Mundial de Motocross 2014 – 10ª Etapa – Itália

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 17 de junho de 2014 - 0:30

Em cada ano que Maggiora recebeu uma etapa do Campeonato Mundial de Motocross, a cidade nunca deixou de impressionar e esse ano não foi diferente. O local em sim tem uma tendência a atrair multidões escandalosas, alimentadas com paixão e entusiasmo que aumenta ainda mais com o próprio fenômeno do motocross italiano, Antonio Cairoli, trazendo para casa um resultado perfeito para uma vitória muito emocionante na décima etapa do Campeonato Mundial de Motocross 2014. Enquanto isso na MX2, o colega de equipe de TC, Jeffrey Herlings, teve mais um desempenho domingante para empatar com a lenda italiana, Alessandro Puzar, como o piloto de mais sucesso no magnífico circuito em Maggiora.

People3_MXGP_10_I_2014

Categoria MXGP

A equipe Itália recentemente venceu o jogo de sua estréia da Copa do Mundo de Futebol e a vitória foi muito comemorada pelos italianos. A estrela italiana Antonio Cairoli teve a mesma resposta com as toneladas de milhares de fãs gritando ‘TC222’, torcendo e comemorando enquanto a sensação italiana conquistava para a casa uma vitória dupla de tirar o fôlego. Alguns segundos após a corrida, um Tony Cairoli evidentemente feliz e emocionado disse com um sorriso de orelha a orelha “Eu queria tanto vencer essa corrida éter tantos fãs aqui me incentivando ao longo do caminho, estou feliz em ter vencido aqui hoje. Eu gostei da pista, combinou melhor comigo do que no ano passado e eu só quero dedicar essa corrida ao meu pai, Benedetto Cairoli.”

Cairoli_MXGP_10_I_2014

‘Cuidado com esse espaço’ pode ser o próximo adesivo da calça de Jeremy Van Horebeek enquanto ele continua sua fase estimulada. O jovem belga parecia mais agressivo do que o normal em sua YZ450FM com aparência retrô e está evidente que ele está ficando faminto por sua primeira vitória na categoria MXGP. Se não fosse pela forma perfeita de seu bom amigo e rival, Cairoli, teria sido um dia de vitória para Van Horebeek em Maggiora. Mesmo assim ele andou bem, resultando em dois segundos lugares que lhe renderam um pódio pela nona vez consecutiva nessa temporada.

Kevin Strijbos não tem aparecido no pódio nas últimas etapas, enquanto seu colega de equipe, Clement Desalle tem levado todos. Nesse final de semana, foi Strijbos que subiu no pódio, na terceira posição, depois que Desalle jogou fora o segundo lugar na primeira bateria com uma queda desagradável em um salto que o forçou a se assegurar na quarta posição. Durante a coletiva de imprensa, Strijbos feliz disse “Essa temporada tem sido muito boa até agora, apenas as duas últimas corridas, na Inglaterra e França, não foram tão boas. Mas depois que eu sentei com toda a equipe e nós fizemos um plano para tentar melhorar e nós trabalhamos duro nas últimas semanas e agora está tudo voltando ao normal. Eu definitivamente quero subir no pódio toda vez.”

Um dos melhores desempenhos do final de semana foi do campeão mundial 2008, David Philippaerts. O homem local com toneladas de fãs dos quais ele compartilha com o compatriota, TC, levantou o público em comemoração enquanto ele brigava por seu melhor resultado desde 2012. Um quinto lugar plausível na segunda bateria que foi muito disputado com Shaun Simpson que ficou grudado nele como cola, combinado com seu nono lugar na primeira bateria, colocou a estrela italiana na quinta posição no geral da etapa, seu melhor resultado do ano.

Steven Frossard não teve sorte no final de semana. Depois de fazer uma corrida estelar na primeira bateria, preenchendo o espaço de seu colega de equipe desaparecido e o vitorioso do ano passado, Gautier Paulin, na qual o francês ficou em terceiro lugar, ele foi forçado a se retirar da segunda bateria devido a um problema mecânico na moto.

Está claro que os fãs italianos sabem incentivar seus pilotos com a terceira estrela italiana da MXGP, Davide Guarneri, também fazendo uma corrida impressionante em casa com sua TM vermelha no estilo retrô, ficando em oitavo no geral.

Evgeny Bobryshev teve um final de semana decepcionante. Dentro da pista icônica de Maggiora, ele estava parecendo mais como o Bobby de antigamente, fazendo uma corrida impressionante que resultou em um quinto lugar. Infelizmente, na segunda corrida Bobryshev caiu em uma curva quando foi atingido por trás por outro piloto. O russo foi retirado imediatamente da pista de maca antes de ser transportado para um hospital próximo com suspeitas de uma fratura na tíbia e fíbula.

MXGPpodio_MXGP_10_I_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MXGP em Maggiora: 

1. Antonio Cairoli

2. Jeremy Van Horebeek

3. Steven Frossard

4. Kevin Strijbos

5. Evgeny Bobryshev

6. Tommy Searle

7. Clement Desalle

8. Shaun Simpson

9. David Philippaerts

10. Davide Guarneri

Resultados da segunda bateria da categoria MXGP em Maggiora: 

1. Antonio Cairoli

2. Jeremy Van Horebeek

3. Kevin Strijbos

4. Clement Desalle

5. David Philippaerts

6. Shaun Simpson

7. Ken De Dycker

8. Davide Guarneri

9. Tommy Searle

10. Gregory Aranda

Resultado geral da categoria MXGP em Maggiora: 

1. Antonio Cairoli – 50 pontos

2. Jeremy Van Horebeek – 44

3. Kevin Strijbos – 38

4. Clement Desalle – 32

5. David Philippaerts – 28

6. Shaun Simpson – 28

7. Tommy Searle – 27

8. Davide Guarneri – 24

9. Steven Frossard – 20

10. Gregory Aranda – 19 pontos

Classificação do campeonato na categoria MXGP após dez etapas: 

1. Antonio Cairoli – 443 pontos

2. Clement Desalle – 405

3. Jeremy Van Horebeek – 402

4. Kevin Strijbos – 314

5. Steven Frossard – 271

6. Shaun Simpson – 211

7. Gautier Paulin – 205

8. Evgeny Bobryshev – 184

9. Max Nagl – 166

10. Davide Guarneri – 163 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MXGP após dez etapas:  

1. KTM – 443 pontos

2. Suzuki – 421

3. Yamaha – 402

4. Kawasaki – 372

5. Honda – 301

6. Husqvarna – 209

7. TM – 191 pontos

Categoria MX2

Mais uma vez o nome Jeffrey Herlings apareceu no degrau mais alto do pódio da MX2. Herlings parecia uma força da natureza em sua campanha por sua 40ª vitória no geral do Grand Prix. “Foi incrível, eu venci 23 GPs nos últimos 18 meses e isso me ajudou, e hoje eu fiz 40 vitórias de GP, então isso é incrível. A pista estava muito boa hoje, a chuva foi perfeita para regá-la o suficiente para manter a poeira longe e dar a pista muita tração. Eu fiz muitas ultrapassagens na corrida, então isso mostra que é possível fazer ultrapassagens, foi muito divertido!”

Maggiora adora um pouco de estilo retrô e embora a palavra não tenha se aplicado no ano passado, foi bom ver Jordi Tixier alinhas como antigamente, terminando as duas baterias na terceira posição, ficando na segunda posição no geral e subindo para terceiro na classificação do campeonato.

Tixier_MXGP_10_I_2014

Sendo rebaixado para o terceiro degrau do pódio depois que uma largada ruim na segunda bateria arruinou seu desempenho concreto para a segunda posição na primeira bateria, Arnaud Tonus explicou “Sim, eu dificultei as coisas para mim hoje. Eu não me classifiquei bem ontem e não tive uma boa escolha do gate. Na segunda bateria, minha largada também não foi boa e eu tive dificuldades em encontrar bons traçados para ultrapassar e perdi muito tempo no começo da corrida. De qualquer maneira, eu estou feliz em estar no pódio.”

O azarão do começo da temporada, Dylan Ferrandis, fechou o GP da Itália com uma pilotagem excepcional na segunda bateria para chegar na frente e faturar a segunda posição. Combinado com seu sétimo lugar na primeira bateria, o francês terminou na quarta posição no geral na frente da jovem arma, Tim Gajser.

O sonho adolescente, Tim Gajser, está rapidamente se tornando uma figura constante entre os cinco primeiros. Embora o jovem esloveno de 17 anos teria adorado subir no pódio em Maggiora, seu quarto e quinto lugares foram suficientes apenas para um respeitável quinto lugar no geral.

MX2podio_MXGP_10_I_2014

Resultados da primeira bateria da categoria MX2 em Maggiora: 

1. Jeffrey Herlings

2. Arnaud Tonus

3. Jordi Tixier

4. Tim Gajser

5. Aleksandr Tonkov

6. Romain Febvre

7. Dylan Ferrandis

8. Max Anstie

9. Petar Petrov

10. Jeremy Seewer

Resultados da segunda bateria da categoria MX2 em Maggiora: 

1. Jeffrey Herlings

2. Dylan Ferrandis

3. Jordi Tixier

4. Arnaud Tonus

5. Tom Gajser

6. Romain Febvre

7. Valentin Guillod

8. Jeremy Seewer

9. Julien Lieber

10. Damon Graulus

Resultado geral da categoria MX2 em Maggiora: 

1. Jeffrey Herlings – 50 pontos

2. Jordi Tixier – 40

3. Arnaud Tonus – 40

4. Dylan Ferrandis – 36

5. Tim Gajser – 34

6. Romain Febvre – 30

7. Jeremy Seewer – 24

8. Aleksandr Tonkov – 24

9. Petar Petrov – 22

10. Julien Lieber – 20 pontos

Classificação do campeonato na categoria MX2 após dez etapas: 

1. Jeffrey Herlings – 444 pontos

2. Arnaud Tonus – 389

3. Jordi Tixier – 331

4. Romain Febvre – 327

5. Dylan Ferrandis – 314

6. Tim Gajser – 269

7. Aleksandr Tonkov – 240

8. Valentin Guillod – 223

9. Jose Butron – 213

10. Jeremy Seewer – 191 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MX2 após dez etapas:  

1. KTM – 474 pontos

2. Kawasaki – 419

3. Husqvarna – 334

4. Suzuki – 299

5. Honda – 279

6. Yamaha – 265

7. TM – 06 pontos

GP da Itália – Curiosidades

Tamanho do circuito: 1650m

Tipo de solo: duro

Temperatura: 18°

Condições climáticas: nublado e chuvoso

Público presente: 35.000

Próxima etapa

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Motocross 2014 acontece no próximo final de semana, 22 de Junho, em Teutschenthal, na Alemanha.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly