Leonardo Lizott- Série avaliando 2014

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 01 de janeiro de 2015 - 15:29

Mundox – Leonardo Lizott, para dar uma quebrada no gelo e também para a galera saber um pouco da tua história, conta aí pros leitores do Mundocross como foi o teu início no Motocross.

Leonardo Lizott – Tudo começou em 2002 por incentivo do meu pai que esta no esporte desde os anos 80, é uma paixão de família, sempre tive total incentivo deles, e hoje tudo que fazemos é voltado para o motocross.

IMG_4960

Mundox – No geral, qual a avaliação que você faz das suas participações nos campeonatos que competiu na temporada 2014.

Leonardo Lizott – Foi um ano muito bom, participei do Campeonato Brasileiro de Motocross, no qual não tive o desempenho que esperava, algumas etapas tive ma sorte, foi um campeonato de altos e baixos, e também disputei o Campeonato Gaucho de Motocross, no qual venci 3 das 7 etapas e me consagrei campeão Gaucho na categoria mx2 e vice campeão da mxpro

Mundox – Você considera que sua pré-temporada para a temporada 2014 foi a ideal para enfrentar as competições deste ano que está se encerrando?

Leonardo Lizott – Sim, fizemos um bom trabalho desde os primeiros dias de Janeiro e desde a primeira etapa me sentia preparado para vencer, conseguimos evoluir durante o ano e ter bons resultados.

Mundox – Faça uma avaliação comparando alguma evolução na sua pilotagem, preparação física ou mental de 2013 para 2014.

Leonardo Lizott – Acho que tive uma boa evolução, melhorei algumas coisas nos meus treinos, investi mais em minha parte física e isso ajudou bastante, se você esta bem fisicamente tudo se torna mais fácil, e a evolução acontece mais rápida.

Mundox – Quais foram seus patrocinadores na temporada 2014, e o que você já tem fechado para a temporada 2015?

Leonardo Lizott – Tinha um esquema privado neste ano, e meu patrocinadores foram: BSC, Borilli Racing, IMS, ArtCross, Prefeitura Municipal, GigaMix, M3R, MrPró, Biker, Lider MX, AgroSertão. E para o ano que vem continuarei com o mesmo esquema, e praticamente todos os mesmos patrocinadores.

Mundox – Como você avalia a organização de um modo geral dos campeonatos que você participou na temporada 2014.

Leonardo Lizott – Acho que o Motocross continua muito precário no Brasil, pouco incentivo, pouca visibilidade, e infelizmente a cada ano perdendo mais e mais pilotos, espero mesmo que isso possa mudar, que possamos ter campeonatos organizados, com premiações descentes e ter novamente gate cheio em todas categorias.

Mundox – Agora a palavra e o espaço são seus.

Leonardo Lizott – Muito Obrigado ao site MundoCross pelo espaço e a oportunidade, tenho muito que agradecer a Deus por mais um ótimo ano, ao meus pais, todos meus patrocinadores e todas pessoas que torcem por mim por todo apoio e incentivo!! Feliz ano novo a todos leitores e em 2015 estamos juntos de novo. Grande Abraço

IMG_5046

Perfil do piloto

Nome completo: Leonardo Lizott
Data de nascimento : 09/11/1194
Cidade onde nasceu : Sertão/ RS
Cidade onde mora : Sertão/ RS
Apelido : Lizott
Motos atuais : Kxf 250cc
Principais títulos : Campeão Gaucho de Motocross 85cc, Campeão Gaucho de Motocross Mx2
Ídolo no Motocross Nacional :
Ídolo no Motocross Internacional : Ken Roczen
Pista de Motocross favorita no Brasil : Canelinha – SC
Comida favorita : Churrasco
Bebida favorita : Suco de Laranja
Estilo de filme preferido : Comédia
Comida nos dias de corridas : Massa
Bebida nas corridas : Isotônicos
Lazer preferido : Pedalar
Esporte preferido fora o Motocross :
E-mail : [email protected]
Facebook : Leonardo Lizott

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly