Pilotos da Rockstar Energy Suzuki World MXGP enfrentam lesões

Por Mariah Morgado | Fotos por Suzuki Racing | 11 de junho de 2015 - 12:19

A equipe Rockstar Energy Suzuki World MXGP estará na nona etapa do Mundial de Motocross 2015 neste final de semana em Maggiora, para o GP da Itália, com sua dupla Clement Desalle e Kevin Strijbos lutando para recuperarem a forma física.

Clement Desalle #25 e Kevin Strijbos #22

Clement Desalle #25 e Kevin Strijbos #22

Desalle viu suas aspirações ao título da temporada escapar com um acidente durante os treinos no GP da França, há duas semanas, que levou a uma luxação parcial e leve do ombro esquerdo. O belga teve que deixar as duas baterias em Villars sous Ecot e desde então vem passando por um processo de reabilitação da articulação e indo ao fisioterapeuta para conseguir competir na Itália. As boas notícias são que Desalle não precisa de cirurgia no ombro, mas o piloto de 26 anos tem passado por apuros para recuperar a força e confiança no tronco, e também se recuperar de uma pancada no joelho direito, para poder considerar correr em Maggiora.

“Estou trabalhando com o fisioterapeuta e também em minha casa para melhorar meu ombro e tem sido um passo de cada vez. Meu joelho também está difícil.” Disse o belga que liderou o campeonato por três etapas.

Desalle lesionou o ombro na França.

Desalle lesionou o ombro na França.

“Clement estava bem dolorido na semana passada, mas ele tem praticado um pouco de mountain-bike e ciclismo o que também tem ido muito bem,” completou o Relações Públicas da equipe, Jo De Munck. “Ele vai fazer uma extensa sessão de treino com a moto nesta quinta feira, que será o maior indicador de sua forma física. Mas no momento, tanto Clement quanto a equipe não vêem razão para ele não conseguir largar na Itália.”

Há 12 meses, Desalle estava no coração de uma intensa batalha por uma vitória em Maggiora. O circuito não tem sido o local mais afortunado para o piloto que sofreu um problema elétrico enquanto estava próximo de uma vitória em 2013 e depois caiu no lado de um salto no ano passado que levou a uma lesão no punho que acabou encerrando sua temporada 2014.

Strijbos perdeu 4 de 8 etapas até agora.

Strijbos perdeu 4 de 8 etapas até agora.

Quem também estará no caminho da recuperação é o parceiro de equipe, Kevin Strijbos. O belga tem descansado e se recuperando de um polegar dolorido, mas nas duas últimas semanas voltou a sua rotina de treinos e competição e venceu a primeira bateria na etapa popular de Kester no Campeonato Belga de MX na semana passada. “No momento, o punho e o polegar estão seguindo na direção correta, mas eu só subi na moto por três vezes. Nós decidimos testar em Kester e as coisas correram bem, então nós vamos para Maggiora e levaremos como treino extra e outro passo em direção a voltar a forma novamente,” disse o belga de 28 anos. “Eu ainda não posso pilotar muito durante a semana porque nós não queremos apressar a lesão antiga, mas eu tenho que dizer que estou ansioso para voltar ao gate de um GP novamente.”

O azarento ex-vice-campeão conquistou uma terceira posição forte em Maggiora em 2014, mas perdeu cinco etapas até agora na temporada 2015, incluindo as duas últimas na Grã Bretanha e na França depois de complicações em seu punho e mão direitos depois da cirurgia.

Coldenhoff e Seewer se enfrentaram na semana passada durante o ADAC Masters Bielstein.

Coldenhoff e Seewer deram um show ao se enfrentarem no final de semana durante o ADAC Masters Bielstein.

Os dois outros integrantes da equipe, Glenn Coldenhoff e Jeremy Seewer, estão em boa forma física, fazendo parte das maiores das disputas entre as dez primeiras posições das etapas até agora. O holandês, novato na categoria principal, e o suíço da MX2 estão começando a melhorar seus resultados, somando pontos para a equipe e estão animados para correr em Maggiora.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly