Mundial de Motocross 2014 – 17ª Etapa (Final) – México

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação MXGP | 16 de setembro de 2014 - 15:00

O Campeonato Mundial de Motocross 2014 chegou ao fim após 102 largadas depois, incluindo as baterias classificatórias. A temporada foi considera uma das mais emocionantes e disputadas da história. O GP do México, 17ª etapa, a etapa final, entrou para a história como a decisão do campeonato da categoria MX2.

Embora o campeonato da MXGP tenha sido definido no Brasil, com Antonio Cairoli, Jeremy Van Horebeek, Kevin Strijbos e Clement Desalle sendo os quatro primeiros colocados, Gautier Paulin a cereja do bolo no México e ficou para a quinta posição da temporada.

A final da categoria MX2 foi uma das mais dramáticas da história do campeonato. Não foi um dia fácil para ninguém dentro da pista. Todas as atenções estavam voltadas na dupla da Red Bull KTM Factory Racing, Jordi Tixier e Jeffrey Herlings. Em sua primeira corrida após a fratura do fêmur, Herlings lutou contra a dor extrema, correndo com a perna quebrada em busca de seu terceiro título mundial, mas não era para ser. Jordi Tixier aproveitou a ocasião e fez duas corridas incríveis, vencendo merecidamente o Grand Prix e conquistando seu primeiro título mundial da categoria MX2.

TixierChamp2_MXGP_17_LEON_2014

Categoria MXGP

Gautier Paulin começou a temporada como um grande vencedor de GP e terminou a temporada da mesma maneira. O francês evoluiu gradativamente após retornar de uma fratura na clavícula e no polegar no começo de Maio, na etapa da Holanda. Desde de seu retorno ao campeonato na República Tcheca, no final de Julho, o capitão do Team França do Nações 2014, tem mostrado seu brilhantismo, que ele autenticou com sua vitória que ele batalhou duro para conquistar no México.

MXGPstart_MXGP_17_LEON_2014_0

Max Nagl quase faturou outro GP da mesma maneira que realizou em Goiás. Das seis últimas corridas, Nagl ofuscou a concorrência em cinco delas, com excessão da segunda bateria em Leon que o viu sucumbir à pressão de três grandes pilotos da MXGP e acabou terminando na quarta posição. Mesmo assim, o alemão terminou a temporada na segunda posição do pódio.

Antonio Cairoli adoraria terminar a temporada com uma vitória, mas não conseguiu por apenas um ponto. Devido à Paulin e Nagl terem empatado na pontuação pela primeira posição, com o francês levando a vitória por causa de seu resultado melhor na segunda bateria, Cairoli acabou abrindo sua décima quarta garrafa de espumante da temporada, na terceira posição.

A quarta posição de Kevin Strijbos não lhe fez justiça. O belga teve dois desempenhos impressionantes, terminando as duas entre os três primeiros. Mas como Paulin e Nagl, ele acabou empatando com Cairoli e acabou na quarta posição já que o italiano tinha um resultado melhor na segunda bateria.

Jeremy Van Horebeek fez o que pôde com seu tornozelo lesionado e terminou o Grand Prix na quinta posição, faturando seu 15º resultado entre os cinco primeiros colocados da temporada.

MGPpodium_MXGP_17_LEON_2014_0

Resultado da primeira bateria da categoria MXGP em Léon

1. Max Nagl

2. Kevin Strijbos

3. Antonio Cairoli

4. Gautier Paulin

5. Jeremy Van Horebeek

6. Shaun Simpson

7. Steven Frossard

8. David Guarneri

9. Tommy Searle

10. Matiss Karro

Resultado da segunda bateria da categoria MXGP em Léon

1. Gautier Paulin

2. Antonio Cairoli

3. Kevin Strijbos

4. Max Nagl

5. Jeremy Van Horebeek

6. Tommy Searle

7. Davide Guarneri

8. Steven Frossard

9. Rui Gonçalves

10. Matiss Karro

Resultado geral da categoria MXGP em Léon

1. Gautier Paulin

2. Max Nagl

3. Antonio Cairoli

4. Kevin Strijbos

5. Jeremy Van Horebeek

6. Tommy Searle

7. Davide Guarneri

8. Steven Frossard

9. Rui Gonçalves

10. Matiss Karro

Classificação do campeonato MXGP após dezessete etapas

1. Antonio Cairoli – 747 pontos

2. Jeremy Van Horebeek – 628

3. Kevin Strijbos – 572

4. Clement Desalle – 484

5. Steven Frossard – 419

6. Max Nagl -400

7. Shaun Simpson – 397

8. Gautier Paulin – 358

9. Davide Guarneri – 297

10. David Philippaerts – 275 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MXGP após dezessete etapas:  

1. KTM – 747 pontos

2. Suzuki – 690

3. Yamaha – 650

4. Kawasaki – 637

5. Honda – 550

6. TM – 338

7. Husqvarna – 326 pontos

Categoria MX2

Jordi Tixier silenciou todos os críticos com suas performances impressionantes durante todo o final de semana. A primeira bateria perfeita viu o francês responder à pressão do compatriota, Romain Febvre, enquanto na segunda bateria ele se recuperou depois de uma queda com Aleksandr Tonkov e cruzou a linha de chegada na terceira posição, faturando a vitória do GP e sendo premiado com seu primeiro título mundial da carreira, título que ele dedicou ao irmão que sofreu um grave acidente na semana passada na França.

MX2start_MXGP_17_LEON_2014

Depois da quinta posição na primeira bateria, Tim Gajser, fez uma bateria impecável na segunda, aproveitando a confusão entre Tixier e Tonkov para vencer a segunda bateria de sua carreira.  Com suas duas vitórias nas duas ultimas etapas da temporada, parece que o jovem esloveno deve se acostumar a abrir a garrafa de champagne.

Valentin Guillod conquistou seu terceiro pódio da temporada após ficar com a terceira posição da etapa. Agora que o Mundial terminou, o suíço volta suas atenções para o Motocross das Nações, ao lado de Arnaud Tonus e Jeremy Seewer na conquista do troféu Chamberlain.

Depois de vencer o GP de Trindade, Romain Febvre acelerou tudo na primeira bateria, cravando o tempo mais rápido da corrida enquanto perseguia Jordi Tixier até a linha de chegada. Apesar de sua ótima performance na primeira bateria, ele fez uma largada ruim na segunda e teve dificuldades para se recuperar, terminando na quarta posição no geral e faturando a medalha de bronze da temporada.

Enquanto isso, recém chegado depois de quebrar o ombro no GP da Alemanha, Arnaud Tonus mostrou progresso. O suíço, que faz parte do Team Suíça no MXoN 2014, terminou o GP de Trindade na sexta posição em sua primeira corrida desde a lesão e terminou o final de semana na quinta posição.

MX2podium_MXGP_17_LEON_2014

Resultado da primeira bateria da categoria MX2 em Léon

1. Jordi Tixier

2. Romain Febvre

3. Dylan Ferrandis

4. Arnaud Tonus

5. Tim Gajser

6. Valentin Guillod

7. Julien Lieber

8. Aleksandr Tonkov

9. Jeremy Seewer

10. Jose Butron

Resultado da segunda bateria da categoria MX2 em Léon

1. Tim Gajser

2. Valentin Guillod

3. Jordi Tixier

4. Julien Lieber

5. Glenn Coldenhoff

6. Arnaud Tonus

7. Romain Febvre

8. Christophe Charlier

9. Jeremy Seewer

10. Jeffrey Herlings

Resultado geral da categoria MX2 em Léon

1. Jordi Tixier

2. Tim Gajser

3. Valentin Guillod

4. Romain Febvre

5. Arnaud Tonus

6. Julien Lieber

7. Glenn Coldenhoff

8. Jeremy Seewer

9. Dylan Ferrandis

10. Kei Yamamoto

Classificação do campeonato MX2 após dezessete etapas

1. Jordi Tixier – 616 pontos

2. Jeffrey Herlings – 612

3. Romain Febvre – 570

4. Dylan Ferrandis – 533

5. Tim Gajser -528

6. Arnaud Tonus – 455

7. Valentin Guillod – 449

8. Aleksandr Tonkov – 397

9. Jose Butron – 359

10. Jeremy Seewer – 352 pontos

Campeonato dos fabricantes da categoria MX2 após dezesseis etapas:  

1. KTM – 797 pontos

2. Kawasaki – 651

3. Husqvarna – 586

4. Honda – 538

5. Suzuki – 488

6. Yamaha – 484

7. TM – 6 pontos

Curiosidades do GP do México

Tamanho do circuito: 1.575m

Tipo de terreno: Intermediário

Temperatura: 25°C

Condições climáticas: nublado

Público presente: 30.000

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly