CBM anuncia mudanças importantes para o Brasileiro de Motocross

Por Comunicação Ativa | 27 de março de 2015 - 16:00

Com o intuito de valorizar ainda mais as categorias que estão começando e os pilotos que um dia já foram grandes campeões a CBM optou por realizar o Campeonato de Motocross em duas situações distintas. 

Neste ano serão realizadas duas competições nacionais de Motocross, o Campeonato Brasileiro de Motocross, para as categorias 50cc, 65cc, MX4 e MXF, e o Campeonato Brasileiro de Motocross Pró, para as classes principais: MX1, MX2, MX3 e Junior.

Até então, o Campeonato Brasileiro de Motocross reunia todas as classes. A partir desta Temporada as categorias 50cc, 65cc, MX4 e MXF irão disputar o título em uma competição independente do Brasileiro Pró. Serão três etapas.

Um dos objetivos da mudança é aumentar o nível de dificuldade das pistas do Brasileiro Pró. O traçado nas temporadas anteriores não exigia o máximo dos pilotos de ponta que competem no Brasil, pois era pensado também para os pequenos pilotos que estão iniciando no esporte.

“Nós queremos profissionalizar o esporte. Temos que incentivar todas as categorias. Mas para que os pilotos tenham um maior crescimento no esporte e cheguem para disputar com estrangeiros de igual, não podemos ter uma mesma pista para a disputa dessas categorias disputarem uma competição”, explica o presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Firmo Alves.

Esse formato de Campeonato foi pensado para beneficiar todas as categorias. As classes principais terão pistas com nível técnico mais elevado e pilotos de categorias como 50cc, 65cc, MX4 e MXF terão um melhor crescimento, pois nos traçados dos estaduais os competidores conseguirão um melhor desempenho, já que com o nível do Brasileiro Pró acabam tendo dificuldade de andar na pista e não obtém o aprendizado esperado nesse intercâmbio com os pilotos mais experientes.

Para o chefe de equipe, Wellington Valadares, a mudança foi acertada. Ele justifica, que a medida vai beneficiar o motocross brasileiro. “Eu acho excelente essa divisão. Acredito que assim é possível fazer um campeonato forte e nossos pilotos conseguirão melhorar tecnicamente”, defende.

Ideia é facilitar a participação dos competidores no Brasileiro de Motocross. As provas para as categorias 50cc, 65cc, MX4 e MXF serão realizadas por algumas Federações Estaduais de Motociclismo. Pensando na economia da maioria dos pilotos Brasileiros, as três etapas serão realizadas em regiões que concentram o maior número de pilotos, para que não tenham que se descolar por grandes distâncias. Os estados são: Rio Grande do Sul, Paraná e Goiás. https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

A mudança vem também para oferecer a oportunidade das categorias MXF e MX4 disputarem o Campeonato em três etapas. Na Temporada passada as classes participaram da briga pelo título em etapa única.

“Para essas categorias será mais viável o Campeonato em três etapas que serão realizas no centro-sul do Brasil. Assim não precisarão fazer um investimento tão alto e poderão cumprir toda a Temporada”, ressalta o presidente da CBM.

A mudança também irá gerar benefício ao evento. Além da maior organização das provas, que terão um número reduzido de categorias, essa nova proposta será fundamental para uma melhor manutenção de pistas. Com intervalos maiores para trabalhar no traçado, os pilotos terão um terreno em melhores condições de acelerarem.

Confira os calendários:

Campeonato Brasileiro de Motocross:

Categorias:  50cc, 65cc, MX4 e MXF

 1ª Etapa  – 10 de Maio-   Venâncio Aires (RS)

 2ª Etapa – 19 de Julho –  Paraná

 3ª Etapa – 06 de Setembro –  Goiás

Campeonato Brasileiro de Motocross Pró

Categorias: MX1, MX2, MX3 e Junior

1ª etapa – 17/05 – Limeira – SP

2ª etapa – 14/06 – Paty do Alferes – RJ

3ª etapa – 12/07 – Canelinha – SC

4ª etapa – 02/08 – Goiânia – GO

5ª etapa – 13/09 – Toledo – PR

6ª etapa – 04/10 – Santa Maria-RS

 Logo CBM Motocross

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly