Foto do dia Mundocross

Por Mariah Morgado | Foto por Talvan Teixeira | 12 de junho de 2015 - 8:00

A abertura do Campeonato Brasil Nordeste de Motocross que aconteceu no último final de semana, em Triunfo, na Paraíba, foi uma prova conturbada para o alagoano Pedro Neto. Atualmente um dos principais pilotos do Nordeste, o piloto da Dinotrilha buscava a liderança da prova atrás de Gustavo Amaral quando a visibilidade ficou dificultada pela poeira e caiu em um buraco, voltando para a corrida na última posição, antes de se recuperar para cruzar a linha de chegada na quinta posição. Com uma largada regular na segunda bateria da MX2, ele estava forte na terceira posição da bateria quando caiu forte nas costelas, bateu em uma pedra e foi obrigado a ir para o pit. Mesmo sentindo muitas dores, Neto voltou para a corrida e conseguiu salvar a sétima posição. Na primeira bateria da categoria MX1, ele passou cerca de 15 minutos na segunda posição quando a exaustão o atingiu e os braços travaram e ele acabou perdendo duas posições. Recuperado para a segunda bateria da MX1, seu gate apresentou problemas e não abaixou a  tempo e ele acabou largando de último. O jovem de 16 anos, fez uma linda prova de recuperação e com 7 minutos de prova já ocupava quarta posição e começava a pressionar o terceiro colocado quando o pneu dianteiro furou e Pedro Neto correu 13 minutos nessas condições, cruzando a linha de chegada na sétima posição. Como sabemos, o Motocross é uma caixinha de surpresa na qual tudo pode acontecer, com dias que tudo corre bem e aqueles dias que as coisas dão errado. O domingo não correu conforme o planejado para Pedro Neto e a equipe Dinotrilha, porém, mesmo com todas as adversidades, o menino prodígio mostrou do que é feito e fez o seu melhor com garra e determinação para tirar o melhor de uma situação complicada. E conseguiu. Parabéns garoto!!!

11355537_711975185580913_289563079_n

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly