Paulo Alberto vence 2ª bateria de prova válida pela 2ª etapa

Por Mariah Morgado | Foto por Kelson Rene | 20 de setembro de 2014 - 22:13

A 2ª bateria da categoria MX2 da segunda etapa do Brasileiro de Motocross, realizada em Pedra Bonita (MG), foi realizada neste sábado (20) durante a 6ª etapa da competição, em Paty do Alferes (RJ).

PauloAlberto 640(1)

As cinco primeiras posições se alternaram bastante no começo da disputa. Anderson Amaral Largou na frente, seguido de Paulo Alberto, Anderson Cidade, Thales Vilardi e Hector Assunção. Mas, antes mesmo e completar a primeira volta Hector passa Thales, e Paulo Alberto assume a ponta.

Thales Vilardi chega a cair, no entanto sobe rápido na moto e ainda vai para cima de Anderson Cidade, e aos 15 minutos de prova ultrapassa o piloto. A partir dos 24 minutos de prova Hector faz pressão em cima de Paulo Alberto até o final, mas foi o português que levou a melhor.

“Ganhamos esta etapa válida pela de Pedra Bonita, e a gora a luta é maior para as disputas de amanhã, que valem pela sexta etapa. O maior objetivo é conquistar o primeiro lugar até o final do Campeonato”, destacou Paulo.

Thales passou no arco de chegada em terceiro, no entanto acabou sendo penalizado em 30 segundos depois de receber sinalização de um membro da equipe fora do pit stop. Com isso caiu para a sexta colocação.

 Cinco primeiros da bateria:

1º Paulo Alberto

2º Hector Assunção

3º Anderson Cidade

4º Gustavo Pessoa

5º Anderson do Amaral

1ª bateria (Pedra Bonita)

O português Paulo Alberto largou na frente na 1ª bateria da MX2, na 2ª Etapa do Brasileiro de Motocross, em Pedra Bonita (MG) e administrou bem a prova. Thales Vilardi que largou em quarto conseguiu assumir a segunda colocação logo no início, e pressionou bastante o português.

Na sequencia estavam Fábio dos Santos, Hector Assunção, Gustavo Henn, Anderson Cidade e Dudu Lima. Os pilotos por várias vezes alternaram as posições até cruzarem a linha de chegada.

 Paulo Alberto até cruzou a linha de chegada à frente, mas no resultado final ficou com a segunda posição. Após a prova o júri analisou imagens e decidiu penalizar o português em 30 segundos por ter saltado em bandeira amarela. Com a penalização, Thales assumiu a primeira posição da prova, Paulo ficou em segundo e Hector em terceiro.

“Eu não larguei muito bem, mas acelerei bastante e consegui assumir boa posição. Pressionei bastante o Paulo e cheguei bem perto dele, mas freiei na bandeira amarela e ele saltou, e abriu um pouco. Mas, de certa forma acabei dando sorte, ele cometeu um erro. Agora é continuar treinando”, destaca Thales.

A segunda bateria da categoria MX2 precisou ser adiada para a próxima Etapa, por questões de segurança dos pilotos.

 MX2 640

Cinco primeiros da bateria:

1º Thales Vilardi

2º Paulo Alberto

3º Hector Assunção

4º Fabio Aparecido dos Santos

5º Eduardo Lima

Classificação do Campeonato:

1º Thales Vilardi (215 pts)

2º Paulo Alberto (211 pts)

3º Hector Assunção (203 pts)

4º Gustavo Pessoa (151 pts)

5º Anderson Cidade (136 pts)

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly