Gaúcho de Velocross conheceu os últimos campeões da temporada

Por André Charão | Fotos por André Charão | 08 de dezembro de 2015 - 11:55

Em uma prova cheia de pegas eletrizantes foram conhecidos neste domingo os últimos campeões da temporada 2015 do Rinaldi Gaúcho de Velocross na cidade de Santo Ângelo. A etapa foi realizada no Parque da Fenamilho e contou com uma grande presença de público. Esta foi a primeira vez que a principal competição de velocross do Rio Grande do Sul desembarcou na cidade.

162_3300229539

A etapa começou no sábado com a realização da categoria VXF. Maiara Basso (Mato Castelhano), líder do campeonato, em recuperação de uma cirurgia no joelho, encarou a disputa para somar os pontos necessários para colocar as mãos no título definitivamente. A briga pelo vice-campeonato foi entre Priscila Forner (Santa Maria) e Maria Eduarda Dorneles (Caçapava do Sul). Na prova quem se deu melhor foi Priscila que venceu de ponta a ponta e ficou com o título de vice-campeã.

162_982642434

Repetindo a temporada passada, no final da programação de sábado, aconteceu a Corrida das “Estrelas”, que contou com a participação do pessoal que trabalha nos bastidores dos eventos. Esse ano a vitória foi do presidente da FGM, Paulo Della Flora, que travou uma boa disputa com Lucas Maycá, cinegrafista da FGM e organizador local da prova de Santo Ângelo. Destaque para a queda “sensacional” de Márcio Frozza, narrador oficial dos campeonatos Gaúchos de Velocross e Motocross, que após terminar a corrida caiu com a moto praticamente parada.

162_958306174

O domingo de sol e de altas temperaturas fez com que a equipe de manutenção caprichasse na irrigação da pista. No warm-up os pilotos sentiram que as condições da pista eram bem diferentes que do sábado. No domingo as disputas começaram pela parte da manhã.

Com o campeonato definido para Felippe Menuzzi (Dom Pedrito) a categoria Júnior alinhou no gate para a definição do vice. João Marcelo Dellinghausen (Formigueiro) precisava terminar a prova para confirmar o título de vice- campeão e, Gabriel Costa (Dom Pedrito), precisava vencer e contar com um tropeço de João Marcelo. Felippe Menuzzi venceu de ponta a ponta, confirmou os 100% de aproveitamento e o título de campeão da temporada, Gabriel Costa foi o segundo e João Marcelo confirmou o vice com terceiro lugar.

162_3587214262

Na categoria 50cc, Santiago Leiria (Frederico Westphalen), campeão antecipado na 50cc B, confirmou os 100% de aproveitamento com mais uma vitória de ponta a ponta. Gabriel Bilhar (Guaporé) venceu a 50cc A e ficou com o título de campeão.

Com a ausência do campeão antecipado na VX4 Nacional, Elder Pirolli (Tapejara), a briga ficou pelo vice-campeonato. Sandro Meirelles (Caçapava do Sul), vice-líder, largou na frente, mas começou a perder rendimento ainda nas primeiras voltas, Danny de Oliveira (Panambi) na briga pelo vice assumiu a ponta e torcia por um erro de Sandro que acabou não acontecendo. Sandro terminou em segundo e ficou com o vice na categoria.

162_4882064834

A prova mais surpreendente da manhã ficou com a 230cc Original onde apenas um ponto poderia sacramentar o título para Douglas de Oliveira (Vera Cruz), líder da categoria ou para Gustavo de Freitas, vice-líder. Na largada da categoria Gustavo saiu na frente e Douglas no segundo pelotão. Aos poucos Douglas assumiu a terceira colocação e via Gustavo em uma boa vantagem na ponta. Nas últimas voltas o segundo colocado, Matheus da Costa (Ciriaco) colou no líder. Assim que abriram a última volta Matheus deu o bote para assumir a ponta, Gustavo tentou salvar a posição e acabou caindo e viu Douglas assumir a segunda colocação, um verdadeiro desastre para o até então campeão da temporada. Gustavo bem que tentou, mas não teve sucesso e viu, do terceiro lugar, Matheus vencer e Douglas ficar com o título da categoria no segundo lugar.

162_5245321379

As categorias VX3 e VX4 alinharam com os campeões e vices definidos, Rodrigo Volcan (Pelotas), que não participou da etapa, na VX3, e Fernando Sanches (Santa Maria), campeão na VX4 e vice-campeão na VX3. Maiara Basso (Mato Castelhano), vice-campeã na VX4, não participou da prova. Fernando Sanches venceu de ponta a ponta com Danny de Oliveira (Panambi) na segunda colocação.

Na categoria 65cc, Mikael Teixeira (Capão do Leão), líder, e Santiago Leiria (Frederico Westphalen), vice-líder deram um verdadeiro show. Na largada Mikael saiu na frente, mesmo sem ter como tirar o título de líder do campeonato,  o frederiquense foi para cima e andou colado no líder da prova, a poucas voltas do final Santiago assumiu a liderança de prova, mas uma volta depois Mikael reassumiu a ponta e comemorou o título com vitória.

162_8544539497

A mais emocionante prova do dia, sem dúvida nenhuma, foi a que valia o título da VX3 Nacional. Três pilotos alinharam com chances na briga pelo campeonato: Jocemar Magni (Estrela), líder da categoria, Márcio Alarcon (Montenegro), vice-líder, e Luciano De Conto (Passo Fundo), terceiro colocado. Na largada Claiton Portela (Passo Fundo) largou na frente e colocou mais fogo na disputa. Alarcon assumiu a ponta ainda na primeira volta com Magni em segundo, Danny de Oliveira (Panambi) em terceiro e De Conto em quarto. Na metade da prova De Conto, que vinha em ritmo muito forte, sofreu uma queda e ficou para trás. Assim que voltou De Conto colocou a faca entre os dentes e começou a recuperar posições. As emoções ficaram para a última volta, Alarcon recebeu a bandeirada e ficou com o título, De Conto, depois de tentar por duas voltas, conseguiu a ultrapassagem em cima de Magni e por apenas meia roda de vantagem ficou com o vice-campeonato.

162_5294373622

As categorias VX2 e Intermediária VX2 alinharam juntas no gate. A definição do título na VX2 era caseira, tudo estava entre os irmãos Lucas e Mateus Basso (Gentil). Já na categoria Intermediária VX2 Felipe Pick (Vera Cruz) precisava apenas completar a prova para conquistar o título da categoria. Na largada Lucas e Mateus assumiram a ponta, Eloi Jr. (Santa Maria) e Felipe Pick, vieram logo atrás. Na primeira volta Felippe Menuzzi (Dom Pedrito) assumiu a terceira colocação e assumiu a ponta na Intermediária. Com problemas na moto Pick apenas girou na pista para pontuar. No final vitória de Lucas Basso, que garantiu o título na VX2, Mateus foi o segundo e Jordan Martini (Santa Maria) o terceiro. Na Intermediária Menuzzi ficou com a vitória, Márcio Miorando (Água Santa) foi o segundo e Leonardo Azambuja (Santa Maria) o terceiro, mesmo fora do pódio Felipe Pick comemorou o título da categoria.

162_6369466152

A categoria 230 Pró foi mais uma que alinhou com o campeão, Douglas Carvalho, definido antecipadamente. Em uma prova cheia de ultrapassagens foi Joel da Costa (Ciriaco), que levou a melhor vencendo de ponta a ponta. Matheus da Costa (Ciriaco) foi o segundo e João Marcelo Dellinghausen (Formigueiro) o terceiro colocado.

Antônio Edu Brazaca (Vila Langaro), que voltou a disputar uma prova do Gaúcho de Velocross após algumas temporadas, venceu a categoria Intermediária VX1 de ponta a ponta. Eloi Jr. (Santa Maria), que já alinhou com o título assegurado, foi o segundo, Ezequiel Garlet (Faxinal do Soturno) o terceiro e Felipe Pick (Vera Cruz), vice-campeão, o quarto colocado.

162_1081641684

Felipe Marcelos Deloss (Lajeado) e Joel da Costa (Ciriaco) foram para a última disputa da categoria Nacional Força Livre em busca do título a disputa entre os dois era de apenas um ponto, no entanto o descarte favorecia Deloss, líder do campeonato. Na largada Joel da Costa assumiu a ponta com Deloss em segundo, Ronei Curzel (Sananduva) colou nos líderes, mas ficou no caminho após uma queda na metade da prova. Em uma ultrapassagem sensacional Deloss assumiu a ponta da prova para terminar em primeiro e assegurar o título. Joel foi o segundo colocado.

Mateus Basso (Gentil) confirmou o favoritismo e venceu de ponta a ponta a categoria VX Pró, a principal do campeonato. Na largada, Antônio Brazaca (Vila Lângaro) veio em segundo com Lucas Basso (Gentil) em terceiro. Na metade da prova Lucas assumiu a segunda colocação e se juntou ao irmão para novamente fechar a prova com mais uma dobradinha da família Basso. Lucas ficou com o vice-campeonato.

A FGM estará comunicando nos próximos dias quando acontecerá a premiação dos campeões da temporada 2015.

O campeonato Gaúcho de Velocross 2015 tem o patrocínio máster da RINALDI, IMS e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, Works Suspensões, M3 Parts Racing, Líder MX, Moto Style, CTLS – Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, MundoCross e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly