Mateus Basso e João Pedro Ribeiro superam o barro e vencem o Rinaldi Gaúcho de Motocross em Fagundes Varela

Por André Charão | Fotos por André Charão | 06 de abril de 2015 - 13:08

Mateus Basso (Gentil) vence a segunda consecutiva na MX Pró e dispara na liderança do campeonato. Em seu reencontro com o campeonato, João Pedro Ribeiro (Torres) venceu a MX2 depois de sair na última colocação.

Mateus Basso avança na liderança do campeonato.

Mateus Basso avança na liderança do campeonato.

Já passava algum tempo desde que o campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross não era realizado com chuva, no entanto, a terceira etapa em Fagundes Varela quebrou a sequência de provas sem chuva.  Depois de um sábado com tempo firme e seco, onde foram realizados os treinos livres e cronometrados e a disputa de cinco categorias, o domingo foi de tempo fechado e chuva que deixou a pista muito pesada. A programação do domingo sofreu alterações como o cancelamento do warm up e das categorias 50cc e 65cc, a realização de bateria única na MX Pró e a disputa da primeira categoria do dia a partir das 13h.

Largada MX2

Largada MX2

Mesmo com a chuva e o barro, os pilotos não perderam o ânimo e, mesmo com o fato de alguns terem ficado de fora para preservar suas motoclicletas, a maioria encarou as adversidades da pista.

Com as condições da pista completamente diferentes do sábado, os tempos dos treinos cronometrados não serviram de parâmetros para apontar o vencedor de cada categoria, a superação e a habilidade de superar adversários e o barro definiram os vencedores.

Largada Júnior

Largada Júnior

Na categoria Júnior Bernardo Picoli (Marau) e Felipe Moraes (Marau) largaram na frente. Bruno Schimitz (Três Passos), dono do melhor tempo no cronometrado, mostrou que está em excelente fase técnica e física com ritmo muito forte, apesar do barro, assumiu a liderança e venceu a prova. Joaquim Pereira (Cardona/Uruguai) mostrou bom desempenho no barro e assumiu a segunda colocação.

Bruno Schmitz dispara na liderança.

Bruno Schmitz dispara na liderança do campeonato.

De volta ao campeonato, João Pedro Ribeiro (Torres), protagonizou uma largada inusitada ao errar o traçado e ficar na última colocação na disputa da MX2. Marcelo Mazziero (São Miguel do Oeste/SC) assumiu a ponta com Gabriel Carbonera (Sananduva) em segundo e Enzo Lopes (Lajeado) em terceiro. João Pedro em uma reação espetacular saiu da última para a terceira colocação. Antes da metade da prova a liderança já era de Ribeiro que manteve até a bandeirada da vitória, Carbonera foi o segundo colocado e, com o resultado diminuiu a diferença para Gustavo Roratto (Santa Rosa), líder da categoria e quinto na prova, para apenas um ponto.

João Pedro Riberio

João Pedro Ribeiro

As categorias MX3 e Intermediária MX1 alinharam juntas no gate. Assim que as peças caíram Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) assumiu a liderança da prova com Cristiano Rasia (Três de Maio) em segundo. Marcos Cordeiro (Araranguá/SC) e Luiz Henrique Zottis (Passo Fundo), donos dos melhores tempos cronometrados das categorias MX3 e Intermediária MX1 respectivamente, não fizeram uma boa largada e saíram nas últimas colocações. Cordeiro fez valer toda a sua experiência e na metade da prova assumiu a liderança para vencer e manter os 100% de aproveitamento na MX3, Fabiano Ribeiro se manteve em segundo na geral para garantir a vitória na Intermediária MX1.

Cordeiro

A experiência de Marcos Cordeiro.

Fabiano

Fabiano Ribeiro

Na categoria Intermediária MX2 o piloto da casa, Marcos Marca (Fagundes Varela), assumiu a ponta da prova na largada, Mateus Kunz (Machadinho) e Felipe Tenedini (Porto Alegre) saíram logo atrás, Mateus forçou o ritmo e, mesmo sem adaptação ao novo equipamento conseguiu assumir a ponta e vencer a prova, Tenedini em segundo chegou a encostar no líder, mas com o barro, as chances de tentar a ultrapassagem foram poucas.

Na categoria MX Pró Douglas Parise (Fagundes Varela) levantou a torcida ao assumir a ponta da prova na largada, logo atrás Mateus Basso (Gentil), João Pedro Ribeiro (Torres) e Enzo Lopes (Lajeado) não deixaram o piloto da “casa” abrir vantagem e partiram à caça do líder. Ainda na primeira volta Duda caiu e ficou para trás, com isso Mateus assumiu a ponta, pouco depois João Pedro já era o líder. Duda conseguiu recuperar e assumir a terceira colocação. Quando tudo parecia definido Ribeiro caiu, Mateus e Duda passaram a frente. João Pedro recuperou terreno, mas acabou sofrendo nova queda e ficou longe dos líderes. Duda bem que tentou, mas Mateus soube segurar muito bem a vitória que lhe mantém na liderança do campeonato.

Duda Parise

Duda Parise

Podio MX Pró

Pódio MX Pró em Fagundes Varela

Confira os cinco primeiros das provas de domingo:

JÚNIOR

1º – Bruno Schimitz (Três Passos)
2º – Joaquim Ferreira (Cardona/Uruguai)
3º – Bernardo Picolli (Marau)
4º – Felipe Migliorini (Marau)
5º – Matheus Hernandes (Rio Grande)

MX2

1º – João Pedro Ribeiro (Torres)
2º – Gabriel Carbonera (Sananduva)
3º – Marcelo Mazziero (São Miguel do Oeste)
4º – Enzo Lopes (Lajeado)
5º – Gustavo Roratto (Santa Rosa)

MX3

1º – Marcos Cordeiro (Araranguá/SC)
2º – Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
3º – Danny de Oliveira (Panambi)
4º – Pablo Florin (Cardona/Uruguai)
5º – Mariovaldo Martini (Flores da Cunha)

INTERMDIÁRIA MX1

1º – Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
2º – Cristiano Rasia (Três de Maio)
3º – Danny de Oliveira (Panambi)
4º – Alex Cavalca (Pinheiro Preto/SC)
5º – Maurício Maritan (Passo Fundo)

INTERMEDIÁRIA MX2

1º – Mateus Kunz (Machadinho)
2º – Leo Tenedini (Porto Alegre)
3º – Marcos Marca (Fagundes Varela)
4º – Andrio Sebben (Farroupilha)
5º – Henrique Nicoletti (Ijuí)

MX PRÓ

1º – Mateus Basso (Gentil)
2º – Douglas Parise (Fagundes Varela)
3º – João Pedro Ribeiro (Torres)
4º – Brayan Soares (Massaranduba/SC)
5º – Enzo Lopes (Lajeado)

O campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2015 volta às pistas no dia 26 de abril na cidade de Segredo para disputada da quarta etapa.

O campeonato Gaúcho de Motocross 2015 tem o patrocínio máster da RINALDI, IMS e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, Works Suspensões, Líder MX, Moto Style, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, MundoCross e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly