Mateus Kunz – Série Mundocross Avaliando 2014

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 24 de dezembro de 2014 - 23:28

A entrevista de hoje é com um garoto que já em seu primeiro anos nas pistas, já assombrou e levou título no sul do país. O novato mateus kunz, O Alemão de Machadinho/RS para o mundo.

Mundox – Mateus Kunz, para dar uma quebrada no gelo e também para a galera saber um pouco da tua história, conta aí pros leitores do Mundocross como foi o teu início no Motocross.

Mateus Kunz – Tudo começou quando meu pai me levou assistir uma corrida de velocross,tinha 5 anos e fiquei abismado, queria uma moto no mesmo dia. Dois meses depois ganhei minha primeira moto, uma panda 50cc, desde então as motos fazem parte do meu dia-a-dia.
Mundox – No geral, qual a avaliação que você faz das suas participações nos campeonatos que competiu na temporada 2014.
– Foi meu primeiro ano no motocross,antes andava apenas velocross,por isso foi um ano melhor que o esperado, conquistei os títulos de Campeão Copa Ipiranga lubrificantes de Mx Invicto na categoria Estreantes Importada e Campeão Gaúcho de MX na mesma categoria.
Mundox – Você considera que sua pré-temporada para a temporada 2014 foi a ideal para enfrentar as competições deste ano que está se encerrando?

IMG_7716

Mateus Kunz, saltando para a vitória

Mateus Kunz – Não, decidimos andar motocross no final de janeiro, ai comecei a treinar, no início estava difícil para me acostumar com os saltos, mas com o tempo começou a se tornar natural e senti que minha velocidade melhorou bastante.
Mundox – Faça uma avaliação comparando alguma evolução na sua pilotagem, preparação física ou mental de 2013 para 2014.
Mateus Kunz – 2014 evolui bastante principalmente na parte física, que é fundamental no motocross,com isso minha pilotagem também ficou mais segura. A parte mental minha família me ajuda bastante, minha cabeça sempre foi meu ponto forte,para tomar as decisões certas no momento certo.
Mundox – Quais foram seus patrocinadores na temporada 2014, e o que você já tem fechado para a temporada 2015?
Mateus Kunz – Em 2014 meus patrocinadores foram:5am Racing, Borilli Racing, Mcr, Pro Race Suspensões, Mormaii Knee Brace, Moto Style Graficos, Mfk Madeiras, Cattapan Cereais e G2 distribuidora. Em 2015 estamos conversando, mas não tenho nenhum patrocínio fechado.
Mundox – Como você avalia a organização de um modo geral dos campeonatos que você participou na temporada 2014.
Mateus Kunz – Foi tudo bem organizados, claro que sempre tem o que melhorar.
Mundox – Agora a palavra e o espaço são seus.
Mateus Kunz – Muito obrigado a vocês do Mundocross pelo espaço, quero agradecer minha família que me apoia e me acompanha sempre, meus patrocinadores e todos me torcem por mim.

IMG_7922

Mateus a direita junto com Leonardo, amigo de equipe

Perfil do piloto
Nome completo: Mateus Felipe Kunz
Data de nascimento: 13/10/1998
Cidade onde nasceu: Severiano de Almeida-Rs
Cidade onde mora: Machadinho-Rs
Apelido: Alemão
Motos atuais: Ktm 250 Sxf
Principais títulos: Campeão gaúcho de velocross 2010
Campeão paranaense de velocross 2013
Campeão gaúcho de motocross 2014
Ídolo no Motocross Nacional: Milton Chumbinho Becker
Ídolo no Motocross Internacional: James Stewart
Pista de Motocross favorita no Rio grande do Sul: Fagundes Varela
Pista de Motocross favorita no Brasil: Siqueira Campos
Comida favorita: Lasanha
Bebida favorita: suco de abacaxi
Estilo de filme preferido: Comédia
Comida nos dias de corridas: Massa
Bebida nas corridas: água
Lazer preferido: Ficar com a família
Esporte preferido fora o Motocross: Ciclismo
E-mail: [email protected]
Facebook: Mateus Kunz

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly