Duelos emocionantes e vitórias locais na 4ª etapa do Gaúcho de Motocross em Marau

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 04 de agosto de 2014 - 20:00

Após os duelos de sábado com as vitorias na (Estreantes importada com Moisés Lazarotto; Ismael da Cruz na 230cc; na MX4 com Gustavo Visoto, Rafael Becker venceu na 50 A, Henrique Hênicka foi 1º na 50 B e Brayan Soares na MX2 Júnior ) o público de domingo que ultrapassou os 6 mil espectadores já vislumbravam  grande duelos e com expectativas de  vitórias de pilotos da casa, e de cidades vinhas na 4ª etapa do gaúcho de Motocross ocorrida na pista do Motoclube de Marau/RS, dentro do Parque Lauro Ricieri Bortolon  no centro do município.Veja como foram os duelos do domingo.

Solenidade de abertura da 4ª etapa

Solenidade de abertura da 4ª etapa

Piloto de Passo Fundo venceu em Marau

Luis Henrique Zottis, da cidade vizinha, saltou na frente na intermediária MX1 seguido de Leandro Schwindt, Walter Tardim, Eliseu Glanert e Everton Silva formando o pelotão inicial. Aos poucos Zottis abre boa vantagem sobre seus adversários, que duelavam pelo 2º lugar. Eliseu perde o foco  na pista, assim como Everton que dão lugar a Maurício Maritan e Renan Coldebella que fizeram prova de recuperação e ocuparam a 4ª e 5ª posição no pódio. Zottis venceu de ponta a ponta e na 2ª posição uma mudança de última hora com a ultrapassagem de Tardim sobre Leandro, completando o pódio.

Luis Henrique Zottis, venceu a Intermediária MX1

Luis Henrique Zottis, venceu a Intermediária MX1

Duelo caseiro na 65cc

Pedro Moraes fez o hole shote da 65cc seguido de perto por Gabriel Andrigo, ambos de Marau. Ainda na volta inicial, Gabriel assume a liderança deixando para trás Pedro Moraes, Pedro Magero, Crisyan Eckardt e Gustavo Feltrin os cinco primeiros. Gabriel abra uma avenida na pista se consolidando na liderança. Nas posições posteriores, Felipe Tenedine assuma a5ª colocação para fazer parte do pódio. As demais colocações não se alteraram na vitória de Gabriel. Pedro Moraes continua na liderança.

Gabriel Andrigo venceu no duelo caseiro

Gabriel Andrigo venceu no duelo caseiro

Cordeiro foi a surpresa na MX3

De volta às pistas do RS o catarinense Marcos Cordeiro, que disputou várias temporadas no estado, reapareceu e surpreendeu na etapa. O hermano Pablo Florin, que lidera o gaúcho da MX3, largou na ponta seguido de Marcos Cordeiro, Everton Silva, Eliseu Glanert e Cássio Lima nas primeiras curvas. Marcos partiu para o ataque e assume a ponta ainda na volta inicial. Foram 3 voltas de muita pressão sobre o líder que cai, deixando a liderança novamente para Florin.  As disputas pela 3ª colocação também sofriam mudanças com Cássio subindo para o 3º posto.  Cordeiro vai atrás do prejuízo tira a diferença e na reta final retoma a liderança. Pablo continua líder com o 2º lugar, Cássio confirma o 3º posto. Mas o que levantou a torcida foi a reação de Maiara Basso que fez prova de recuperação buscando a 4ª colocação na reta final da prova. Leandro Schwindt que fez uma péssima largada ainda chegou em 5º lugar ao atambém ultrapassar Eliseu.

Cordeiro retorna com vitória na MX3

Cordeiro retorna com vitória na MX3

O Uruguaio Cale Florin, de Cardona do Uruguai, teve dois segundos lugares em Marau e manteve liderança da MX3. Piloto é filiado na FGM.

O Uruguaio Cale Florin, de Cardona do Uruguai, teve dois segundos lugares em Marau e manteve liderança da MX3. Piloto é filiado na FGM.

Lizzot mantém liderança da MX2

Gate lotado na MX2 para uma das corridas mais esperadas da tarde. O público já esperava ansioso  os grandes duelos e eles vieram. Na volta inicial, Leonardo Lizzot que dividiu a 1ª curva com Marçal Müller, sustenta a liderança no miolo da pista, local onde as ultrapassagens ocorreram num piscar de olhos. Marçal erra, e Leonardo Sebben assume a 2ª colocação. Marçal em 5º, procura a recuperação. Na frente, Lizzot e Sebben andavam com roda colada seguidos de Henrique Araújo, uma das revelações dos últimos tempos, Douglas Finato e Marçal no pelotão principal nas voltas iniciais. Sebben cai feio nas coltelas, abandonando a prova. Araújo assume a vice liderança com Lizzot bem a frente. Mas ao fundo, enrolava o cabo o pilote Gustavo Roratto que fazia corrida de recuperação. Faltando 4 voltas, Marçal retorna ao posto do início, mas com grande diferença sobre o líder. Araújo ficou para o 3º lugar. As duas voltas finais foram espetaculares e com definições. Lizzot se consolida na liderança, Marçal em 2º e Roratto encosta, duela e assume a 3ª posição sobre Araújo que finaliza em 4º. E Bryan Soares ultrapassa Finato na reta final e sobe na 5ª peça do pódio. A equipe Pneus Borilli racing vibra, e faz a festa com a vitória de Lizzot e sua manutenção de liderança.

Lizzot, da Pneus Borilli Racing mantém liderança na MX2

Lizzot, da Pneus Borilli Racing mantém liderança na MX2

Janaina vence a Feminina A

Numa prova em que o favoritismo caia sobre Maiara Basso, “A gringa”, que estava sendo assunto de um documentário do Globo Esporte, a surpresa foi o nervosismo da piloto que ficou presa na largada, apagou a motocicleta largando em último. Na frente da classe A, a grande rival Janaina Todeschini assumia o protagonismo da prova abrindo grande vantagem na 1ª volta. Mayrêe Ribeiro, A Gauchinha vinha em 2º com Bruna de Freitas em 3º com a repórter Juliana Sana que fazia o traçado da pista como experiência jornalística. Briane Andrigo era a líder da classe B. Em duas voltas, Maiara já buscava a recuperação e chegava em Janaina. Maiara ultrapassa Janaina no meio da corrida, leva o “xis” mas logo em seguida assume a liderança. As duas travam disputa, Maiara cai, custa a voltar e Janaina segura as duas voltas finais com muita concentração para vencer a 4ª etapa, após anos na fila. Maiara foi 2º seguida de Mayrêe, Bruna na classe A. Briane leva o troféu da classe B.

Janaina #139 volta a vencer  no gaúcho de Motocross na feminina A, após muito tempo de jejum

Janaina #139 volta a vencer no gaúcho de Motocross na feminina A, após muito tempo de jejum

Briane Araújo levou os 25 pontos da Feminina B

Briane Andrigo levou os 25 pontos da Feminina B

Intermediária MX2 com vitória de Araújo

“Jonatas Migliorini meteu na veia”- Narrou Márcio Frozza  na categoria Intermediária MX2 ,n uma das categorias mais disputadas da tarde. Mas a liderança de Jonatas durou uma volta, pois, Henrique Araújo assume a liderança ainda no começo da prova, seguido de Vanderlei da Silva, O Chico loco, Jonatas, Eduardo Martello e Eduardo De Lavi. O líder do campeonato, Nícolas Oliveira largou mal, assim como o vice – líder Cristiano Rasia. Henrique abre vantagem significativa a cada volta, Vanderlei se consolida como 2º e Migliorini segura a 3ª posição. Dos ponteiros do campeonato, apenas Rasia buscou posições chegando na 4ª colocação na etapa, com Eduardo se mantendo na 5ª peça do pódio. O campeonato embola mais ainda e está tudo aberto. Grandes disputas serão esperadas para a etapa de Ibirubá em 27 e 28 de setembro.

Henrique Araújo venceu a Intermediária MX2. Piloto é uma das promessas do MX gaúcho.

Henrique Araújo venceu a Intermediária MX2. Piloto é uma das promessas do MX gaúcho.

Felipe Migliorini: Piloto da casa foi guerreiro ao vencer a etapa

O hole Shote foi feito por Bruno Schimitz, que caiu na 1ª volta, com isso Gabriel Della Flora, O Jabutizinho assumiu a liderança seguido de Felipe Migliorini, Joaquin Tornielli, Vitor  Gonçalves. Gabriel abre grande vantagem, 22 segundo na metade da prova. Felipe se mantinha na 2ª posição quando a diferença come a cair aos 15 minutos de prova. Felipe acredita, enrola o cabo encosta de vez em Gabriel que se sabia andava a 5 minutos com o pneu furado. A última volta foi emocionante com quase 6 mil pessoas empurrando p piloto da casa e a chegada foi espetacular com Felipe Migliorini fazendo a ultrapassagem na última curva (50 metros da Bandeirada) para vencer em casa e encher de emoção a equipe e o público de Marau. Gabriel, Joaquin, Bernardo dos Santos, também de Marau e Vitor completaram o pódio da categoria.

Felipe Migliorini, venceu a Junior ultrapassando Gabriel da última Curva

Felipe Migliorini, venceu a Junior ultrapassando Gabriel da última Curva

Marçal Venceu a MX- Pró de ponta a ponta

Considerada a categoria fórmula um do Motocross, a MX Pró para motos de até 450cc, teve o resultado conhecido em duas baterias. Na primeira, Marçal Müller que largou na ponta, seguido de Leonardo Lizzot e Lucas Basso na volta inicial, venceu de ponta a ponta a bateria. Pressionando do início ao fim, o uruguaio Cale Florin (atual líder), buscou o 3º lugar na reta final em cima de Lucas. José Brayan, ainda completou a 5ª colocação na bateria.

Marçal Müller Venceu as duas baterias da MX Pró

Marçal Müller Venceu as duas baterias da MX Pró

A segunda bateria foi praticamente um espelho da primeira. Marçal fez novamente uma largada perfeita. Seguido de Leonardo Lizzott e Cale Florin. Mas na 4ª posição da largada apareceu Gustavo Roratto e Rodrigo Galiotto mais atrás. Marçal não vacilou, e compenetrado, venceu de ponta a ponta a 2ª prova da MX Pró. Cale buscou o 2º posto Lizzot que ocupa a vice- liderança do campeonato até o momento chegou em 3º com Roratto em 4º e Lucas Basso na 5ª posição na bateria final da categoria. Na soma geral, Marçal foi 1º, Cale foi 2º, Lizzot foi 3º, Lucas chegou em 4º e Roratto na 5ª peça do Podium.

Público de mais de 6 mil pessoas lotou as dependências do motódromo de MARAU/RS

Público de mais de 6 mil pessoas lotou as dependências do motódromo de MARAU/RS

O campeonato Gaúcho de Motocross 2014 tem o patrocínio máster da RINALDI, HONDA, IMS, co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR Uniformes, Farover, Mormaii Knee Breace, ArtemotoTroféus , Works Suspensões, Only Racing, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly