Etapa Gaúcha do Brasileiro de velocross surpreende pela organização

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 20 de junho de 2015 - 20:42

Cacequi na região central do estado recebeu em 30 e 31 de maio a etapa 3ª etapa do Campeonato Gaúcho e 3ª do Brasileiro de Velocross. Para receber pela 1ª vez a etapa a nível nacional, as secretarias de obras, esporte, saúde e turismo da pequena Cacequi montaram uma grande infraestrutura que não deixou nada a desejar.  Pilotos de vários estados brasileiro e de países vizinhos como Uruguay e Argentina estavam na etapa. A FGM caprichou na organização e promoveu uma etapa impecável. As disputas ocorreram no sábado e domingo.

IMG_4059

Na 50cc, Gabriel Bilhar mostrou no sábado, na etapa apenas para o Gaúcho de VX  porque está numa grande fase e tem vencido diversas provas na temporada. Gabriel venceu a 50cc seguido da fera Augusto Wening com Pietro Piroli e Victor Weizenmann que subiram no pódio da classe A. Pela classe B, Santiago Leiria levou o 1º caneco seguido de Felipe Gonçalves, Roberty Godinho e Gustavo Maldaner.

Também em disputa apenas válida para o estadual, Maiara Basso não deu folga e venceu a VXF sendo seguida de Kamila Rocha e Ana Fietz, ambas chegaram a cinco segundos da “Gringa”. Priscila Rodrigues e Mariana Daltoé também subiram no pódio.

IMG_3796

A intermediária VX2 (Brasileiro)foi a 1ª corrida no domingo também disputada apenas pelo gaúcho e  teve Michel Andrade largando na ponta, mas erra ainda nas voltas iniciais, com isso Sergio Moraes que largou no pelotão da frente assume a liderança na 3ª volta. Sergio aos poucos abre na liderança e Willian Miotto que largou mal, veio em prova de recuperação chegou ao 3º lugar no 3º terço de prova e na reta final ainda teve fôlego para buscar o 2º lugar no pódio. Sergio, Willian, Dione Dias, Michel de Andrade e Franco Rodrigues subiram ao pódio.

IMG_3758

A VX4(Brasileiro) de Lauthério Blauch que largou na ponta mas cai na volta inicial, deu início a competição estadual e com seu erro Fernando Sanches assume a liderança seguido de Maiara Basso, Danny Oliveira, Cesar Silva e Júlio Balzan no pelotão principal. Fernando aos poucos abre vantagem, Maiara cai e Fernando folga mais. As posições ficaram assim do começo ao fim com uma vitória maiúscula de Sanches.

IMG_3821

A VX4 nacional (Brasileiro) teve Sandro Meireles fazendo o hole shote com Danny Oliveira em 2º e Norton de Souza mais atrás. Danny assume a liderança nas voltas iniciais e Sandro perde o foco caído para a 5ª colocação. As alternativas e trocas de posições tanto na liderança como na luta pelo pódio eram intensas. Após algumas trocas, João Francener que largou em 4º, assume a liderança após o erro de Danny. Mais atrás, Márcio Alarcon também lutava pelo pódio e chegou a figurar na 5º posição no meio da prova. João vence a etapa, seguido de Danny. Na 3ª colocação, Norton segurou a posição com Elder Pirolli em 4º e Sandro Meirelles. Os conco do Pódio.

A 230 Original teve Douglas Carvalho. O Dodô largando na frente com Leonardo Azambuja logo atrás e Willian Lenz na 3ª colocação, todos na mesma tocada. Aos poucos Dodô abre vantagem e Willian perde posições na pista. Jonas da Costa, que largou mal subiu de produção e chegou na 3ª colocação de provo. Os três mais Antônio Carlos Paula e Cristhofer Mert  que largou em 4º subiram ao pódio.

IMG_3898

Pela VX3 importada (Brasiliero) Fernado Sanches e Maiara Basso dividiram a curva um. Na volta inicial, Fernando erra e Rodrigo Volcan que largou em 3º assume a liderança Danny Oliveira e Maira ocupam 2º e 3º lugares. Fernando cai para o 10º lugar. Rodrigo sofre pressões a prova inteira de Danny, mas ele consegue segurar a vitória, mesmo andando com a costela quebrada. Danny o 2º, Maiara 3º, Lauthério  Brauch que fez prova de recuperação foi o 4º e Cleomenes Gomes o 5º. Fernando ainda chegou na 8ª colocação na etapa, salvou o que deu.

IMG_3988

A 65cc, válida pelo gaúcho, teve o garoto Mikael da Luz largando na ponta e logo se isolando na liderança. Deixando o duelo pelo 2º posto entre João Pedro Roncato e Santiago Leiria muito quente. Os dois trocam de posição no meio da corrida, assim como Bawer Gomes que assumiu o lugar de Léo Jr. Conte e chegou na 4ª posição. Léo perdeu o foco e chegou em 6º. Felipe Abreu foi o 5º.

IMG_3998

Voltando ao Brasileiro, a VX3 nacional teve Luiz Refatti fazendo o hole shote e levando a quadriculada ao vencer de ponta a ponta. João Francener buscou a 2ª colocação no pódio sendo seguido de Anderson Guasso, Danny “pulmão de ouro” Oliveira e Jocemar Magni completando o pódio da categoria.

IMG_4039

A etapa do Brasileiro e Gaúcho de velocross da categoria 230cc é uma das mais parelhas, entre o 1º e o 5º lugar, apenas cinco segundo separam os pilotos. O líder Jackson Keil largou na frente, e foi pressionado por Edmilson Farias nas voltas iniciais. Edmilson quebra e abandona a disputa na 7º volta. Com isso Eduardo Leobet assume a vice-liderança, seguido de Gustavo Freitas, Jonas Costa e Volnei Fonseca que fez ultrapassagens interessantes para chegar ao pódio.

As disputas começavam a esquentar cada vez mais e a VX2 importada (Brasileiro) entrava na pista com vários pilotos da nata nacional. Acostumado a pressão e a vencer, Lucas Basso largou melhor mas era pressionado por Rodrigo Taborda que colava roda com roda. A fera Jackson Keil vinha em 3º com Admilton Farias em 4º e o piloto Eloi Cavalheiro jr. Uma surpresa negativa foi a fera Jordan Martini largando mal em 8º numa disputa em que ele seria um dos atores principais. Lucas acelera e administra a boa largada até a vitória. Taborda confirma o 2º lugar com Jackson em 3º. Mateus Basso que fez prova de recuperação  e duelou com Jordan por muitas voltas, inclusive trocando 3 vezes de posição, foi o 4º colocado assim como Jordan que ainda busco a 5ª peça do pódio.

IMG_4132

A seguir entrou na pista de mais de mil metros em Cacequi a 230 Pró com Eduardo Leobet largando na ponta seguido de, Mateus Munari, Dioy da Costa e Douglas Carvalho e mais atrás Gustavo Freitas. Com 3 voltas percorridas, Douglas assume a 3º posição e faltando poucas voltas para a chegada, ainda busca a 2º posição, mas não teve tempo de atacar o líder Eduardo que vence de ponta a ponta. Douglas Mateus, Dioy e Emerson Rafael que fez prova de recuperação também subiram no pódio.

IMG_4160

Júlio Wessling fez uma largada perfeita na Intermediária VX1, seguido de Átila Lanz, Sérgio Moraes, Eloi Cavalheiro e Júlio Balzan formando o principal pelotão. Júlio Wessling “Não larga o osso” e vence de ponta a ponta. Eloi buscou posições chegando em 2º, Sérgio se manteve sempre no pelotão da frente. Já Willian Miotto buscou recuperação e chegou em 4º. Sammy Ibanêns também fez prova de recuperação e subiu em 5º no pódio.

Jackson Keil estava realmente em tarde inspirada. O piloto também venceu a Força Livre (Brasileiro) superando a fera Felipe Deloss . Eduardo Leobet também foi bem ficando em 3º na etapa do brasileiro. Completando os cinco a subirem no pódio viram Admilton Farias e Marcos Wudarski.

IMG_4270

Pela categoria Júnior, Felipe Menuzzi largou na ponta e venceu a prova sem muita dificuldade. Arthur Barcelos chegou em 2º com João Dellinghausen, Pedro Marchezan e Gabriel Costa completando o pódio.

A categoria VX1 (Brasileiro)  teve um dos maiores pegas da tarde. Lucas Basso largou na frente com seu irmão Mateus em 2º e Rodrigo Taborda na 2ª posição. Jackson Keil vinha acelerando forte na 4ª posição com Júlio Weesling e Eloi Cavalheiro mais atrás duelando por lugares no pódio. Mateus segurava Taborda enquanto que Lucas abria boa vantagem nas 3 voltas iniciais. Mas Taborda foi corajoso, colocou no lado e na curva do meio assumiu a vice – liderança. Mais atrás Jackson também subia de produção e encostava em Mateus que segurou a 3ª posição. Lucas venceu a etapa com Taborda, Mateus, Jackson e Júlio nas cinco primeiras posições da principal categoria.

 IMG_4102

A próxima etapa do Gaúcho ocorre em 20 e 21 de junho em São Lourenço, na zona Sul. A etapa do Brasileiro acontece em 25 e 26 de julho em Agrolândia no estado de Santa Catarina.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly