Mudanças nas regras do Mundial de Motocross

Por Mariah Morgado | Foto por MXGP | 08 de outubro de 2015 - 12:29

A comissão do Mundial de Motocross da Federação Internacional de Motociclismo, composta pelo presidente da Youthstream, Giuseppe Luongo, pelo diretor daCMS/FIM, Tony Skillington e o secretário geral da Associação de Fabricantes de Motocicletas Esportivas ( a Motorcycle Sport Manufacturers’Association ou MSMA), Takanao Tsubouchi, se reuniu em Erneé durante o final de semana do Nações.

Com a maioria dos votos, a comissão adotou as seguintes mudanças nas Regulamentações de 2016:

1- Os pilotos terão a possibilidade de uma segunda moto depois da volta de reconhecimento.

2- No evento em que uma corrida é interrompida após pelo menos duas voltas tendo sido completadas e antes de 51% do tempo de corrida tendo passado, haverá uma relargada do pit lane. Os pilotos irão largar na ordem de suas posições na volta antecedente a interrupção da corrida. A corrida irá continuar pelo tempo restante no momento em que o líder completou a volta antecedente a interrupção da corrida.

3- As classificatórias das categorias MXGP e MX2 não apenas irão decidir as posições de largadas para as baterias oficiais, mas também premiação de pontos (1ª posição: 05 pontos, 2ª posição: 4 pontos, 3ª posição: 3 pontos, 4ª posição: 2 pontos e 5ª posição: 1 ponto). O vencedor no geral do evento será o piloto que ganhou o maior número de pontos depois que os pontos da classificatória, da 1ª bateria e da 2ª bateria tenham sido adicionados, sem restrição do número de corridas que ele terminou.

E ai? O que acharam das mudanças?

MXoNstart2_MXoN_F

fonte: MXGP

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly