Mundial de Motocross 2015 – 15ª etapa – Mantova

Por Mariah Morgado | Fotos por MXGP | 25 de agosto de 2015 - 17:41

A 15ª etapa do Mundial de Motocross 2015 foi dominada por Romain Febvre e Max Anstie que usaram e abusaram de seus traçados criativos e habilidades singulares para vencerem o GP da Lombardia.

Romain Febvre

Romain Febvre

MXGP

Romain Febvre está provando que tem todos os ingredientes que compõem um campeão mundial e aquele cheiro de título recentemente assado está começando a impregnar nos pits da Yamaha. Onze vitórias de baterias, seis vitórias de geral e dez pódios consecutivos deixaram o francês com uma liderança saudável de 101 pontos de vantagem na classificação.

Diferente do que vimos no ano passado, Jeremy Van Horebeek não tem sido uma figura muito consistente nesta temporada, mas o vice campeão mundial está começando a montar o quebra-cabeças, faturando o holeshot  da segunda bateria. Depois de terminar em segundo no geral, o belga declarou que a temporada tem sido difícil, mas que sabe que vai se recuperar. Foi seu segundo pódio do ano.

Jeremy Van Horebeek

Jeremy Van Horebeek

Depois de alguns anos difíceis marcados por lesões, Evgeny Bobryshev finalmente virou a página e parece mais forte e consistente. O russo terminou a primeira bateria na segunda posição e em quarto na segunda, conquistando o terceiro lugar no geral e abrindo sua terceira garrafa de espumante do ano. “Estou cansado de cair, então ser consistente é importante pra mim.”

Evgeny Bobryshev

Evgeny Bobryshev

Em um circuito bem diferente das areias de Lommel, Shaun Simpson continuou veloz. O britânico finalmente recebeu apoio de fábrica da KTM e estava forte e confiante em sua nova KTM 450SX-F 2016, terminando em quarto no geral.

Gautier Paulin conseguiu salvar o dia ruim para o francês e terminou em quinto no geral, permanecendo em segundo no geral com 33 pontos na frente de Bobryshev.

Os heróis locais, Davide Guarneri terminou em 12º no geral enquanto David Philippaerts sofreu um acidente na primeira curva e acabou agravando uma lesão prévia e não terminou a corrida.

Overall da MXGP na Mantova

1. Romain Febvre

2. Jeremy Van Horebeek

3. Evgeny Bobryshev

4. Shaun Simpson

5. Gautier Paulin

6. Glenn Coldenhoff

7. Dean Ferris

8. Maximilian Nagl

9. Tyla Rattray

10. Todd Waters

Classificação do campeonato MXGP após 15 etapas

1. Romain Febvre – 597 pontos

2. Gautier Paulin – 496

3. Evgeny Bobryshev – 463

4. Antonio Cairoli – 416

5. Shaun Simpson – 392

6. Maximilian Nagl – 384

7. Jeremy Van Horebeek – 366

8. Clement Desalle – 331

9. Glenn Coldenhoff – 321

10. Todd Waters – 300 pontos

Classificação do campeonato de fabricantes da MXGP após 15 etapas

1. Yamaha – 605 pontos

2. KTM – 583

3. Suzuki – 576

4. Honda – 569

5. Husqvarna – 544

6. Kawasaki – 357

7. TM – 112 pontos

Pódio da MXGP na Itália

Pódio da MXGP na Itália

MX2

Max Anstie foi mais uma vez uma força da natureza. O britânico superou alguns problemas, como problemas de embreagem e um pequeno acidente na primeira bateria, para dominar as duas baterias pelo terceiro final de semana perfeito e terceiro overall, o que resultou um salto da sétima para a terceira posição no geral.

Foi um final de semana longe de ser perfeito para Tim Gajser, mas o jovem esloveno merece todos os créditos ao conseguir se recuperar muito bem de um dia difícil para empatar na pontuação com o líder do campeonato, Pauls Jonass.

Tim Gajser

Tim Gajser

O ditado que diz ‘consistência vence campeonatos’ está gravado e em modo de reprodução contínua na cabeça de Pauls Jonass. E está funcionando a seu favor. O jovem letonio, que é treinado por e tem como mentor ninguém menos que o decacampeão mundial, Stefan Everts, teve outra performance fantástica no final de semana e conquistou a terceira posição no geral, mantendo quatro pontos de vantagem na classificação geral.

Pauls Jonass

Pauls Jonass

Benoit Paturel terminou na quarta posição do GP. Como piloto reserva do team França do Nações, o jovem treinou com Romain Febvre e Gautier Paulin durante o intervalo de duas semanas do mundial. Treinar com os dois pilotos mais rápidos do mundo da MXGP lhe fez muito bem e os resultados já estão começando a aparecer.

Enquanto isso, foi outro dia difícil para Valentin Guillod. Apesar de cair muitas vezes, o suíço conseguiu assegurar a quinta posição no geral.

Ivo Monticelli, que vai representar a Itália no Nações, terminou na 17ª posição.

Overall da MX2 na Mantova

1. Max Anstie

2. Tim Gajser

3. Pauls Jonass

4. Benoit Paturel

5. Valentin Guillod

6. Brent Van doninck

7. Petar Petrov

8. Henry Jacobi

9. Damon Graulus

10. Adam Sterry

Classificação do campeonato MX2 após 15 etapas

1. Pauls Jonass – 475 pontos

2. Tim Gajser – 471

3. Max Anstie – 437

4. Valentin Guillod – 433

5. Jeffrey Herlings – 423

6. Jeremy Seewer – 409

7. Jordi Tixier – 393

8. Julien Lieber – 356

9. Benoit Paturel – 292

10. Petar Petrov – 285 pontos

Classificação do campeonato de fabricantes da MX2 após 15 etapa

1. KTM – 655 pontos

2. Kawasaki – 633

3. Yamaha – 531

4. Honda -512

5. Suzuki – 410

6. Husqvarna – 359

7. TM – 76 pontos

Pódio da MX2 na Itália

Pódio da MX2 na Itália

Calendário do Mundial de Motocross 2015:

Décima Sexta Etapa – 30 de Agosto – Assen / Holanda
Décima Sétima Etapa – 13 de Setembro – Leon / México
Décima Oitava Etapa – 20 de Setembro – Glen Helen / Estados Unidos

27 de Setembro – Motocross das Nações – Ernée / França

fonte: MXGP

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly