Brasileiro e Copa Brasil de MX com 400 pilotos em Indaiatuba

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 27 de agosto de 2015 - 15:03

Os horários de provas de domingo foram destinados à realização das corridas da 3ª etapa do Brasileiro de Motocross e da Copa Brasil de Motocross, entretanto a categoria Júnior da Copa Brasil foi antecipada para o sábado devido aos encaixes do cronograma de organização. O público chegou e lotou as arquibancadas do CT Honda e aplaudiram mais de 400 pilotos presentes em todas as categorias do final de semana.

IMG_8612

Na pista, Leonardo de Almeida largou na ponta puxando o pelotão principal que tinha logo atrás Leonardo Cassarotti, Leonardo Nunes, Yuri Beltrão Naves, Renato Paz e Thiago Brenner, todos na mesma tocada nas voltas iniciais. Na 2ª volta Renato Paz assumiu a 4ª colocação em cima de Yuri, as demais colocações não se alteraram. Leonardo administra uma pequena vantagem na 2ª metade de prova, enquanto que Renato a cada volta buscava aproximações e ultrapassagens. As voltas finais foram interessantes com um belo duelo entra Almeida e Renato Paz. A diferença batia na casa do segundo e meio. Leonardo Almeida consegue fechar a porta e manter a liderança até a quadriculada, Renato Paz chegou colado em 2º seguido de Leonardo Nunes. Thiago Brenner buscou o 4º lugar no pódio e Marcus Henrique Dias Lera saiu da 8ª colocação do começo da prova para o 5º lugar no pódio.

IMG_8105

Léo Almeida em grande performane

Já no domingo, apesar dos atrasos na programação, a MX1 entrou na pista para a disputa da bateria um, válida pelas duas competições. Na curva da largada aparece Jean Ramos fazendo o hole shot seguido de, Antônio Balbi, Thales Vilardi, Paulo Alberto e Carlos Campano. Ainda na 1ª volta, Balbi perde posição para Thales e Paulo Alberto. A cada volta Jean abre metros importantes na pista, em 3 voltas eram aproximadamente 40 metros sobre o 2º colocado Thales Vilardi. Balbi busca recuperação na metade final e recupera uma posição e mais tarde com o erro de Thales que perde muitas posições, alcança a vice – liderança com Paulo Alberto em 3º, Carlos Campano em 4º lugar e Wellington Garcia na 5ª posição. Faltando 2 voltas para o fim da bateria, a máquina de Balbi apresenta problemas no motor e Paulo Alberto chega ao 2º lugar. Balbi ainda consegue levar sua Kavasaki até a quadriculada na 3ª colocação. Carlos Campano é 4º e Wellington em 5º na bateria que teve vitória de Jean Ramos de ponta a ponta.

IMG_8374

Jean Ramos da Geração/Yamaha venceu a MX1

Na 2ª bateria, Jean Ramos largou bem, mas quem largou na ponta foi Carlos Campano (campeão 2014). Jean foi 2º, Thales o 3º,Balbi o 4º e Adam Chatfield em 5º na largada. Ainda no pelotão da frente, Paulo Alberto em 6º, Jetro Salazar em 7º e Carlos Badiali na 8ª posição no final da volta inicial.

IMG_8658

Campano: Campeão 2014 reagiu na 2ª bateria

 

 

A busca pela vitória esteve no pensamento de Jean por 90% da corrida, quando o paranaense resolve administrar o 2º lugar que lhe daria a vitória na geral da etapa. Carlos Campano venceu a bateria, seguido de Jean, Balbi que buscou novamente o 3º posto com Adam Chatfield em 4º e Paulo Alberto na 5ª posição da bateria. Na soma geral, Jean somou mais 47 pontos e subiu no lugar mais alto do pódio, Campano somou 43 pontos e foi o 2º, Balbi 40 pontos em 3º, Paulo Alberto 38 em 4º e Jetro Salazar somando 30 pontos na 5ª posição geral da etapa da MX1 do Brasileiro e da Copa Brasil de Motocross.

IMG_8333

O belo visual da Copa Brasil de Motocross

Nas disputas da MX2, os duelos também foram intensos nas duas baterias. Na bateria inicial Gustavo Pessoa divide a curva um com Hector Assunção, que faz o hole shot. Na volta inicial Hector, Caio Lopes, Enzo Lopes, Gustavo, Ânderson Amaral e Fábio Aparecido formavam o pelotão principal.  As alternativas eram grandes e muitas trocas se deram nas posições de frente até os 10 minutos de prova. Uma delas foi a recuperação em pista de Fábio Aparecido que encostou no líder e assumiu a ponta. Mas faltando aproximadamente 5 voltas para o final, Hector dá o bote na curva de saída do mato e reassume a liderança. Hector vence a bateria com Fábio em 2º. Enzo Lopes, o aniversariante do dia e que andou sempre no pelotão principal chegou em 3º, Pepê Bueno foi 4º e Eduardo Lima na 5ª posição de prova. Pinho chegou em 7º após uma largada promissora.

IMG_8764

MX2 teve largadas acirradas em Indaiatuba

Na 2ª bateria, Leonardo Souza aparece na frente para fazer o hole shot.  Entretanto quem fecha a 1ª volta na frente foi Hector seguido de Leonardo, Fábio Aparecido, Enzo Lopes e João Pinho Ribeiro e Endrews Armstrong fechando o bloco inicial.  Hector se manteve na liderança e abre vantagem, Leonardo perde o foco, cai de produção chegando em 8º na bateria. Enquanto que na moto de Enzo aparece com pneu furado, João pinho e Eduardo Lima sobem na classificação buscando o 2º e 3º lugares consecutivamente, Fábio se manteve em 4º lugar e Anderson Amaral na 5º posição. Para Enzo não foi um bom dia de aniversário pois na soma geral ficou em 11º lugar pois não somou na 2º prova. Na geral, Hector somou 50 pontos e foi 1º na 3ª etapa, Fábio somou 40 pontos e ficou em 2º no pódio, João Pinho com 36 pontos na etapa foi o 3º colocado e fechando os primeiros cinco, veio Edu Lima também com 36 pontos e Caio Lopes com 29 pontos na soma das baterias.

IMG_8515

Hector, do team Honda venceu as duas na MX2

Válida pela Copa Brasil de Motocross, a categoria Intermediária deu números finais ao final de semana de Indaiatuba, visto que por falta de condições adequadas na pista, principalmente após a técnica da CBM ter molhado recepções de salto, os pilotos da MX3 protestaram e não entraram para a disputa após teste de largada.

IMG_8828

Público compareceu no CT Honda em Indaiatuba/SP

Na intermediária, Diego Tavares largou na frente com Daniel Mendes em 2º. No pelotão dos 10 primeiros aparecia Mateus Kunz e Rodrigo Marçal. Ambos fariam provas de recuperação, chegaram a duelar durante a bateria, mas o grande vencedor foi Rodrigo Marçal, a fera Marcos Roza Moraes chegou em 2º com Matheus Kunz na 3º posição. Daniel Memdes foi o 4º colocado com  Jacson Keil. Tavares ainda conseguiu o 6º posto na etapa e Leonardo Limberger, o vencedor da prova do sábado em 10º lugar na corrida.

IMG_8861

Largada da Intermediária que encerrou a etapa da Copa Brasil de MX

 

 

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly