Lucas Basso e Jordan Martini abrem a temporada 2015 do Gaúcho de Velocross com vitórias

Por André Charão | Foto por André Charão | 30 de Março de 2015 - 13:41

Com vitórias nas principais categorias do campeonato, VX Pró – Lucas Basso (Gentil) –  e VX2 – Jordan Martini (Santa Maria) -, pilotos abrem a temporada dando sequência ao grande duelo que começou em 2014. Além dos dois, Norton Souza (Pelotas), que emplacou duas vitórias (VX3 Nacional e VX4 Naciona), também foi destaque na primeira etapa da competição realizada em Candelária.

Lucas Basso abriu a pontuação da temporada 2015 na liderança.

Lucas Basso abriu a pontuação da temporada 2015 na liderança da VX Pró e mostrou ser um dos favoritos ao título desta temporada.

Foi um final de semana para encher os olhos das mais de três mil pessoas que acompanharam a etapa da abertura do campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2015 na pista do Terra Nova em Candelária onde duzentos e oitenta pilotos vindos dos quatro cantos do Rio Grande do Sul e também do Uruguai e Paraná proporcionaram um super espetáculo na busca pelos primeiros pontos da competição.

A etapa de abertura do campeonato não conseguiu repetir o sucesso do ano passado como superou a expectativa quanto a participação de pilotos, isso se deve, em grande parte, ao excelente nível da temporada passada, onde tivemos etapas com grande número de pilotos e um nível técnico muito bom. Buscando ainda mais o crescimento da competição, a FGM trouxe de vota a categoria VXF (Feminina), que já na primeira etapa contou com mais de dez participantes alinhadas no gate.

largada

Dentro da pista os pilotos provaram porque o Rio Grande do Sul é uma das grandes forças no Brasileiro de Velocross dominando a competição nos últimos anos.

Jordan Martini e os irmãos Lucas e Mateus Basso, prometem repetir as grandes brigas pelas vitórias na temporada, no entanto, a julgar pelos resultados da primeira etapa, alguns pilotos estão se candidatando a entrar nesta briga, entre eles, Eloi Júnior, Felipe Pick (Vera Cruz), Sérgio Marques Moraes (Sta. Cruz do Sul).

Sérgio Marques Moraes (Sta. Cruz do Sul), dono do melhor tempo nos cronometrados, confirmou o favoritismo e venceu a categoria Intermediária VX2, no entanto, teve trabalho no começo da prova para superar Weslen Gomes (Camaquã) que largou na frente, Fernando Dieter (Lajeado) não largou bem mas conseguiu recuperar posições para chegar em segundo.

Sérgio Moraes largou na ponta.

Sérgio Moraes largou na ponta.

Na caategoria VX4 Lauthério Brauch (S. Lourenço do Sul) fez uma grande largada e assumiu a ponta da prova, Fernando Sanches (Sta Maria), que não largou bem, aos poucos foi ganhando terreno para vencer a prova com uma boa vantagem.

Fernando Sanches

Fernando Sanches fez uma prova de recuperação e venceu a abertura.

Na categoria 50cc, divida em A e B, Santiago Leiria (Frederico Westphalem) não deu chances para os concorrentes e venceu a prova (geral) de ponta a ponta, Matheus Melo (Dom Pedrito), atual campeão na 50cc A, venceu a sua categoria.

Matheus Melo

Matheus Melo começou a defender seu título com vitória.

Santiago

Santiago Leiria venceu no geral da 50cc.

Com gate lotado a categoria 230cc Original precisou de três largadas para que Gustavo de Freitas (Barros Cassal) conquistasse a vitória com João Sturm (Passo Fundo) colado na segunda colocação. A categoria foi muito dinâmica com algumas quedas e muitas ultrapassagens o que garantiu emoção do começo ao fim.

Gustavo Freitas

Gustavo Freitas

Entre as categorias Nacionais, Norton Souza (Pelotas) foi o único que conseguiu duas vitórias. Na VX4 Nacional assumiu a ponta na segunda curva e teve uma intensa disputa com Elder Pirolli (Tapejara) na primeira metade da prova conseguindo uma pequena vantagem no final. Na VX3 repetiu o bom assumindo a ponta depois de algumas voltas para vencer. Ivan Pilz (Mato Leitão) barbarizou na prova ao sair na última colocação após uma que da na largada e chegar na terceira colocação bem próximo aos líderes.

Norton

Norton Souza levou duas vitórias para Pelotas.

Depois de vencer a etapa do Brasileiro de Velocross no Paraná, Rodrigo Volcan (Pelotas) entrou confiante para disputar a VX3 e não deu outra, assim que caiu o gate ele assumiu a liderança para vencer a prova de ponta a ponta. Fernando Sanches (Sta. Maria) acompanhou o ritmo do líder mas não o suficiente para tentar a ultrapassagem.

Volcan

Rodrigo Volcan dominou a VX3.

Mickael Teixeira (Capão do Leão) mostrou na primeira prova da temporada que tem tudo para ser campeão. Com um ritmo muito forte, não deu chances para os concorrentes, Santiago Leiria (Frederico Westphalem) e João Pedro Roncato (Nova Prata), travaram uma intensa disputa pela segunda colocação, por várias vezes andaram lado a lado, Santiago conseguiu se defender dos ataques e manteve a segunda colocação.

Mickael mostrou que é um dos favoritos ao título da

Mickael mostrou que é um dos favoritos ao título da 65cc

Jordan Martini começou a temporada na categoria VX2 como terminou a temporada passada, vencendo. Mesmo sem fazer uma boa largada Jordan conseguiu, ao seu estilo (tudo ou nada), vencer a categoria VX2 após uma eletrizante pega com Lucas Basso, os dois só fizeram chover. Além da vitória Jordan cravou o melhor tempo da pista (0:54.386). A disputa da terceira colocação também não ficou devendo nada a ninguém, Eloi Júnior (Sta. Maria) e Mateus Basso (Gentil) disputara a terceira posição durante toda a prova e chegaram praticamente colados para a bandeirada. Eloi foi o terceiro.

Jordan Martini foi um dos protagonistas das batalhas mais emocionantes do final de semana.

Jordan Martini foi um dos protagonistas das batalhas mais emocionantes do final de semana e venceu a VX2.

A volta da categoria Feminina (VXF) contou com a participação de Maiara Basso (Mato Castelhano) como convidada e vencedora da prova. Entre as concorrentes do campeonato a vitória ficou com Paula Schlitter (Vale do Sol), que mostrou um ritmo muito forte. Entre as concorrentes as quatro restantes posições no pódio a briga foi intensa e muito nivelada. A categoria promete muitas emoções para a sequência da temporada.

Maiara Basso, a 'gringa'

No retorno da categoria feminina ao campeonato, a vitória foi Maiara Basso, a ‘gringa’. 

Paula Schlitter trouxe um ritmo intenso a VXF.

Paula Schlitter trouxe um ritmo intenso a VXF.

A categoria 230cc Pró largou com o gate lotado e quem levou vantagem na largada foi Robson Lenz (Arroio do Meio) e Douglas Carvalho (Vera Cruz) que assumiram as duas primeiras posições da prova e mantiver a briga até a bandeirada. Na metade da prova Robson abriu uma pequena vantagem que acabou nas últimas voltas quando Douglas colou na roda traseira do líder. Robson venceu com uma vantagem de menos de um segundo.

Robson Lenz

Robson Lenz teve uma vitória apertada na 230cc Pró.

Eloi Júnior (Sta. Maria) fez valer o favoritismo conquistado durante os treinos cronometrados e, depois de uma intensa briga com Sérgio Marques Moraes (Sta. Cruz do Sul) na primeira metade da prova, venceu a categoria Intermediária VX1 de ponta a ponta.

Eloi Júnior

Eloi Júnior

O vencedor da categoria Nacional Força Livre ficou indefinido assim que o gate caiu, isso porque,  o franco favorito à vitória, Felipe Deloss (Lajeado), com problemas na moto,  ficou para trás na largada, com isso se abriu o leque de opções de possíveis vencedores. Dioy da Costa (Ciriaco) foi que assumiu a ponta e com um ritmo muito forte conquistou a vitória na categoria.

Dioy

Dioy da Costa mostrou um ritmo forte e que vem com tudo nesta temporada.

Quem também fez valer os favoritismo conquistado durante os treinos livres foi Felippe Müller Menuzzi (Dom Pedrito) que assumiu a ponta da categoria Júnior assim que o gate caiu. Com um ritmo mais forte do que nos treinos Menuzzi conseguiu baixar o seu tempo em dois segundo. A vitória não esteve ameaçada em nenhum momento da prova. A briga intensa ficou pela terceira colocação entre João Marcelo (Formigueiro) e Pedro Marchezan (São Borja), durante toda a prova os dois andaram lado a lado. João Marcelo levou vantagem e foi o terceiro colocado.

Menuzzi

Felippe Menuzzi dominou a prova na Júnior e levou o troféu para Dom Pedrito.

A VXPró fechou a primeira etapa do campeonato com vitória de Lucas Basso (Gentil) e uma grande performance de Jordan Martini (Sta. Maria). Na largada Lucas e Mateus Basso assumiram a ponta da prova, Jordan errou e saiu no pelotão intermediário. Enquanto Lucas seguia firme da ponta Jordan acumulava ultrapassagens e depois uma espetacular disputa, que durou duas voltas, com o segundo colocado, Mateus, após ser forçado ao erro por Mateus numa volta, Jordan deu o troco na volta seguinte em Mateus e saiu a caça do líder. Assim que colou em Lucas Jordan viu as chances de vencer ficar pelo caminho quando furou o pneu traseiro. Lucas abriu vantagem para vencer e Jordan ainda perdeu a segunda e terceira colocação.

Largada ll

Confira os cinco primeiros de cada categoria:

Intermediária VX2
1º – Sérgio M. Moraes (Sta. Cruz do Sul)
2º – Fernando Dieter (Lajeado)
3º – Felipe Pick (Vera Cruz)
4º – Willian Mioto (Tapejara)
5º – Júlio Weslling (Eneas Marques/PR)

VX4
1º – Fernando Sanches (Sta. Maria)
2º – Lauthério Brauch (S. Lourenço do Sul)
3º – Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
4º – Maiara Basso (Mato Castelhano)
5º – Elder Pirolli (Tapejara)

50cc A
1º – Matheus Melo (Dom Pedrito)
2º – Augusto Wening (Montenegro)
3º – Eduardo Braga (Sta. Maria)
4º – Victor Weizenmann (Arroio do Meio)
5º – Eduardo Camargo (Frederico Westphalem)

50cc B
1º – Santiago Leiria (Frederico Westphalem)
2º – Felipe Gonçalves (Pelotas)
3º – Roberty Godinho (Nova Prata)
4º – Matheus Almeida (Rio Grande)
5º – Gustavo Maldamer (Igrejinha)

230cc Original
1º – Gustavo Freita (Barros Cassal)
2º – João Sturm (Passo Fundo)
3º – Luciano Granero (Sta. Vitória do Palmar)
4º – Rodrigo Gassen (Vera Cruz)
5º – Felipe Mello (Tapejara)

VX4 Nacional
1º – Norton Souza (Pelotas)
2º – Elder Pirolli (Tapejara)
3º – Everton Marchezan (São Borja)
4º – Marco Farias (Lajeado)
5º – Hernani Bresolin (Piratini)

VX3
1º – Rodrigo Volcan (Pelotas)
2º – Fernando Sanches (Sta. Maria)
3º – Lauthério Brauch (S. Lourenço do Sul)
4º – Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
5º – Clemenes Gomes (Camaquã)

65cc
1º – Mickael Teixeira (Capão do Leão)
2º – Santiago Leiria (Frederico Westphalem)
3º – João Pedro Roncato (Nova Prata)
4º – Bawer Gomes (Rio Grande)
5º – Erick Bom Reis (Rio Grande)

VX3 Nacional
1º – Norton Souza (Pelotas)
2º – Sandro Meirelles (Caçapava do Sul)
3º – Ivan Pilz (Mato Castelhano)
4º – Jocemar Magni (Estrela)
5º – Márcio Alarcon (Montenegro)

VX2
1º – Jordan Martini (Sta. Maria)
2º – Lucas Basso (Gentil)
3º – Eloi Cavalheiro Júnior (Sta Maria
4º – Mateus Basso (Gentil)
5º – Felipe Pick (Vera Cruz)

VXF
1º – Maiara Basso (Matos Castelhano)
2º – Paula Schlitter (Vale do Sol)
3º – Maria Eduarda Dorneles (Caçapava do Sul)
4º – Marina Azevedo (S. Lourenço do Sul)
5º – Priscila Rodrigues (Sta. Maria)

230cc Pró
1º – Robson Lenz (Arroio do Meio)
2º – Douglas Carvalho (Vera Cruz)
3º – Dioy da Costa (Ciriaco)
4º – Arthur Fockinck (Sta. Cruz do Sul)
5º – Gustavo Freitas (Barros Cassal)

Intermediária VX1
1º – Eloi Cavalheiro Júnior (Sta. Maria)
2º – Sérgio M. Moraes (Sta. Cruz do Sul)
3º – Felipe Pick (Vera Cruz)
4º – Willian Miotto (Tapejara)
5º – Weslen Gomes (Camaquã)

Nacional Força Livre
1º – Dioy da Costa (Ciriaco)
2º – Douglas Carvalho (Vera Cruz)
3º – Thiago Gonçalves (Pelotas)
4º – Cristhofer Meert (Sta. Cruz do Sul)
5º – Ivan Pilz (Mato Leitão)

Júnior
1º – Felippe Müller Menuzzi (Dom Pedrito)
2º – Gonzalo Flores (Rivera/Uruguai)
3º – João Marcelo Dellinghausen (Formigueio)
4º – Pedro Marchezan (São Borja)
5º – Jader Martini (Sta. Maria)

VX Pró
1º – Lucas Basso (Gentil)
2º – Mateus Basso (Gentil)
3º – Rodrigo Volcan (Pelotas)
4º – Jordan Martini (Sta. Maria)
5º – Júlio Weslling (Eneas Marques/PR)

A Federação Gaúcha de Motociclismo parte rumo à cidade de Fagundes Varela onde acontece neste próximo final de semana, 04 e 05 de abril,  a 3ª etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross.

O campeonato Gaúcho de Velocross 2015 tem o patrocínio máster da RINALDI, IMS e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, Works Suspensões, Líder MX, Moto Style, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, MundoCross e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly