Mundial de Motocross 2014 – 14ª Etapa – República Tcheca

Por Mariah Morgado | Fotos por Di | 29 de julho de 2014 - 0:30

A tração foi um problema durante a 14ª etapa do Campeonato Mundial de Motocross 2014. O barro escorregadio e o terreno íngreme do circuito de Loket recebeu o Grand Prix mais emocionante da temporada que viu Jeremy Van Horebeek e Jordi Tixier alcançando o auge de suas carreiras com suas primeiras vitórias de corridas e no geral.

Track1Loket

Categoria MXGP

Foi o momento que todos esperavam e quando ele chegou não havia uma pessoa em Loket que conseguia não sorrir e aplaudir Jeremy Van Horebeek enquanto ele conquistava uma das vitórias mais merecida da temporada. Depois de treze etapas de performance de pódios, a determinação, o coração e o trabalho duro do jovem belga finalmente lhe renderam sua primeira vitória de baterias e de geral na categoria MXGP.

VanHorebeek_MXGP_14_CZ_2014

Kevin Strijbos venceu a primeira bateria e não conseguiu segurar o sorriso para seu compatriota, mesmo tendo chegado tão perto de sua primeira vitória de Grand Prix desde a etapa de Lierop em 2007. Apesar da decepção, o belga admitiu que está feliz por ter voltado ao pódio.

Não é segredo que Antonio Cairoli não é fã da pista de Loket, mas mesmo assim o atual campeão faturou a terceira posição no geral da etapa e disse, “Eu acho que Loket é muito difícil para uma 350cc, eu preciso acelerar muito o que causa muita rotação e é difícil encontrar o equilíbrio com minha força e velocidade de curva, então eu queria passar por esse GP, mas eu fiz o meu melhor como sempre faço. Jere (como chama Van Horebeek) estava fervendo hoje. Agora estou ansioso por Lommel, eu sempre ficou entusiasmado com pista de areia porque eu gosto muito.”

Depois de queimar a largada e ser obrigado a largar de último, em seu retorno após sete etapas de ausência devido a uma lesão, Gautier Paulin teve um bom desempenho e ficou em sexto nas duas baterias, faturando o quarto lugar no geral.

Shaun Simpson parece ter encontrado seu ritmo e está começando a colocar sua campanha no Mundial em destaque depois de conquistar o quinto lugar no geral, seu melhor resultado até agora na temporada.

A equipe Rockstar Energy Suzuki World confirmou que o belga, Clement Desalle, quebrou o escafoide (osso do punho) e vai focar suas atenções para sua recuperação e não vai competir no restante da temporada.

MXGPpodium_MXGP_14_CZ_2014

Resultado da primeira bateria da categoria MXGP em Loket

1. Kevin Strijbos

2. Jeremy Van Horebeek

3. Antonio Cairoli

4. Max Nagl

5. Shaun Simpson

6. Gautier Paulin

7. Clement Desalle

8. Milko Potisek

9. Dean Ferris

10. Tanel Leok

Resultado da segunda bateria da categoria MXGP em Loket

1. Jeremy Van Horebeek

2. Antonio Cairoli

3. Kevin Strijbos

4. Dennis Ulrich

5. Steven Frossard

6. Gautier Paulin

7. Davide Guarneri

8. Shaun Simpson

9. Tommy Searle

10. Matiss Karro

Resultado geral da categoria MXGP em Loket

1. Jeremy Van Horebeek

2. Kevin Strijbos

3. Antonio Cairoli

4. Gautier Paulin

5. Shaun Simpson

6. Steven Frossard

7. Dennis Ulrich

8. Max Nagl

9. Tanel Leok

10. Matiss Karro

Classificação do campeonato MXGP após quatorze etapas

1. Antonio Cairoli – 619 pontos

2. Jeremy Van Horebeek – 562

3. Clement Desalle – 484

4. Kevin Strijbos – 469

5. Steven Frossard – 333

6. Shaun Simpson – 325

7. Max Nagl – 291

8. Gautier Paulin – 235

9. David Philippaerts – 234

10. Davide Guarneri – 232

Campeonato dos fabricantes da categoria MXGP após quatorze etapas:  

1. KTM – 619 pontos

2. Suzuki – 587

3. Yamaha – 566

4. Kawasaki – 510

5. Honda – 426

6. Husqvarna – 280

7. TM – 273 pontos

Categoria MX2

Com tanta expectativa em torno da MX2 neste final de semana, era esperado que as corridas da categoria fossem épicas e, definitivamente, não deixaram a desejar. Todos do público presente foram cativados pela velocidade, drama e intensidade que os jovens e ansiosos pilotos demonstraram correndo com seus corações na esperança de faturarem sua primeira vitória de Grand Prix na MX2.

Jordi Tixier calou todos os seus críticos com seu desempenho perfeito na primeira bateria quando ele superou os especialistas das largadas, Jose Butrón e Valentin Guillod, e demonstrou um nível alto de conforto enquanto corria em direção a sua primeira vitória de uma corrida da MX2. O estimado francês foi testado depois de uma largada regular na segunda bateria que o obrigou a enfrentar uma das batalhas mais extraordinárias da temporada. Tixier cruzou a linha de chegada na quarta posição e conquistou outro marco em sua carreira, sua primeira vitória no geral de um GP na categoria.

TixFerFeb_MXGP_14_CZ_2014

O vitorioso do prêmio do holeshot da primeira bateria, Valentin Guillod teve um final de semana incrível e pela primeira vez em sua carreira abriu uma garrafa de espumante no pódio, ocupando a segunda posição no geral.

O desempenho mais surpreendente do final de semana provavelmente foi de Christophe Charlie que chegou a Loket completamente ignorado com seus três compatriotas franceses na disputa do título da MX2 roubando as atenções. Depois de perder seis etapas nesta temporada após fraturar a perna na Tailândia, Charlier enterrou seu sétimo lugar na primeira bateria com seu desempenho estelar na segunda que o viu enfrentar e superar a competição para conquistar sua primeira vitória de bateria na categoria e seu primeiro pódio do ano, ficando com a terceira posição.

O vencedor da corrida classificatória de sábado, Romain Febvre, foi obrigado a se assegurar na quarta posição, um resultado que não reflete a velocidade e o esforço que ele colocou em sua corrida no final de semana. Depois de um segundo lugar na primeira bateria, o francês brigou com unhas e dentes depois de uma largada ruim que o deixou no final do grupo na segunda bateria. Ele chegou se recuperar até a terceira posição, mas um erro em algumas voltas depois, lhe prejudicou e ele terminou a bateria na sexta posição.

Como de costume, Jose Butrón largou na frente do grupo nas duas baterias. Apesar de seus esforços para acompanhar o ritmo, por alguma razão, o espanhol não conseguiu manter o ritmo durante os trinta minutos e duas voltas, resultando na quinta posição no geral, depois de ficar em quinto nas duas baterias.

MX2podium_MXGP_14_CZ_2014

Resultado da primeira bateria da categoria MX2 em Loket

1. Jordi Tixier

2. Romain Febvre

3. Valentin Guillod

4. Tim Gajser

5. Jose Butron

6. Jeremy Seewer

7. Christophe Charlier

8. Aleksandr Tonkov

9. Julien Lieber

10. Pauls Jonass

Resultado da segunda bateria da categoria MX2 em Loket

1. Christophe Charlier

2. Dylan Ferrandis

3. Valentin Guillod

4. Jordi Tixier

5. Jose Butron

6. Romain Febvre

7. Aleksandr Tonkov

8. Max Anstie

9. Tim Gajser

10. Julien Lieber

Resultado geral da categoria MX2 em Loket

1. Jordi Tixier

2. Valentin Guillod

3. Christophe Charlier

4. Romain Febvre

5. Jose Butron

6. Tim Gajser

7. Aleksandr Tonkov

8. Jeremy Seewer

9. Julien Lieber

10. Dylan Ferrandis

Classificação do campeonato MX2 após quatorze etapas

1. Jeffrey Herlings – 594 pontos

2. Jordi Tixier – 492

3. Romain Febvre – 453

4. Dylan Ferrandis – 425

5. Tim Gajser – 420

6. Arnaud Tonus – 389

7. Valentin Guillod – 354

8. Aleksandr Tonkov – 335

9. Jose Butron – 321

10. Jeremy Seewer – 282 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MX2 após quatorze etapas:  

1. KTM – 669 pontos

2. Kawasaki – 530

3. Husqvarna – 469

4. Honda – 430

5. Suzuki – 407

6. Yamaha – 389

7. TM – 6 pontos

Próxima etapa

A próxima etapa do Mundial de Motocross acontece no próximo final de semana, no dia 03 de Agosto, no circuito de Lommel, na Bélgica.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly