Gaúcho de Velocross fechou a temporada com “Chave de Ouro”

Por André Charão | Fotos por André Charão | 16 de dezembro de 2014 - 21:51

O campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross encerrou a temporada 2014 neste final de semana na cidade de Cacequi, na região central do Rio Grande do Sul.

Largada da categoria Pró

Largada da categoria Pró

Neste ano, além de passar por cidades que frequentemente recebem a competição como Jaguarão e Dom Pedrito, o campeonato teve o retorno das cidades de Dona Francisca, Santana do Livramento e Vera Cruz, afastadas há alguns anos do calendário da competição e o ingresso de Candelária e Cacequi, que se encarregaram de abrir e fechar a temporada 2014.

 A cidade de Cacequi conseguiu superar todas as expectativas que se tem de uma final de campeonato, o comprometimento e o carinho com que os organizadores locais e a Prefeitura Municipal da cidade trataram a etapa foi empolgante, isso fez com que a organização e estrutura apresentada no final de semana fossem dignas do principal campeonato da modalidade do estado.

Dentro da pista os pilotos fizeram bonito na briga pelo título nas dez categorias que ainda estavam em aberto abrilhantando a final do campeonato e levaram muita mais emoção e adrenalina ao grande público que, mesmo com o sol forte e o intenso calor, compareceu no domingo.

Jordan Martini campeão 2014 da categoria VX2

Jordan Martini campeão 2014 da categoria VX2

A decisão mais esperada da final, sem a menor sombra de dúvidas foi a da VX2, onde Jórdan Martini (Santa Maria) e Lucas Basso (Gentil) fizeram um grande duelo durante todo o campeonato. Na largada Mateus Basso (Gentil) saiu na frente, Jordan largou na quarta colocação e Lucas, surpreendentemente, largou em sexto. Na primeira volta Jordan colou no líder e conseguiu a ultrapassagem para delírio dos torcedores de Jordan, que vibravam a cada volta que ele passava na frente do público, na volta seguinte Lucas já era o terceiro colocado. Os irmãos Basso não deixaram Jordan abrir muito espaço, por vezes eles andaram muito próximos, qualquer erro modificaria e muito o campeonato. Na segunda metade da prova Mateus deu lugar ao seu irmão que começou a atacara intensamente Jordan, que controlou muito bem a situação, há duas voltas do final Lucas errou o traçado e saiu da pista, foram segundos preciosos para que Jordan comemorasse e muito o título da VX2. “Estou muito feliz, foi um ano muito complicado, muitas coisas aconteceram na minha vida, muitas delas maravilhosas como o nascimento da minha filha e a agora a conquista do título da VX2, que foi muito valorizado por tudo que consegui fazer junto com o Lucas e o Mateus Basso dentro da pista. Quero agradecer a cada um que torceu por mim, e aos meus patrocinadores, principalmente ao Júlio Balzan da Azzurra que me deu a possibilidade de participar do campeonato com o que há de melhor em matéria de motocicleta, a ele o meu muito obrigado.” – disse Jordan Martini.

Família Martini

Família Martini

Na categoria Intermediária o título já estava definido para Jordan e o vice-campeonato para Felipe Pick (Vera Cruz), mesmo sem participar da etapa após sofrer uma forte queda na disputa da Intermediária VX2

Eloi Jr. vencedor e campeoão da Int. VX2

Eloi Jr. vencedor e campeoão da Int. VX2

Nas demais categorias em aberto os líderes fizeram valer a sua vantagem, com exceção a categoria VX3 Nacional, onde o vice-líder Cézar Silva (Pelotas), que já havia vencido e conquistado o título na VX4 Nacional, venceu também a VX3 Nacional e conquistou o título da categoria e a Júnior, onde o líder Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul) caiu e viu o uruguaio Gonzalo Trindade vencer e faturar o título da categoria, de quebra Franco Oliveira ficou com o vice fazendo a dobradinha uruguaia na categoria.

Cézar Silva vencedor e campeao da VX3 e VX4 Nacional

Cézar Silva vencedor e campeao da VX3 e VX4 Nacional

O título da VXPró estava em aberto, no entanto, tinha endereço certo, Gentil, terra dos irmãos Mateus e Lucas Basso, um dos dois poderia ser o campeão. Na largada Mateus assumiu a ponta da prova com Lucas em segundo, Jordan assumiu a terceira colocação e saiu em busca da vitória, os três ponteiros mantiveram um ritmo forte, no entanto, não conseguiam uma aproximação, que só aconteceu na segunda metade da prova quando a moto de Lucas começou a apresentar problemas, Lucas caiu para a terceira colocação e não forçou para conseguir terminar a prova em terceiro o que garantiu o título de campeão, Mateus ficou com a vitória e o vice-campeonato. “Foi uma no muito especial, consegui conquistar o Brasileiro e o Gaúcho de Velocross, e também pela bela disputa como Jordan e o meu irmão na VX2, com certeza isso trouxe um novo panorama para o campeonato, tentei ao máximo o título na VX2, mas infelizmente não deu, isso faz parte. Agora é descansar e se preparar para 2015.”- disse Lucas Basso, ao encerrar a temporada como campeão da VXPró.

Mateus Basso vencedor da VX Pró

Mateus Basso vencedor da VX Pró

Lucas Basso campeão da VXPró

Lucas Basso campeão da VXPró

A temporada chegou a seu final e já deixa saudades. Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas neste ano e sabendo que ainda há muito para ser feito, a FGM conseguiu recuperar a identidade da principal competição de velocross do Rio Grande do Sul: o Gaúcho de Velocross.

“As competições realizadas pela FGM chegaram ao final neste domingo, no entanto, o trabalho não para, estamos muito entusiasmados com o velocross. Confesso que na primeira gestão deixei a modalidade de lado por conta dos vários compromissos nacionais e do motocross, mas hoje posso dizer que minha família aumentou, pois estou totalmente integrado e voltado para a família do velocross. Estou muito feliz em poder terminar o ano e dizer que a temporada do ano que vem já está com 85% das cidades sedes definidas. A primeira etapa do campeonato acontecerá nos dias 21 e 22 de março na terra dos Campeões Brasileiros de Velocross, Gentil, cidade dos irmãos Lucas, Mateus e Maiara Basso.”- declarou emocionado Paulo Della Flora, presidente da FGM, durante a entrega dos troféus aos campeões do Rinaldi Gaúcho de Velocross 2014.

Confira abaixo o resultado da última etapa e os campeões do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross 2014.

50cc A
1º – Matheus Cunha Melo (Dom Pedrito) – CAMPEÃO
2º – Augusto Wening (Montenegro)
3º – Eduardo Braga (Santa Maria) – Vice-Campeão

Matheus Melo vencedor da 50cc e campeão da 50cc A

Matheus Melo vencedor da 50cc e campeão da 50cc A

50cc B
1º – Erick Bom Reis (Rio Grande) – CAMPEÃO
2º – Roberty Godinho (Nova Prata) – Vice-Campeão

Erick Bom Reis campeão da 50cc B

Erick Bom Reis campeão da 50cc B

65cc
1º – Arthur Barcelos (Capão do Leão) – CAMPEÃO
2º – João Pedro Roncato (Nova Prata) – Vice-Campeão
3º – Erick Bom Reis (Rio Grande)
4º – Eduardo Gomes (Camaquã)
5º – Bruno Rigol (Santa Maria

Arthur Barcelos vencedor e campeõa da 65cc

Arthur Barcelos vencedor e campeõa da 65cc

Júnior
1º – Gonzalo Trindade (Rivera/Uruguai) – CAMPEÃO
2º – Franco Oliveira (Chui) – Vice-Campeão
3º – Michel de Andrade (Dom Pedrito)
4º – Pedro Marchezan (São Borja)
5º – Gabriel Costa (Dom Pedrito)

Gonzalo Trindade campeão da Júnior

Gonzalo Trindade campeão da Júnior

Estreantes 230cc
1º – Gabriel de Oliveira (Sta. Cruz do Sul)
2º – Bruno Braga (Santa Maria)
3º – Rodrigo Zuqueto (São Vicente do Sul)
4º – Gabriel Duarte (Santa Maria)
5º – Diomar da Silva (Santa Maria)
CAMPEÃO – Alfredo Bernardy (Sta Cruz do Sul)
Vice-Campeão – Ricardo Schlosser (Sta Cruz do Sul)

Alfredo Bernardy campeão da 230cc estreantes

Alfredo Bernardy campeão da 230cc estreantes

230cc Pró
1º – Dioy da Costa (Ciriaco) – CAMPEÃO
2º – Douglas Carvalho (Vera Cruz) – Vice-Campeão
3º – Arthur Fockinck (Sta. Cruz do Sul)
4º – Cristhofer Meert (Sta. Cruz do Sul)
5º – André Kessler (Sta. Cruz do Sul)

Joel da Costa vencedor e campeõa da 230cc Pró

Joel da Costa vencedor e campeõa da 230cc Pró

VX4 Nacional
1º – Cézar Silva (Pelotas) – CAMPEÃO
2º – Sandro Meireles (Caçapava do Sul)
3º – Norton Souza (Pelotas)
4º – Luiz Carlos Berger (Montenegro)
5º – Regis Depra (São Vicente do Sul)
Vice-Campeão – Luiz Refatti (Alegrete)

Cézar Silva vencedor e campeao da VX3 e VX4 Nacional (2)

Pódio categoria VX3 e VX4 Nacional

VX3 Nacional
1º – Cézar Silva (Pelotas) – CAMPEÃO
2º – Sandro Meireles (Caçapava do Sul)
3º – Elizandro Costa (Santa Maria)
4º – Norton Souza (Pelotas)
5º – Márcio Alarcon (Montenegro) – Vice-Campeão

Cézar Silva vencedor e campeao da VX3 e VX4 Nacional

Cézar Silva vencedor e campeao da VX3 e VX4 Nacional

Nacional Força Livre
1º – Felipe Deloss (Lajeado) – CAMPEÃO
2º – Dioy da Costa (Ciriaco) – Vice-Campeão
3º – Douglas Carvalho (Vera Cruz)
4º – Márcio Alarcon (Montenegro)
5º – Douglas Cardoso (Santa Maria)

Felipe Deloss vencedor e campeão da FLN  (2)

Felipe Deloss vencedor e campeão da FLN

Intermediária VX2
1º – Eloi Jr. (Santa Maria) – CAMPEÃO
2º – Weslen Gomes (Camaquã) – Vice-Campeão
3º – Fabrício Rosso (Pelotas)
4º – Leonardo Azambuja (Santa Maria)
5º – Franck Trojahn (Formigueiro)

Eloi Jr. vencedor e campeoão da Int. VX2

Eloi Jr. vencedor e campeoão da Int. VX2

Intermediária VX1
1º – Jordan Martini (Santa Maria) – CAMPEÃO
2º – Eloi Jr. (Santa Maria)
3º – Márcio Silveira (São Gabriel)
4º – Leonardo Azambuja (Santa Maria)
5º – Franck Trojahn (Formigueiro)
Vice-Campeão – Felipe Pick (Vera Cruz)

VX4

1º – Giovane Pick (Vera Cruz) – Vice-Campeão
2º – Fernando Sanches (Santa Maria) – CAMPEÃO
3º – Júlio Balzan (Tupanciretã)
4º – Fernando Rigol (Santa Maria)
5º – Jack Pitaluga (Santo Ângelo)

Giovane Pick vencedor da VX4

Giovane Pick vencedor da VX4

VX3
1º – Fernando Sanches (Santa Maria) – Vice-Campeão
2º – Cleomenes Gomes (Camaquã)
3º – Rodrigo Volcan (Pelotas) – CAMPEÃO
4º – Robson Aguiar (Santa Maria)
5º – Márcio Silveira (São Gabriel)

Volcan campeão da VX3

Volcan campeão da VX3

VX2
1º – Jordan Martini (Santa Maria) – CAMPEÃO
2º – Lucas Basso (Gentil) – Vice-Campeão
3º – Mateus Basso (Gentil)
4º – Eloi Jr. (Santa Maria)
5º – Fabrício Rosso (Rio Grande)

VX Pró
1º – Mateus Basso (Gentil) – Vice-Campeão
2º – Jordan Martini (Santa Maria)
3º – Lucas Basso (Gentil) – CAMPEÃO
4º – Eloi Jr. (Santa Maria)
5º – Rodrigo Volcan (Pelotas)

Pódio da categoria VXPró

Pódio da categoria VXPró

O campeonato Gaúcho de Velocross 2014 tem o patrocínio máster da RINALDI, HONDA, IMS, co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, Works Suspensões, Moto Style, Líder MX, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, Mundocross, Zunn Motorcycle e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly