30

7. Tim Gajser – 26

8. Jeremy Seewer – 26

9. Petar Petrov – 24

10. Max Anstie – 22 pontos

Classificação do campeonato na categoria MX2 após nove etapas: 

1. Jeffrey Herlings – 394 pontos

2. Arnaud Tonus – 349

3. Romain Febvre – 297

4. Jordi Tixier – 291

5. Dylan Ferrandis – 278

6. Tim Gajser – 235

7. Aleksandr Tonkov – 216

8. Valentin Guillod – 205

9. Jose Butron – 199

10. Glenn Coldenhoff – 176 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MX2 após nove etapas:  

1. KTM – 424 pontos

2. Kawasaki – 375

3. Husqvarna – 303

4. Suzuki – 275

5. Honda – 245

6. Yamaha – 242

7. TM – 06 pontos

GP da França – Curiosidades

Tamanho do circuito: 1.580 metros

Tipo de solo: Duro

Temperatura: 23°

Condições climáticas: Ensolarado com nuvens

Público presente: 32.000

Próxima etapa

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Motocross acontece daqui a duas semanas, no final de semana do dia 15 de Junho, em Maggiora, na Itália.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly