3° Enduro de Aracruz será válido pelo Campeonato Brasileiro Feminino

Por Assessoria Enduro de Aracruz | Fotos por Site CBM | 18 de junho de 2015 - 10:23

Novidade em 2015, o Campeonato Brasileiro Feminino de Enduro tem três etapas para mostrar quem é a garota mais rápida do Brasil. A primeira etapa aconteceu em Itupeva, no dia 8 de Março, dia Internacional da Mulher. Agora é a vez de Aracruz ver de perto as garotas acelerando pelas trilhas e especiais da prova. A final está marcada para setembro em Mogi das Cruzes.

Quem se deu melhor na primeira etapa e está na liderança do Campeonato é Janaina Souza, vencedora da prova que aconteceu no Shopping Serra Azul. Na segunda colocação está Tainá Aguiar. As duas já confirmaram presença na prova de Aracruz.

Janaina Souza -Equipe Honda Motofield - Campeã do Enduro da Independência 2014, Bicampeã da Copa EFX Honda de Enduro FIM, Bicampeã da Copa CACC Honda de Cross Country, Campeã da Copa General Motos de Velocross 2013.

Janaina Souza -Equipe Honda Motofield – Campeã do Enduro da Independência 2014, Bicampeã da Copa EFX Honda de Enduro FIM, Bicampeã da Copa CACC Honda de Cross Country, Campeã da Copa General Motos de Velocross 2013.

Quem também confirmou presença e promete entrar na briga é a capixaba Késsia Tristão, que vem de uma vitória no Enduro da Polenta. Vale lembrar que Janaina e Késsia já se enfrentaram, na última edição do Enduro da Independência, com Janaina conquistando a vitória e Késsia ficando na segunda colocação.

Késsia Pires Tristão – Campeã do Ibitipoca Off Road 2014, Vice-campeã do Enduro da Independência 2014 e Campeã do Enduro da Polenta 2015.

Késsia Pires Tristão – Campeã do Ibitipoca Off Road 2014, Vice-campeã do Enduro da Independência 2014 e Campeã do Enduro da Polenta 2015.

Até o ano passado não havia a categoria Feminina e as mulheres tinham que participar do Campeonato disputando junto com os homens. A partir deste ano foi criado o Campeonato Feminino com as disputas só entre elas pra decidir a Campeã Brasileira.

Veja abaixo o que pensam as garotas sobre o campeonato e as suas expectativas para a prova de Aracruz:

“A oportunidade de surgir a primeira campeã brasileira de Enduro certamente é um avanço feminino no esporte. Eu fico muito contente de participar deste feito histórico e acredito que esse passo vai servir de incentivo pra outros grandes acontecimentos relacionados a mulher e ao OFF ROAD no Brasil. 

Participei da primeira etapa do Brasileiro de Enduro Feminino e a prova me marcou por dois acontecimentos. Primeiro porque estava muiiita lama, que certamente não é meu ponto forte. E o segundo é que eu quebrei o pé no início da terceira volta e completei a volta com muita for e muito limitada! Mas com relação a organização foi top, tudo em seu lugar. A grande quantidade de mulheres presentes no evento surpreendeu a todos. Foi inesquecível.

Sobre a prova de Aracruz, ela é extremamente bem falada. Estou ansiosa pra descobrir o que as terras do Espírito Santo escondem. Dizem que o Cross Teste dessa etapa é bem marcante e divertido!

Sou nova nesse mundo do Enduro e pelo pouco que eu vi nestes dois anos, os organizadores estão de parabéns.”

“Não participei da prova de abertura do Campeonato, mas só tenho elogios e agradecimentos aos organizadores das provas que tanto nos incentivam e estimulam a nossa participação.

Ter um campeonato só para nós é maravilhoso. Além de mim, tenho certeza de que isto incentiva a participação de mais mulheres, e dessa forma não precisamos ficar implorando pela abertura da categoria feminina como acontece em outras provas. É gratificante ter esse espaço destinado a nós.

Faço questão de estar em Aracruz, participando e representando nosso estado. As minhas expectativas são as melhores possíveis, principalmente por ser na minha querida terrinha capixaba. Tenho certeza que o Telão e toda a equipe de Aracruz não medirão esforços para que a prova seja um sucesso.”

“É ótimo ter um campeonato só para mulheres, pois a categoria vem evoluindo a cada dia e as mulheres estão se preparando cada vez mais, todas tem capacidade de garantir um bom ritmo de prova, trazendo grandes resultados e aumentando a competitividade do campeonato.

Acredito que o campeonato esta em um ótimo nível e a evolução virá com o tempo e aprendizado que teremos nesse ano, já que será o primeiro ano com a categoria feminina homologada. Isso nos trará bons frutos futuramente.

A primeira prova foi bem técnica, pois devido à chuva o terreno estava bem liso. Fiz uma prova constante, sem erros, e assim venci a geral, que foi válida pela abertura do Brasileiro de FIM feminino.

No ano passado fui a única mulher a participar do Brasileiro de Enduro FIM e Aracruz foi a primeira etapa que participei! Um terreno diferente do que estou acostumada, e com um nível bem alto. Estou ansiosa para acelerar esse ano e sei que evolui bastante com minhas participações no ano passado. Com certeza será mais uma grande etapa, assim como foi ano passado. Os organizadores estão preparando uma ótima prova.”

Programação do 3° Enduro de Aracruz:

Sábado
07h00 – Abertura da praça para recepção das equipes e inscrições
09h35 – Briefing para pilotos e cerimônia de abertura oficial, com execução do Hino Nacional
10h00 – Largada do primeiro piloto (Largam dois pilotos por minuto)
16h30 – Previsão de chegada para o último piloto

Domingo
07h00 – Abertura da Praça
08h00 – Largada do primeiro piloto (Largam dois pilotos por minuto)
16h00 – Previsão de chegada para o último piloto
16h30 – Início da cerimônia de premiação

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly