Títulos do Ipiranga MX antecipados na ASCAVE em Caxias do Sul

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 22 de novembro de 2015 - 7:15

A pista da Ascave em Caxias do Sul foi o palco da Semi – Final do Ipiranga Regional de Motocross no domingo 1º de Novembro. Mas teve piloto que essa foi a final, pois antecipou seu título, foi o caso de Leonardo Tenedini na Estreantes Importadas e Ândrio Seben na Intermediária MX1. Foram 7 etapas organizadas e promovidas pela André Produções e que agora vai a Montauri no dia 22 de novembro para a realização da grande final. Veja como foram os pegas em Caxias. A presença de Antônio Balbi (O Pai) também engrandeceu o Box da etapa. A tietagem correu solta.

IMG_9730

Largada da MX4

A garotada da 55 fez bonito com duelos eletrizantes, mas foi o grande líder da categoria que emplacou sua 7ª vitória, Garmichel Giehl seguido de Gabriel Bilhar, com o piloto da casa Arthur Cunico fazendo bonito e chegando em 3º lugar. Ainda tivemos Rafael Luvison também de Caxias subindo em 4º lugar no pódio.

IMG_9789

Garmichel Giehl, a fera de Dois Irmãos

Na 65cc, Henrique Henicka, venceu mais uma e com isso garantiu o título por antecipação, chegou aos 172 pontos e não pode ser alcançado pelo vice, o piloto Garmichel Giehl que chegou em 3º na prova. Kauê Benato surpreendeu e chegou em 2º lugar. Willina Abdalaghi de Caxias foi o 4º.

IMG_9782

Henrique Henicka, venceu a 65cc

Os motores roncando mais alto, a 85cc entra na pista com Pedro Magero largando na gente, empurrado pela torcida, que era da sua cidade natal, Pedro segura por voltas os ataques do líder Victor Gonçalves e de Diogo Zanco que andavam na mesma tocada. Victor erra, Diogo assume o 2º lugar. Em recuperação, Vitor ainda consegue chegar em 3º, na prova que teve Pedro Magero vencendo de ponta a ponta seguido de Diogo. Henrique Henicka foi 4º colocado e Fábio Troian o 5º. Uma vitória muito comemorada pelo técnico de Pedro, Fabiano dos Santos, que foi campeão gaúcho e brasileiro de Motocross.

IMG_9981

Pedro Magero, venceu a 85cc

O piloto Leonardo Tenedine, entrou na pista em busca do título da Estreantes. E não deixou por menos, largou na ponta com Rafel Escobar em seu rastro. Por várias voltas fizeram a empolgação da torcida, mas Rafael erra e Leo não desperdiça a chance de fechar o título antecipado com chave – de – ouro.  Outro duelo da prova foi entre Tiago Barbizan e Leonardo Menegat. No pódio subiram Leonardo, Tiago Barbizan,Leonardo Menegat,Rafael Testa e Márcio Palandi.

IMG_9713

Leonardo garantiu o título em Caxias

A MX4 veio com toda a expectativa de ter piloto da cidade em busca do título. E Djalma Salvador não decepcionou, largou na ponta seguido do conterrâneo Glaureci Lemos, da fera Eduardo Tim, com Gustavo Visoto em 4º lugar e Sergio Fernandes também no pelotão da frente. Djalma venceu de ponta a ponta, e Glaureci consegue segurar do início ao fim os ataques de Visoto que ultrapassou TIM e veio com tudo. O 4º lugar ficou com Sérginho Fernandes e Carlos Kettermann em 5º.

IMG_9861

Duelo de Arthur e Gabriel pela 55cc

Pela intermediária MX1, Leonardo Limberger veio com a marca de Campeão da Copa Brasil de MX. Largou na frente seguido da grande promessa Nícolas Oliveira, e o piloto quase da casa, Rodrigo Galiotto, de Flores da cunha e que trouxe uma grande torcida consigo.Um pega de ponta a ponta, com Limberger vencendo a prova. O pódio ficou assim com o caxiense Djalma Salvador e Gustavo Visto nas peças finais.

IMG_9748

Leonardo Limberger levou a intermediária MX1

A Nacional FL foi disputada em duas baterias, a única da competição. Na bateria inicial, Lucas Pehus larga na frente, mas é ultrapassado na 4ª volta por Leandro Folé, o líder da categoria, junto com os dois, bem perto a fera Thiago Wiebeling também chegava junto, Assim como Tiago Moraes. Na 2ª bateria, sob os olhares do pai Marcelo, o piloto de Lajeado surpreendeu a todos, largou bem e venceu a prova mesmo com toda pressão do líder e de outros adversários. O líder largou mal e custou a buscar a recuperação na soma das baterias, Leandro assim mesmo consegue a vitória na etapa, seguido de Wiebeling, Pehus, Tiago Moraes e Vinícius de oliveira que andou nas duas provas no pelotão principal.

IMG_9812

Lucas#444 largou bem na Nacional FL

A MX3, teve novamente o conhecedor da pista, Djalma salvador largando em 1º, Glaureci e Visoto faziam o pega pelo 2º lugar. Na 2ª volta Visoto dá o bote e assume a 2ª colocação, vai ao ataque, mas Djalma focado passa a quadriculada em 1º. O líder Visoto foi 2º, Lemos o 3º com Éder Leitero em 4º e Maira Basso na 5ª posição. Com o resultado, Visoto colocou a mão no campeonato.

IMG_9896

Glaureci Lemos, piloto da casa andou bem na ASCAVE

A intermediária MX2, teve mais uma grande participação do piloto de Sapucaia, Rafael Escobar, que fez frente ao líder e vencedor da etapa Ândrio Seben. Rafa ficou em 2º seguido de Leonardo Menegat,Tainan Donida e Rafael Testa. Ândrio também carimbou o título por antecipação.

IMG_9954

A fera Rafael Escobar, fez frente em várias baterias

Na MX2, Lucas Basso veio prestigiar a etapa, e não deixou por menos, venceu a prova após travar grande duelo com o irmão Mateus e com o líder Marcelo Galiotto que chegou em 3º. A etapa final vai ser de arrepiar pois Ândrio Seben chegou em 4º e continua muito vivo na competição. O 5º lugar ficou com a fera Rafael Escobar.

IMG_9952

Marcelo disputa o título nesse domingo em Montauri

Nícolas Oliveira vem com tudo para faturar o título da MX1, venceu novamente em Caxias e colou de vez em Marcelo Galiotto o 2º na prova. Três pontos separam os pilotos. Rodrigo Galiotto, Lucas Basso e Adairton Soares fecharam o pódio.

IMG_9733

Lucas Oliveira na MX1

A prova final da pista da ASCAVE teve mais um título sendo confirmado. Ândrio Seben largou na frente, perseguido por Tainan Donida e Rafael Escobar.Enquanto que a briga era pelo 2º posto, Ândrio tratou de garantir o título da categoria com uma prova de antecipação. Rafael acelerou muito e ficou em 2º seguido de Leonardo Menegat o 5º na largada, Tainan e Rafael Testa também subiram no pódio.

IMG_9959

Ândrio levou o título da categoria

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly