Mateus Basso e Gustavo Roratto vencem as principais categorias em Três de Maio

Por André Charão | Fotos por André Charão | 10 de agosto de 2015 - 20:52

Três meses depois de ter começado, a etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross de Três de Maio, enfim, foi finalizada neste final de semana.

Em um final de semana de muito vento, sol e calor pilotos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Uruguai encararam as disputas válidas pela quinta etapa da competição. O evento foi realizado na pista do Parque de Exposições da cidade. O público compareceu em número expressivo já no sábado e acompanhou a realização de três categorias.

Gustavo Roratto- foto: Silvio Bilhar

Gustavo Roratto- foto: Silvio Bilhar

A comunidade de Três de Maio provou mais uma vez que é apaixonada pelo MotoCross e que a ligação com o Gaúcho de Motocross não se restringe apenas a uma data. O grupo Trilheiros 66, organizador local do evento, mais uma vez deu um grande exemplo de organização e trabalho em equipe. Todos abraçaram o Rinaldi Gaúcho de Motocross e, o que se viu no domingo foi um público tão numeroso quanto o da etapa do mês de maio, onde ocorre a feira do município.

A etapa foi marcada por grandes pegas, principalmente nas categorias Júnior, Intermediária MX2, MX2 e MXPró.

Mateus Basso

Mateus Basso

Vitória uruguaia na Júnior
Favorito a vitória na etapa de Três de Maio, Bruno Schimitz (Três Passos), alinhou no gate em busca da sua quinta vitória e garantir os 100% de aproveitamento. Na primeira curva após a largada uma queda deu um novo panorama a prova. Bruno e Gabriel Andrigo (Marau) se enroscaram e acabaram ficando para trás. Joaquin Ferreira (Cardona/Uruguai), Felipe Moraes (Marau) e Felipe Migliorini (Marau) assumiram as três primeiras colocações. Algumas voltas depois Migliorini assumiu a segunda colocação e colou no líder. Bruno Schimitz em franca recuperação diminuiu a diferença e encostou assumindo a terceira colocação. Nas ultimas voltas Migliorini que tentou de assumir a liderança durante quase toda a prova deicou a moto apagar e Bruno pulou para segundo. As duas últimas voltas foram de tirar o fôlego, mesmo com toda a pressão Joaquin conseguiu manter a ponta da prova até a bandeirada e cravar a sua primeira vitória no campeonato. Bruno foi o segundo, Migliorini o terceiro, Felipe Moraes o quarto e Gabriel Andrigo o quinto.

Joaquin

Joaquin

Santiago Leiria e Gabriel Bilhar vencem na 50cc
Como aconteceu nos dois treinos, Santiago Leiria (Frederico Westphalem) e Rafael Becker (Itapiranga/SC) foram os protagonistas da categoria 50cc. Na largada os dois saíram na frente. Rafael assumiu a ponta na largada e Santiago veio logo atrás, os dois abriram uma grande vantagem nas primeiras curvas. Depois de algumas voltas Rafael ficou preso a um retardatário caído e perdeu a liderança da prova para Leiria. Rafael ainda tentou, mas não teve tempo de tentar recuperar a posição. No final excelente vitória de Santiago, Rafel Becker foi o segundo, Garmichel Giehl (Dois Irmãos) o terceiro, Bruno Chavier (Chapecó/SC) o quarto e Guilherme Bresolin (Parobé) o quinto. Na categoria 50cc A a vitória foi de Gabriel Bilhar (Guaporé), Pietro Pirolli (Tapejara) o segundo, Guilherme Moraes (Marau) o terceiro, Matheus Kappel (Marau) o quarto e Eduardo Camargo (Frederico Westphalem)  o quinto colocado.

Gabriel Bilhar

Gabriel Bilhar

Santiago

Santiago

Gustavo Roratto vence e assume liderança da MX2
Em uma prova bastante movimentada Gustavo Roratto (Santa Rosa) conseguiu a sua terceira vitória na categoria e assumiu a liderança da classificação da categoria. Na largada Mateus Basso (Gentil) e Mateus Kunz (Machadinho) assumiram as duas primeira posições. Menos de três voltas depois Gustavo Roratto, que não fez uma boa largada, assumiu a segunda colocação e tratou de colocar em Mateus para tentar assumir a ponta. A pressão de Roratto foi grande e surtiu efeito na segunda metade da prova Mateus acabou errando e perdendo a liderança. Leonardo Dambrós (Gentil), Lucas Basso (Gentil) e Mateus Kunz, que conseguiu voltar ao primeiro pelotão após um erro nas primeiras voltas, fizeram uma disputa sensacional pela terceira colocação. No final vitória de Roratto, que assumiu a liderança do campeonato, Mateus em segundo, Dambrós em terceiro, Lucas Basso em quarto e Mateus Kunz em quinto.

Cristiano Rasia vence a Intermediária MX1

O piloto da casa Cristiano Rasia (Três de Maio) contou com a presença da sua torcida para garantir a vitória na Intermediária MX1. Na largada Rasia se espremeu para sair em vantagem do seu concorrente direto ao título, Henrique Zottis (Passo Fundo). Os dois assumiram as duas primeiras posições e logo nas primeiras voltas abriram uma grande vantagem para os demais concorrentes. Acostumado com o traçado da pista Rasia abriu uma boa vantagem e começou a administrar o resultado da prova que foi encerrada com bandeira vermelha na nona volta. Rasia foi o vencedor com Zottis em segundo, Danny de Oliveira (Panambi) em terceiro, Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) em quarto e Gustavo Visoto (Carazinho) em quinto.

Cristiana Rasia

Cristiana Rasia

Vitória de Pablo Florin na MX3
Campeão da categoria no ano passado, o uruguaio Pablo Florin (Cardona)subiu pela primeira vez nesta temporada no ponto mais alto do pódio. Na largada Florin e Maiara Basso (Gentil), assumiram as duas primeiras posições, Marcos Cordeiro (Araranguá/SC), líder do campeonato com 100% de aproveitamento largou em terceiro e nas primeiras curvas assumiu a segunda colocação e colou no líder. A briga pela liderança da prova prometia muita emoção até que na segunda volta Cordeiro sofreu uam quedda e perdeu muito tempo para voltar a pista, com isso, Florin pode administrar até o final para vencer de ponta a ponta. Fabiano Ribeiro foi o segundo, Gustavo Visoto (Carazinho) o terceiro, Fabiano Kubaski (Giruá) o quarto e Danny de Oliveira (Panambi) o quinto colocado.

Pablo Florin

Pablo Florin

Vitória de Leonardo Dambrós na Intermediária MX2
A categoria Intermediária MX2 foi uma das mais disputadas do dia. O primeiro pelotão deu um verdadeiro show para o público. Mesmo fazendo uma bela largada e assumindo a ponta, Leonardo Dambrós (Gentil) não teve vida fácil. Vanderlei da Silva (Três Passos), Andrio Sebben (Farroupilha) e Mateus Kunz (Machadinho), que após deixar a moto apagar quando lutava pela terceira colocação, fez a volta mais rápida e encostou novamente no primeiro pelotão. Dambrós suportu muito bem a pressão e venceu a prova de ponta a ponta. Sebben foi o segundo, Vanderlei terceiro, Mateus o quarto colocado e Henrique Nicoletti (Ijuí) o quinto colocado.

Leonardo Dambrós

Leonardo Dambrós

Gabriel Andrigo fatura a 65cc de ponta a ponta
O vencedor da categoria 65cc foi definido assim que o gate caiu. Gabriel Andrigo (Marau) assumiu a liderança da prova e não teve dificuldades para vencer de ponta a ponta. As quatro posições restantes do pódio também foram definidas nas primeiras voltas. Pedro Moraes (Marau) foi o segundo colocado, Henrique Henicka (Lajeado) o terceiro, Rafael Becker (Itapiranga/SC) o quarto e Garmichel Giehl (Dois Irmãos) o quinto colocado.

Gabriel Andrigo

Gabriel Andrigo

Mateus Basso vence e mantém liderança da MXPró
A categoria MX Pró teve duas baterias sensacionais. Na primeira bateria Henrique Zottis (Passo Fundo) assumiu a ponta, ainda na primeira volta Duda Parise (Fagundes Varela) fez a ultrapassagem e assumiu a liderança da prova. As três primeiras voltas foram muito intensas, Cale Florin (Cardona/Uruguai), atual campeão da categoria caiu quando estava em terceiro lugar, Mateus Basso (Gentil) assumiu a segunda colocação e Gustavo Roratto (Santa Rosa), que não fez uma boa largada assumiu a terceira colocação. A partir daí Roratto foi a pedra no sapato de Mateus, o piloto fez de tudo para que o Mateus cometesse um erro. Enquanto Duda abria uma excelente vantagem na ponta Roratto assumiu a segunda colocação, mas não teve tempo para tentar atacar o líder. No final vitória de Duda com Roratto em segundo, Mateus em terceiro, Cale Florin (Cardona/Uruguai) em quarto e Pablo Florin (Cardona/Uruguai) em quinto.

Na segunda bateria Mateus Basso enrolou o cabo e assumiu a ponta, Cale Florin foi a sombra de Mateus na primeira metade da prova. Duda Parise largou um pouco atrás e aos poucos colou nos líderes. Os três primeiros andaram muito próximos durantes algumas voltas até que Duda forçou e assumiu a segunda colocação. A partir daí a pressão em cima de Mateus foi intensa, as duas últimas voltas foram de tirar o fôlego. Duda queria a vitória de qualquer jeito,  atacou, mudou o traçado, fez de tudo para tentar a ultrapassagem, na última curva, na última tentativa, a moto apagou, de uma só vê Duda viu Mateus vencer a segunda bateria e vencer a etapa. Cale foi o segundo, Duda o terceiro, Gustavo Roratto o quarto e Lucas Basso o quinto. Na soma das duas baterias Mateus Basso foi o primeiro, Duda Parise o segundo, Cale Florin o terceiro, Gustavo Roratto o quarto e Lucas Basso o quinto.

Pódio MX Pró

Pódio MX Pró

O campeonato Gaúcho de Motocross 2015 tem o patrocínio máster da RINALDI, IMS e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, Works Suspensões, Líder MX, M3 Parts,  Moto Style, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, MundoCross e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly