Etapa emocionante da Copa Caxias/Resgate Sul de Motocross na ASCAVE

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 25 de junho de 2015 - 2:22

As chuvas da semana e do sábado, que deixaram a pista embarreada, não foram suficientes para a turma da ASCAVE e do promotor do evento Eduardo “Salsichão” desistirem da realização da 2ª etapa da Copa Caxias/Resgate Sul de Motocross em Caxias do Sul/RS. O sol aparece a partir das 9 da manhã e com ele mais de 90 pilotos participaram da etapa. Veja como foram os duelos e quem lidera cada categoria.

IMG_5370

A Importada Estreante deu início às provas que começaram na 1ª hora da tarde. Dênis Citon largou na frente, mas não conseguiu terminar a prova. Quem se deu bem e levou o caneco de 1º lugar, foi Márcio Palandi que largou em 4º na curva um. Daniel Dalmas subiu em 2º no pódio com Cesar Debastiani em 3º. Luciano Gonçalves e Silvano Rech completaram o pódio. Elierbe Benatto até que fez uma boa largada, teve um acidente de percurso com um torrão no olho que prejudicou a tocada, ele somou apenas 12 pontos na prova. Palandi é líder da Estreantes com 47 pontos.

IMG_5311

Largada da categoria Estreantes, Palandi #111 vence e lidera

Em seguida a 50cc e a 65cc entraram na pista Leonardo Chaves da 65cc largou na ponta e venceu de ponta a ponta seguido de Thiago Santin que caiu na largada, mas buscou a recuperação. Gustavo Carneiro chegou em 3º. Na 50cc, Santin que teve inscrição nas duas categorias, chegou em 1º na 50cc seguido de Rafael Luvison. O líder da 50 cc e da 65 cc é Thiago Santin.

IMG_5347

Thiago Santin líder na 50 e na 65cc

 A Nacional Estreante entrou na pista e Francis Kremer largou na ponta, seguido de Cristian Girardi e Vinícius de Oliveira com Daniel Koehler e Samuel Chagas completando o pelotão principal. Francis venceu de ponta a ponta. As demais posições também não se alteraram. Francis é líder com 2 vitórias com 50 pontos.

IMG_5360

Francis Kremer lidera a Nacional Estreantes

A Intermediária MX2 teve um convidado especial que veio de Santa Catarina, Cássio Anacleto que fez o hole shote seguido de perto por Marcelo Galiotto largando colado. Tainan Donida, Márcio Palandi e Silvano Rech, “O Click” formando o pelotão inicial. Cássio e Marcelo abrem em duelo particular. Cássio vence a etapa com Marcelo chegando em cima. As demais posições também se mantiveram inalterados. Com 42 pontos Tainan lidera a Intermediária MX2.

IMG_5545

Tainan é Líder na Intermediária MX2

Djalma Salvador fez O hole shote da Intermediária Importada MX1. Mas na volta inicial quem aparece em 1º foi Fabiano dos Santos seguido de Leonardo Limberger e Djalma caindo para o 3º posto. Mais atrás aparece Juner Rochembach e Deivid Chies os cinco na largada. Leonardo pressiona, chega a colocar lado a lado, mas Fabiano segura a liderança até a quadriculada. Leonardo chegou em seguida e Deivid que andou rápido ultrapassou dois e chegou em 3º. O 4º na prova foi Djalma e Juner o 5º no pódio. O líder é Deivid com 45 pontos.

IMG_5432

Fabiano dos santos venceu a prova da Intermediária MX1, usando a máquina de Eduardo Salsichão.

Na bateria da MX4, também entrou a MX35 Nacional e Importada 2 tempos. Glaucio Lemos largou na ponta na geral, mas errou na tomada da curva um, perdendo a liderança. Com isso Elierbe Benatto com sua 2 tempos assume a liderança. Benatto não vacila e vence na geral a bateria.

IMG_5481

Eli Benatto vence e lidera a categoria de motos 2 tempos

Na MX4, Alexis Pozza, O Cabeça assume o 1º lugar da categoria no começo da prova após ultrapassar Elton Rokenbach. Pozza chega em 1º na MX4 com Fabiano Demor, O Azul que largara em 5º e buscou a posição. Glácio foi 3º com Jeferson Knorst em 4º e Elton na 5ª peça do pódio. O piloto melhor colocado na 35 nacional foi Cristiano Girardi. Gláucio lidera com 45.

IMG_5327

Alexis Pozza O cabeça, vencedor da MX4

Por sua vez a MX1 teve Leonardo Limberger largou na frente com Marcos Cordeiro em seu encalço. Mais atrás Djalma “Free Style” Salvador, Juner Rochembach e Felipe “Chapolin” Motolo completando os primeiros da corrida da MX1.  Cordeiro se aproximou de Leonardo que segurou por 4 voltas até que Cordeiro deu o bote para ultrapassar, abrir vantagem em vencer a disputa. Leonardo chegou em 2º com Djalma permanecendo em 3º, Juner se manteve em 4º e Jean Marcon que buscou a 5ª colocação. Chapolin, que volta às pistas e ainda está com pouco ritmo de pista, somou 12 pontos na etapa. Djalma tem 40 pontos na liderança da categoria.

IMG_5511

Leonardo largo na ponta mas chegou em 2º na MX1

A categoria Júnior, para pilotos com idade até 13 anos e motos até 130cc teve a vitória de Caetano dos Santos e  seu conterrâneo de Caxias Leonardo Chaves em 2º. Com 40 pontos, Leonardo lidera a Júnior.

IMG_5342

Leonardo Lidera a Júnior

A MX2 traz às pistas novamente o duelo entre Cássio Anacleto de São João/SC e Marcelo Galiotto de Flores da Cunha/RS. Cássio faz novamente o Hole shote seguido de Marcelo. Eder Thalhaeimer, “O Leiteiro”, Tainan Donida e Márcio Palandi completando o primeiro pelotão. Mais uma vitória de Cássio e foi novamente de ponta a ponta. Marcelo que andou próximo de Cássio ficou em 2º. Assim como a luta pela vitória não teve alteração, as demais posições não mudaram do começo ao fim. Com o resultado, Marcelo soma 47 pontos na liderança da MX2.

IMG_5546

Cássio da São João/SC vencedor da MX2

A 230cc trouxe Rodrigo Malmann, “O Malminha” largando melhor e vencendo de ponta a ponta. Francis Kremer pressionou, mas não conseguiu a ultrapassagem chegando em 2º. O Pódio ainda teve Jucemar de Almeida, Vinícius de Oliveira e Rafael Pereira, “O Rafa Loco”. Posições do começo ao fim da prova. Malminha está imbatível na 230cc com 2 vitórias somando 50 pontos.

IMG_5568

Malminha venceu a 230 de ponta a ponta, é líder da competição

A MX3 veio em seguida com Marcos Cordeiro largando na frente seguido de Djalma Salvador, Fábio Imperatore, Claudemir Sandi e Juner Rochembach no 1º pelotão. Claudemir impõe pressão e ultrapassa Djalma no meio da bateria para assumir a vice- liderança da competição. Cordeiro abre muito e vence a prova com facilidade. Claudemir que continua líder da competição finaliza em 2º atrás apenas de Cordeiro. Imperatore foi 3º seguido de Daniel Bortolossi e Jean Marcon, que buscaram recuperação. Claudemir se isolou na liderança com 42 pontos.

IMG_5534

Cordeiro levou o caneco da MX3

A nacional Força Livre foi a penúltima bateria da tarde e novamente com Rodrigo Malminha largando em 1º. Malminha venceu de ponta a ponta e com isso chegou a 43 pontos assumindo assim a liderança da categoria. Francis Kremer chegou em 2º na etapa, já Jucemar Almeida chegou em 3º e ficou com a vice – liderança do campeonato. Rafael Pereira e Vinícius Oliveira também subiram no pódio.

IMG_5587

Jucemar Vice-líder na Força Livre nacional com 42 pontos

A bateria final da etapa foi a Importada Força Livre, seria uma espécie tira teima entre os melhores das importadas. Fabiano dos Santos largou melhor, agora com Marcelo Galiotto em 2º em um duelo intenso. Cássio não veio e Fabiano e Marcelo trataram de dar o show para a galera. Numa grande tocada que durou até a penúltima volta quando Marcelo ultrapassou Fabiano, segurou a pressão das duas voltas finais para vencer a Força Livre. Fabiano foi 2º seguido de Djalma Salvador e Felipe Motolo. Marcelo soma 50 pontos e lidera a competição.

IMG_5549

Marcelo Galiotto levou sua Yamaha a vitória na Força Livre importada

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly