Perto da estreia, Jean Ramos fala dos treinos para o AMA Supercross 2015

Por Geração Racing Yamaha | Foto por Divulgação | 01 de janeiro de 2015 - 21:07
Jean Ramos, 25 anos, está na reta final de preparação para o primeiro desafio da temporada 2015. Ele será o único brasileiro a disputar a abertura do AMA Supercross 2015 (válido como mundial da modalidade), no próximo dia 3 de janeiro, em Anaheim, Califórnia, Estados Unidos.
Jean está nos Estados Unidos desde Dezembro de 2014 e passou as festas de final de ano longe da família se preparando para a abertura em Anaheim.

Jean está nos Estados Unidos desde Dezembro de 2014 e passou as festas de final de ano longe da família se preparando para a abertura em Anaheim.

Esta será a terceira temporada de Ramos na competição. Ele correrá as oito etapas da divisão Oeste na categoria 250 SX levando as cores da bandeira verde-amarela e da Yamaha Grupo Geração, equipe brasileira da qual o atleta fará parte a partir do dia 1º de janeiro de 2015.
Em fase de treinos, ele conta na entrevista a seguir alguns detalhes de sua preparação para a temporada 2015 do maior campeonato do mundo.
Confira abaixo a entrevista de Jean Ramos!
Como tem sido sua rotina nestes dias antes da estreia?
Jean Ramos: Comecei a treinar com moto dia 20. Desde então, vou dois dias para a pista e descanso no terceiro. Choveu alguns dias também, e tem chances de estar molhado em Anaheim no dia da corrida. Estamos nos preparando para tudo. 
 
Como tem sido o contato com a Yamaha YZ 250F nova? 
Jean Ramos: Já me sinto bem com ela. A moto me impressionou bastante, e a cada treino estou mais confiante. É uma muito forte de motor, com freios muito bons também. Já chegamos a um bom ajuste de suspensão e as coisas estão se alinhando. Acho que estarei bem preparado para A1. 
 
Em qual cidade você está morando?
Jean Ramos: Estamos, eu e meu irmão (e mecânico) Juliano, em Corona, na Califórnia (a 30 minutos de carro de Anaheim). 
 
Você treina em qual pista? 
Jean Ramos: Até agora fomos pra Milestone, que fica em Riverside, e Lake Elsinore, onde abriram este ano uma pista de supercross. 
 
Costuma encontrar outros pilotos que disputarão o AMA SX?
Jean Ramos: Ontem (domingo) estavam o (Eli) Tomac, o Josh Hill, já encontramos o Cooper Webb. Todos treinam juntos, misturados, mas cada um faz seu treino. Nós aproveitamos bastante quando eles estão treinando. Dá pra ver como fazem saltos, sequências, como se posicionam na moto. Estes são os melhores treinos. 
 
Você acha que tem chances contra eles?
Jean Ramos: Acho que tenho chances de classificar para as finais. Penso que estou na mesma situação das outras vezes que participei (2012 e 2013), mas acho que agora estou melhor fisicamente e mais tranquilo porque já passei por isso antes. Acredito que lá pela terceira etapa estarei 100%, pois tive pouco contato com a moto até agora. 
 
Como você enxerga a sua categoria, 250 – Costa Oeste, para esta temporada? 
Jean Ramos: Acho que está muito forte porque tem uns 15 pilotos de equipes de fábrica, e por isso os pilotos privados vão brigar bastante por um dos poucos lugares na final. É muito complicado ganhar dos de fábrica. E tem também a volta do Josh Hansen para a 250. A briga vai ser boa!
 
Então, agora é chegar em Anaheim e acelerar…
Jean Ramos: Com certeza. Chegamos lá sábado de manhã, ficamos na fila para estacionar, pegamos a credencial do Juliano, descarregamos tudo, fazemos a vistoria na moto, no capacete, etc, e lá pelas 11h30 damos aquela caminhada na pista, e no início da tarde fazemos o primeiro treino. É tudo muito rápido e sempre nesta rotina. Todas as etapas.
 
Boa sorte!
Jean Ramos: Obrigado. E obrigado também a todos os fãs brasileiros. Sei que estarão torcendo por mim. Vou dar meu máximo para chegar nas finais de todas as etapas e fazer meu melhor resultado. 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly