AMA Motocross 2015 – 11ª etapa – Utah

Por Mariah Morgado | Fotos por Simon Cudby | 16 de agosto de 2015 - 18:19

Quem acompanhou a etapa de Unadilla no sábado passado, sabia que Ryan Dungey tinha grandes chances de faturar o título da temporada ontem em Utah e ainda na primeira bateria, se vencesse. E ele conseguiu. O queridinho da América está em ótima fase da carreira e depois de conquistar o título do AMA Supercross na categoria principal, conquistou seu quarto título do campeonato e terceiro na categoria 450MX, vencendo a primeira bateria. Querendo colocar os acentos na palavra perfeição, ele ainda venceu a segunda bateria e repetindo sua ação no SX, ele disse que vai sim disputar a final em Indiana e que quer vencer. Enquanto isso, a segunda posição ainda está em disputa com Justin Barcia com apenas cinco pontos de vantagem sobre Ken Roczen e os dois vão levar a disputa até os últimos segundos da final. A situação da categoria 250MX é um pouco mais complicada, a 11ª etapa começou com uma diferença de apenas dois pontos entre o líder Jeremy Martin e Marvin Musquin, e a tensão era grande. Se algo drástico acontecesse ontem, poderia ser o fim do campeonato para os dois.

Dungey é tricampeão 450MX do AMA Motocross.

Dungey é tricampeão 450MX do AMA Motocross.

Moto 1 da categoria 450MX

Quando Justin Barcia fez o holeshot seguido por Ken Roczen e Ryan Dungey não foi surpresa. Parecia que seria uma disputa pesada, mas Roczen assumiu a liderança ainda na primeira volta e se afastou para algumas voltas depois ser acompanhado por Dungey e os dois deixaram Barcia para trás. Em segundo, Dungey já estava em posição de conquistar o título, mas isso não o impediu de acelerar e arrancar gritos do público presente quando os dois trocaram de posições por diversas vezes, até que o líder fez a ultrapassagem e tirou a primeira posição do alemão, levando o troféu 2015 na primeira bateria.

107547_cu1_9908

Atrás da disputa alucinante, Broc Tickle, que andou meio sumido do pódio e das primeiras posições, fez uma corrida brilhante e conseguiu alcançar Barcia, assumindo a terceira posição. Blake Baggett também estava voando baixo e terminou na quarta posição e bem próximo de Tickle, se tivesse mais algumas voltas os dois seriam protagonistas de uma bela disputa.

Tickle e Roczen

Tickle e Roczen

Jason Anderson, Trey Canard, Christophe Pourcel e Justin Bogle travaram a batalha mais acirrada do dia pela quinta posição, até que terminou com Anderson errando em umas canaletas e batendo na roda dianteira de Bogle, levando-o a cair. Weston Peick caiu e foi severo o suficiente para tira-lo da corrida sentado no carro de remoção da equipe médica.

Resultados da Moto 1 da 450MX em Utah

1- Ryan Dungey

2- Ken Roczen

3- Broc Tickle

4- Blake Baggett

5- Justin Barcia

6- Jason Anderson

7- Trey Canard

8- Josh Grant

9- Christophe Pourcel

10- Dean Wilson

Moto 2 da categoria 450MX

Phil Nicoletti faturou o holeshot da última bateria do dia, mas foi ultrapassado rapidamente por Roczen, Dungey e Barcia. A batalha entre os trio não chegou a acontecer e os três acabaram se distanciando até que Dungey acelerou o ritmo, alcançou Roczen e começou a pressioná-lo. Um pequeno erro, fez com que o campeão saísse da pista brevemente, mas não demorou para ele encostar novamente no alemão. Os dois brigaram bravamente por várias voltas, até que Roczen errou e deixou Dungey assumir a frente e desaparecer, conquistando mais uma dobradinha na primeira posição.

Dungey

Dungey

107549_cu1_9895

Dean Wilson mostrou um flash do antigo Wilson quando segurou a quarta posição sozinho por boa parte da corrida até começar a sentir um pouco o tempo longe das pistas sendo passado primeiro por Baggett e depois Canard. Parecia que Tickle, que fez uma corrida de recuperação, seria o próximo, mas Wilson encontrou um pouco de gás e ultrapassou Canard pela quinta posição.

Resultados da Moto 2 da 450MX em Utah

1- Ryan Dungey

2- Ken Roczen

3- Justin Barcia

4- Blake Baggett

5- Dean Wilson

6- Trey Canard

7- Broc Tickle

8- Josh Grant

9- Christophe Pourcel

10- Phil Nicoletti

Resultados do Overall da 450MX em Utah

1- Ryan Dungey

2- Ken Roczen

3- Justin Barcia

4- Blake Baggett

5- Broc Tickle

6- Trey Canard

7- Dean Wilson

8- Josh Grant

9- Christophe Pourcel

10- Phil Nicoletti

Classificação da 450MX do AMA Motocross 2015 após 11 etapas

1- Ryan Dungey – 500 pontos

2- Justin Barcia – 407

3- Ken Roczen – 402

4- Blake Baggett – 333

5- Christophe Pourcel – 291

6- Broc Tickle – 287

7- Jason Anderson – 283

8- Phil Nicoletti – 229

9- Weston Peick – 223

10- Fredrik Noren – 206 pontos

Pódio da 450MX em Utah

Pódio da 450MX em Utah

Moto 1 da categoria 250MX

Com certeza a bateria mais louca da etapa. Jordon Smith fez o holeshot e Jeremy Martin fez uma péssima largada, largando quase de último. Um acidente na primeira curva envolvendo Joey Savatgy e Mitchel Oldenburg, acabou ajudando Martin. Cooper Webb também teve uma largada péssima, enquanto Marvin Musquin largou bem e ficou em sexto por diversas voltas. Enquanto isso, Jessy Nelson e RJ Hampshire brigavam pela primeira posição. Hampshire conseguiu a ultrapassagem e assumiu liderança. Um pouco mais atrás, Musquin e Webb estavam voando baixo e não demorou para que os dois chegassem na primeira posição, travando uma das batalhas mais bonitas de toda a temporada. Infelizmente, Webb acabou errando em uma curva e o francês venceu a bateria.

107563_cu1_0372

Mais atrás, o líder do campeonato encontrou um ótimo ritmo e fez uma corrida de recuperação, mas estava muito atrás e parecia que ia perder pontos importantes. Disposto a não perder o campeonato, ele continuou avançando e foi ultrapassando um piloto de cada vez e até enfrentou seu companheiro de equipe, Aaron Plessinger, pela quinta posição, antes de alcançar Nelson, que acabou caindo em um salto, deixando a quarta posição para Martin. Parecia que era o fim da linha para o líder, mas Hampshire caiu na última volta, deixando mais dois pontos importantíssimos para Martin. A bateria acabou com Musquin tendo uma vantagem de apenas três pontos sobre Martin.

Resultados da Moto 1 da 250MX em Utah

1- Marvin Musquin

2- Cooper Webb

3- Jeremy Martin

4- Aaron Plessinger

5- Joey Savatgy

6- Matt Bosceglia

7- RJ Hampshire

8- Alex Martin

9- Zach Osborne

10- Christian Craig

Moto 2 da categoria 250MX

Mais um holeshot para Jessy Nelson, mas dessa vez Jeremy Martin estava colado nele e não perdeu tempo para ultrapassá-lo. Musquin largou em oitavo e tudo parecia bom para Martin recuperar uns pontos. Porém a situação não durou muito tempo. A bandeira vermelha foi levantada quando Tevin Tapia sofreu um grave acidente e foi necessário a relargada. Tapia conseguiu levantar, mas a decisão já tinha sido tomada.

Musquin #25 e Martin #1

Musquin #25 e Martin #1

Musquin fez o holeshot da relargada, com Martin largando em oitavo. Os garotos da Yamaha começaram a trabalhar, com Cooper Webb assumindo a liderança ainda na primeira volta. Martin também entrou na festa e com seis minutos de corrida, ele já era o terceiro colocado e começou a pressionar Musquin, o francês estava cada vez mais rápido e fazia voltas bem rápidas. Na metade da corrida, Martin ultrapassou Musquin e partiu em perseguição do companheiro de equipe. Quando Webb olhou por cima do ombro e viu Martin atrás dele, pareceu que ele simplesmente deixou ele passar ao tirar o tear-off. Mas tenha disso de propósito ou não, não importa. Martin estava mais rápido do que todos na bateria e terminaria derrotando Webb por mais de oito segundos.

Cooper Webb e Jeremy Martin

Cooper Webb e Jeremy Martin

Quando Webb cruzou a linha de chegada, os dois trocaram um raro comprimento de mãos. Martin recuperou os pontos perdidos e agora voltou a ter a vantagem de dois pontos e a decisão será na final em Indiana.

Resultados da Moto 2 da 250MX em Utah

1- Jeremy Martin

2- Cooper Webb

3- Marvin Musquin

4- Aaron Plessinger

5- Zach Osborne

6- Matt Bisceglia

7- RJ Hampshire

8- Alex Martin

9- Jessy Nelson

10- Shane McElrath

Resultados da Overall da 250MX em Utah

1- Jeremy Martin

2- Marvin Musquin

3- Cooper Webb

4- Aaron Plessinger

5- Matt Bisceglia

6- Zach Osborne

7- RJ Hampshire

8- Alex Martin

9- Joey Savatgy

10- Jessy Nelson

Classificação da 250MX do AMA Motocross 2015 após 11 etapas

1- Jeremy Martin – 461 pontos

2- Marvin Musquin – 459

3- Joey Savatgy – 310

4- Zach Osborne – 305

5- Jessy Nelson – 288

6- Alex Martin – 287

7- Aaron Plessinger – 264

8- Shane McElrath – 228

9- Matt Bisceglia – 225

10- Cooper Webb – 221 pontos

Pódio da 250MX em Utah

Pódio da 250MX em Utah

Calendário do AMA Motocross 2015

22 de Agosto de 2015 – 12a etapa –  Indiana – Crawfordsville, Indiana

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly